BulasMed - Referências completas de medicamentos

bulas.med.br
Buscar bulas Índice de tópicos
BulasMed
Selecione a bula

pode aumentar o risco de toxicidade no fígado. Anticoagulantes: aumento do risco de sangramento: heparina; antagonistas da vitamina K (como a varfarina); inibidores da agregação plaquetária (tais como ticlopidina, clopidogrel); inibidores da trombina (tais como dabigatrana); inibidores diretos do fator Xa (tais como apixabana, rivaroxabana, edoxabana). Se o tratamento concomitante não puder ser evitado, o médico deverá realizar um cuidadoso monitoramento.
 - 20/08/2019
pode aumentar o risco de toxicidade no fígado. Anticoagulantes: aumento do risco de sangramento. Heparina; Antagonistas da vitamina K (como a varfarina); Inibidores da agregação plaquetária (tais como ticlopidina, clopidogrel); Inibidores da trombina (tais como dabigatrana); Inibidores diretos do fator Xa (tais como apixabana, rivaroxabana, edoxabana). Se o tratamento concomitante não puder ser evitado, o médico deverá realizar cuidadoso monitoramento.
 - 09/08/2019
pode aumentar o risco de toxicidade no fígado. Anticoagulantes : aumento do risco de sangramento. Heparina; Antagonistas da vitamina K (como a varfarina); Inibidores da agregação plaquetária (tais como ticlopidina, clopidogrel); Inibidores da trombina (tais como dabigatrana); Inibidores diretos do fator Xa (tais como apixabana, rivaroxabana, edoxabana). Se o tratamento concomitante não puder ser evitado, o médico deverá realizar cuidadoso monitoramento.
 - 12/08/2019
pode aumentar o risco de toxicidade no fígado. Anticoagulantes: aumento do risco de sangramento. Heparina; Antagonistas da vitamina K (como a varfarina); Inibidores da agregação plaquetária (tais como ticlopidina, clopidogrel); Inibidores da trombina (tais como dabigatrana); Inibidores diretos do fator Xa (tais como apixabana, rivaroxabana, edoxabana). Se o tratamento concomitante não puder ser evitado, o médico deverá realizar um cuidadoso monitoramento.
 - 10/09/2019
pode aumentar o risco de toxicidade no fígado. Anticoagulantes: aumento do risco de sangramento. Heparina; Antagonistas da vitamina K (como a varfarina); Inibidores da agregação plaquetária (tais como ticlopidina, clopidogrel); Inibidores da trombina (tais como dabigatrana); Inibidores diretos do fator Xa (tais como apixabana, rivaroxabana, edoxabana). Se o tratamento concomitante não puder ser evitado, o médico deverá realizar um cuidadoso monitoramento.
 - 12/08/2019
pode aumentar o risco de toxicidade no fígado. Anticoagulantes: aumento do risco de sangramento. Heparina; Antagonistas da vitamina K (como a varfarina); Inibidores da agregação plaquetária (tais como ticlopidina, clopidogrel); Inibidores da trombina (tais como dabigatrana); Inibidores diretos do fator Xa (tais como apixabana, rivaroxabana, edoxabana). Se o tratamento concomitante não puder ser evitado, o médico deverá realizar um cuidadoso monitoramento.
 - 10/09/2019
O aumento do risco de desenvolvimento de lesões da mucosa gástrica está associado ao uso de desvenlafaxina, dicumarol, duloxetina, acenocumarol, anisindiona, citalopram, clopidogrel, eptifibatida, milnaciprana, fenindiona, femprocumona, ginkgo, prasugrel, venlafaxina, varfarina e ulmeira.
 - 12/08/2019
O aumento do risco de desenvolvimento de lesões da mucosa gástrica está associado ao uso de desvenlafaxina, dicumarol, duloxetina, acenocumarol, anisindiona, citalopram, clopidogrel, eptifibatide, milnaciprana, fenindiona, femprocumona, ginkgo, prasugrel, venlafaxina, varfarina e ulmeira.
 - 12/08/2019
O aumento do risco de desenvolvimento de lesões da mucosa gástrica está associado ao uso de desvenlafaxina, dicumarol, duloxetina, acenocumarol, anisindiona, citalopram, clopidogrel, eptifibatide, milnaciprana, fenindiona, femprocumona, ginkgo, prasugrel, venlafaxina, varfarina e ulmeira.
 - 13/08/2019
O aumento do risco de desenvolvimento de lesões da mucosa gástrica está associado ao uso de desvenlafaxina, dicumarol, duloxetina, acenocumarol, anisindiona, citalopram, clopidogrel, eptifibatida, milnaciprana, fenindiona, femprocumona, ginkgo, prasugrel, venlafaxina, varfarina e ulmeira.
 - 07/03/2007
O bulas.med.br faz parte da plataforma HiDoctor
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).
Mostrar: 10
<< - < - 2 - 3 - 4 - 5 - 6 - 7 - > - >>
41 a 50 (Total: 189)

Outros resultados:

Resultados: 2

Clopivix (clopidogrel) da empresa farmacêutica Dr.Reddy's O medicamento é indicado para pacientes pós-eventos cerebrovasculares isquêmicos (IAM, AVC isquêmico e DAP) e contra-indicado para pacientes com sangramento patológico ativo ou úlcera péptica.
O Food and Drug Administration (FDA) aprovou, no último dia 17, uma nova indicação para o uso do antiagregante plaquetário PLAVIX (bissulfato de clopidogrel) que beneficia pacientes que tiveram infarto agudo do miocárdio com supra-desnivelamento do segmento ST (conhecido pela sigla em inglês STEMI). Um STEMI é um infarto severo causado pela obstrução súbita e total de uma artéria coronária.
Mostrar: 5
1 a 2 (Total: 2)
  • Entrar
  • Cadastrar