BulasMed - Referências completas de medicamentos

bulas.med.br
Buscar bulas Índice de tópicos
BulasMed
Selecione a bula

A dose usual é de 15 a 30 mg a cada 8-12 horas, diluída em solução salina para um volume de 2 mL. TERAPIA CONCOMITANTE (COMBINADA) Em combinação com outros antibióticos, a dose de sulfato de gentamicina Injetável não deverá ser reduzida. No caso de esquecimento de alguma dose, consulte seu médico. Regime de dose específica Uretrite gonocócica masculina e feminina: O sulfato de gentamicina Injetável em dose única intramuscular de 240 a 280 mg tem sido eficaz no tratamento da gonorreia (uretrite gonocócica) e mesmo em uretrites causadas por bactérias resistentes à penicilina.
 - 07/03/2007
A dose habitual é de 20 a 40 mg a cada 8 a 12 horas, diluída em solução salina fisiológica para um volume aproximado de 2 mL. Regime de dose específica (adultos) Uretrite gonocócica masculina e feminina Foi comprovado que sulfato de gentamicina Injetável em dose única intramuscular de 240 a 280 mg foi eficaz no tratamento da uretrite gonocócica (incluindo infecções por cepas resistentes à penicilina e a outros antibióticos) masculina e infecções gonocócicas envolvendo o trato genital inferior feminino.
 - 07/03/2007
trachomatis ou N. gonorrhoeae ; (11) Granuloma inguinal (donovanose) causado por Calymmatobacterium granulomatis ; (12) Estágios iniciais da doença de Lyme febre recorrente (que retorna) transmitida pelo piolho e carrapato; (13) Uretrite (infecção na uretra) não gonocócica causada por Ureaplasma urealyticum (micoplasma-T); (14) infecções por Acinetobacter spp., Bacteroides spp., Fusobacterium spp, Shigella spp; (15) infecção por Brucella spp. (em associação a estreptomicina).
 - 25/09/2019
Além disso, a ampicilina é recomendada como parte do esquema antimicrobiano empírico de endocardite bacteriana grave adquirida na comunidade enquanto o patógeno ainda não foi isolado ou nas endocardites causadas por Enterococcus spp. 5 Kvale e cols. 6 avaliaram o esquema de tratamento da uretrite gonocócica com 3,5 g de ampicilina oral em dose única associada à probenecida em 202 homens. A taxa de cura foi de 96%, significantemente superior ao tratamento com ampicilina isolada ou com doses de até 7,5 g de fenoximetil-penicilina.
 - 07/03/2007
trachomatis ou N. gonorrhoeae ; (11) Granuloma inguinal (donovanose) causado por Calymmatobacterium granulomatis ; (12) Estágios iniciais da doença de Lyme e febre recorrente (que retorna) transmitida pelo piolho e carrapato; (13) Uretrite (infecção na uretra) não gonocócica causada por Ureaplasma urealyticum (micoplasma-T); (14) infecções por Acinetobacter spp., Bacteroides spp., Fusobacterium spp, Shigella spp; (15) infecção por Brucella spp. (em associação a estreptomicina).
 - 07/03/2007
Raras: aborto, albuminúria, aumento do seio, dispareunia, epididimite, lactação, hematúria, hipomenorréia, cálculo renal, metrorragia, orquite, poliúria, pielonefrite, piúria, salpingite, dor uretral, uretrite, distúrbio do trato urinário, urolitíase, hemorragia uterina, espasmo uterino e hemorragia vaginal.
 - 07/03/2007
raras: aborto, albuminúria, aumento do seio, dispareunia, epididimite, lactação, hematúria, hipomenorréia, cálculo renal, metrorragia, orquite, poliúria, pielonefrite, piúria, salpingite, dor uretral, uretrite, distúrbio do trato urinário, urolitíase, hemorragia uterina, espasmo uterino e hemorragia vaginal.
 - 07/03/2007
raras: aborto, albuminúria, aumento do seio, dispareunia, epididimite, lactação, hematúria, hipomenorréia, calculo renal, metrorragia, orquite, poliúria, pielonefrite, piúria, salpingite, dor uretral, uretrite, distúrbio do trato urinário, urolitíase, hemorragia uterina, espasmo uterino e hemorragia vaginal.
 - 07/03/2007
Infestações e infecções: gastroenterite (inflamação do estômago e intestino), hepatite infecciosa, síndrome gripal, abscesso dentário e uretrite (inflamação da uretra). Alterações vasculares: hipotensão (pressão arterial baixa), hipotensão postural, distúrbio vascular periférico. Gerais: edema (inchaço). Alterações hepatobiliares: colangite (inflamação das vias biliares).
 - 07/03/2007
3. Quando o médico prescreve Minomax (minociclina)? As indicações principais da minociclina são as infecções por germes sensíveis a essa droga. Entre elas contam-se: infecções genitourinárias (uretrite, cistite, vaginite), uretrite não-gonocócica, psitacose, ornitose, pneumonia atípica, brucelose, espiroquetose, actinomicose, infecções da pele e dos tecidos moles, acne, furunculose, carbúnculo, piodermite, impetigo e erisipela. 4.
 - 29/09/2011
O bulas.med.br faz parte da plataforma HiDoctor
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).
Mostrar: 10
<< - < - 2 - 3 - 4 - 5 - 6 - 7 - > - >>
41 a 50 (Total: 88)

Outros resultados:

Resultados: 5

Infecção do trato vaginal inferior feminino causada pelo protozoário Trichomonas vaginalis . Pode ficar assintomática ou causar uretrite e vaginite. (e) Papilomavírus humano (HPV) , que pode causar verrugas genitais. O HIV pode ser contraído através do coito vaginal , mas não está associado a nenhuma doença local da vagina ou vulva.
Os principais sinais e sintomas da artrite reacional incluem, além da artrite , inflamação nas vias urinárias, sensação de queimação no canal urinário ou presença de secreções anormais, inflamação dos olhos, aftas na boca, vermelhidão na pele, inflamações nos tendões, dores na região lombar, inflamação das vértebras, febre, perda de peso e inflamação da próstata ou colo do útero. A tríade clássica de sintomas é: Uretrite não infecciosa Artrite Conjuntivite Contudo, essa tríade ocorre em apenas cerca de um terço dos pacientes.
A infecção urogenital por Chlamydia trachomatis continua a prevalecer e a causar morbidade reprodutiva substancial. Estudos recentes alertam para uma preocupação sobre a eficácia da azitromicina para o tratamento da infecção por clamídia. Foi realizado um estudo randomizado comparando o uso oral de azitromicina com o uso de doxiciclina para o tratamento da infecção urogenital por clamídia entre adolescentes, para avaliar a não inferioridade da azitromicina (1 grama em dose única) em relação à ...
Clinicamente, há dois tipos de uretrites infecciosas: as gonocócicas, também chamadas gonorreia ou blenorragia , e as não gonocócicas. Além das formas infecciosas, há também outras causas de uretrite. Quais são as causas das uretrites? As uretrites podem ter causas infecciosas, tanto bacterianas quanto virais, químicas e traumáticas.
A infecção pela clamídia, conhecida como Chlamydia trachomatis , causa uretrite (inflamação da uretra), sensação de ardor ao urinar, coceira no pênis e dor nos testículos. A gonorreia , causada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae, se caracteriza por um corrimento uretral amarelado, queimação e ardor ao urinar.
Mostrar: 5
1 a 5 (Total: 5)
  • Entrar
  • Cadastrar