BulasMed - Referências completas de medicamentos

bulas.med.br
Buscar bulas Índice de tópicos
BulasMed
Selecione a bula

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista. O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO? PRECAUÇÕES E ADVERTÊNCIAS Este medicamento contém lactose, glicose e sacarose e não deve ser utilizado por pacientes com intolerância à galactose ou frutose, deficiência de lactase de Lapp ou síndrome de má absorção de glicose e galactose (doenças hereditárias raras) ou deficiência de sacarase / isomaltase. ARCALION possui corante e pode provocar reações alérgicas (ver item 8.
 - 09/08/2019
assim, recomenda-se monitoramento regular em tratamentos de longa duração. Não devem tomar este medicamento pacientes com determinadas doenças metabólicas raras (intolerância à frutose ou galactose, má-absorção de glicose-galactose, deficiência de lactase de Lapp ou insuficiência de sacarase-isomaltase). Atenção portadores de doença celíaca ou síndrome celíaca: contém glúten. Atenção diabéticos: contém açúcar.
 - 13/08/2019
Devido a uma possível resposta hipotensora, Isordil deve ser utilizado com precaução em associação a bloqueadores dos canais de cálcio, em pacientes em uso de diuréticos, ou naqueles pacientes em uso de sildenafila. Este medicamento contém LACTOSE. Pacientes com problemas hereditários raros de intolerância à galactose (deficiência Lapp de lactase ou má absorção de glicose-galactose), não devem tomar Isordil , pois ele possui lactose em sua formulação. A eficácia deste medicamento depende da capacidade funcional do paciente.
 - 20/09/2019
Atenção: Este medicamento contém Açúcar (lactose), portanto, deve ser usado com cautela em portadores de Diabetes. Devido à presença da lactose, este medicamento não deve ser utilizado em casos de galactosemia, síndrome de má absorção de glicose e galactose ou deficiência de lactase (doenças metabólicas raras). INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS Informe ao seu médico ou farmacêutico se você está tomando ou tomou recentemente algum outro medicamento.
 - 22/08/2019
Converse com o seu médico sobre os riscos potencias de uma possível gravidez durante o tratamento e sobre métodos contraceptivos eficazes a serem seguidos. Devido à presença de lactose, caso você seja portador de rarosproblemas hereditários de intolerância a lactose, deficiência em Lapp lactase ou má absorção glicose-galactose, você não deve tomar este medicamento. Devido à presença de sacarose, se você apresenta problemas raros hereditários de intolerância à frutose, você não deve tomar este medicamento.
 - 07/03/2007
alergia ao ciprofibrato ou a qualquer componente do produto; devido à presença de lactose, esta medicação é contraindicada em pacientes com deficiência de lactase, galactosemia ou síndrome de má absorção de glicose e galactose. Este medicamento é contraindicado para uso por pacientes com insuficiência severa do fígado ou rins.
 - 13/09/2010
alergia ao ciprofibrato ou a qualquer componente do produto; devido à presença de lactose, esta medicação é contraindicada em pacientes com deficiência de lactase, galactosemia ou síndrome de má absorção de glicose e galactose. Este medicamento é contraindicado para uso por pacientes com insuficiência severa do fígado ou rins.
 - 07/03/2007
Este medicamento é contraindicado para o uso por crianças. Devido a presença da lactose, este medicamento não deve ser utilizado em casos de galactosemia, síndrome de má absorção de glicose e galactose ou deficiência de lactase (doenças metabólicas raras). ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕES Advertências Em caso de insuficiência hepática, os diuréticos tiazídicos relacionados podem causar encefalopatia hepática, particularmente em eventos de desequilíbrio eletrolítico.
 - 23/08/2013
Como este medicamento contém lactose, seu emprego não é recomendado em pacientes com doenças hereditárias raras de intolerância à galactose, deficiência de lactase de Lapp ou má absorção de glicose-galactose. Ereções prolongadas e priapismo (ereção persistente e dolorosa do pênis) foram relatados com bloqueadores alfa-1, incluindo a doxazosina.
 - 28/08/2012
Pacientes que tenham apresentado distúrbios como asma, pólipos nasais (pequenas bolsas de água no nariz), edema de Quincke (inchaço da língua, lábios e face) ou urticária (placas vermelhas na pele com muita coceira) após o uso do ácido acetilsalicílico ou outros agentes anti-inflamatórios. Pacientes com problemas de intolerância a galactose, deficiência de lactase ou má-absorção de glicose/galactose não devem tomar esse medicamento. Pacientes que estejam amamentando. Hipersensibilidade (alergia) a qualquer um dos componentes da fórmula, ao ácido acetilsalicílico ou a outros anti-inflamatórios.
 - 12/08/2019
O bulas.med.br faz parte da plataforma HiDoctor
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).
Mostrar: 10
1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6 - > - >>
1 a 10 (Total: 155)

Outros resultados:

Resultados: 4

Uma pessoa que tenha intolerância ao açúcar manifestará sintomas ante toda variedade de produtos que contenham o produto, como doces, bolos, biscoitos e frutas. A intolerância ao açúcar acontece quando uma das enzimas presentes na mucosa do intestino delgado (lactase, sacarase ou maltase) não é capaz de digerir os açúcares lactose, sacarose ou maltose, dividindo-os em açúcares mais simples, que são então absorvidos pela corrente sanguínea.
Bifidobactéria lactis melhora os níveis de colesterol em mulheres e em pessoas com diabetes tipo 2. 3. Streptococcus thermophilus Os Streptococcus thermophilus produzem a enzima lactase, que o corpo precisa para digerir o açúcar no leite e em outros produtos lácteos, e podem prevenir a intolerância à lactose . 4.
A condição de intestino curto geralmente é irreversível e por isso o tratamento consiste em compensá-la com medicações, adoção de hábitos alimentares favoráveis (evitação de certos alimentos), cirurgia para aumentar o intestino delgado e, por vezes, nutrição parenteral ou enteral . As fórmulas terapêuticas principais incluem anti-diarreicos, suplementação vitamínica, inibidores da bomba de prótons, bloqueadores H2 (visando diminuir o ácido estomacal) e suplementos de lactase . As mudanças de hábitos alimentares devem consistir sobretudo em aumentar a hidratação; dar preferência para carnes brancas.
O leite humano contém de 6 a 8% dessa substância e o leite de vaca de 4 a 6%. O que é a intolerância à lactose? Na maioria dos mamíferos a digestão da lactose (hidrólise) depende da enzima lactase, que é sintetizada pelo intestino durante o período de amamentação e que ajuda no processo de digestão e absorção do leite. Se faltar a lactase, a lactose não pode ser digerida, originando sintomas.
Mostrar: 5
1 a 4 (Total: 4)
  • Entrar
  • Cadastrar