BulasMed - Referências completas de medicamentos

bulas.med.br
Buscar bulas Índice de tópicos
BulasMed
Selecione a bula

Se você tem diabetes mellitus grave com alterações nos vasos sanguíneos; Se você tem anemia falciforme; Se você é alérgico (hipersensibilidade) ao acetato de ciproterona ou qualquer outro componente da formulação.
 - 07/03/2007
A nicotina e o tabaco diminuem os níveis plasmáticos de vitamina C no organismo. Alguns dados sugerem que excessivas doses de vitamina E podem retardar a resposta dos glóbulos vermelhos à suplementação de ferro em casos de anemia em lactantes. O consumo excessivo e, em longo prazo, de álcool está associado a alterações na absorção e no aumento da excreção renal de zinco.
 - 11/04/2019
Elevações reversíveis do BUN (Nitrogênio ureico sangüíneo) e creatinina têm sido reportados. Poderá ocorrer diminuição na hemoglobina e no hematócrito sem associação com sangramento gastrointestinal. Anemia, trombocitopenia e púrpura não trombocitopênica (Henoch - Schonlein), leucopenia e eosinofilia têm sido relatados. Anemia aplástica e hemolítica e epistaxe têm sido raramente reportados.
 - 07/03/2007
Neurológicas: foram relatados cefaléia, aturdimento, tontura, vertigem, hipertensão intracraniana benigna e abaulamento de fontanela, em crianças pequenas. Hematológicas: foram relatadas anemia hemolítica, trombocitopenia, neutropenia e eosinofilia. Outras: a minociclina pode inibir o crescimento esquelético e produzir pigmentação dos ossos, da conjuntiva, da esclera e da glândula tireóide.
 - 07/03/2007
deficiência congênita da glicose-6-fosfato-desidrogenase (risco de hemólise - destruição dos glóbulos vermelhos, o que pode levar a anemia); função da medula óssea insuficiente (ex.: após tratamento que bloqueia a divisão celular) ou doenças do sistema hematopoiético (responsável pela produção das células sanguíneas).
 - 08/08/2019
deficiência congênita da glicose-6-fosfato-desidrogenase (risco de hemólise destruição dos glóbulos vermelhos, o que pode levar a anemia); função da medula óssea insuficiente (ex.: após tratamento que bloqueia a divisão celular) ou doenças do sistema hematopoiético (responsável pela produção das células sanguíneas).
 - 13/08/2019
Baixa contagem de plaquetas (trombocitopenia reversível), que pode causar sangramento ou hematomas com mais facilidade que o normal. Destruição de glóbulos vermelhos e consequentemente anemia, que pode resultar em cansaço, cefaleias (dores de cabeça), falta de ar com a prática de exercícios físicos, vertigem (tonteira), palidez e amarelamento da pele e/ou dos olhos (anemia hemolítica).
 - 05/09/2019
Baixa contagem de plaquetas (trombocitopenia reversível), que pode causar sangramento ou hematomas com mais facilidade que o normal. Destruição de glóbulos vermelhos e consequentemente anemia, que pode resultar em cansaço, cefaleias (dores de cabeça), falta de ar com a prática de exercícios físicos, vertigem (tonteira), palidez e amarelamento da pele e/ou dos olhos (anemia hemolítica).
 - 22/08/2019
sob uso prolongado, podem surgir também discrasias sangüíneas. A literatura a respeito relata casos de trombocitopenia, pancitopenia, agranulocitose, anemia hemolítica e metahemoglobinemia, já tendo sido relatados casos de aplasia medular; o uso prolongado pode provocar necrose papilar renal; reações cutâneas tem sido relatadas e incluem principalmente eritema e urticária.
 - 07/03/2007
Reação rara (ocorre entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento): secreção inapropropiada do hormônio antidiuretico (hormônio que reduz a produção de urina), hiponatremia (concentração anormalmente baixa de íons de sódio no sangue), confusão mental, distúrbio olfativo, boca seca, urticária (coceira), alopecia (queda de cabelo), descamação e vermelhidão na pele (psoríase), insuficiência renal aguda (queda súbita da função dos rins), diminuição da hemoglobina e hematócrito e aumento na bilirrubina sérica. Reação muito rara (ocorre em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento): depressão da medula óssea (diminuição da produção de componentes do sangue), anemia, trombocitopenia (diminuição do número de plaquetas do sangue), leucopenia (diminuição do número de leucócitos do sangue), agranulocitose (diminuição do número de glóbulos brancos do tipo granulócitos no sangue) e anemia hemolítica (anemia com destruição de glóbulos vermelhos no sangue), hipoglicemia (baixa concentração de glicose no sangue), broncoespasmo (contração do músculo liso nas paredes de brônquios e bronquíolos, causando o estreitamento dos mesmos), sinusite pancreatite (inflamação do pâncreas), angioedema intestinal (inchaço do intestino), diaforese (suor excessivo), pênfigo (bolhas na pele), necrólise epidermal tóxica (doença de pele semelhante a uma queimadura de segundo grau), Síndrome de Stevens-Johnson (vermelhidão inflamatória da pele com presença de bolhas), eritema multiforme (vermelhidão inflamatória da pele), pseudolinfoma cutâneo (lesões na pele semelhantes a uma queimadura de segundo grau), oligúria/anúria (diminuição/ausência de micção), hepatite (inflamação do fígado), icterícia (presença de coloração amarela na pele e nos olhos) e insuficiência hepática (mau funcionamento do fígado).
 - 07/03/2007
O bulas.med.br faz parte da plataforma HiDoctor
Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).
Mostrar: 10
<< - « Anteriores - 23 - 24 - 25 - 26 - 27 - 28 - Próximos » - >>
251 a 260 (Total: 2380)

Outros resultados:

Resultados: 244

O que é anemia ferropriva? Como o próprio nome sugere, anemia ferropriva é uma forma de anemia que ocorre devido a uma deficiência de ferro. Estima-se que 90% de todas as anemias sejam causadas por deficiência de ferro.
O que é anemia de Fanconi? A anemia de Fanconi é uma forma rara de anemia que afeta crianças e adultos de todos os grupos étnicos e não deve ser confundida com a síndrome renal, também descrita por Fanconi e que, igualmente, leva o seu nome.
Contudo, esse processo pode sofrer desvios patológicos no sentido de uma hemólise mais acentuada que o normal. O que é anemia hemolítica? Certas condições podem fazer com que a hemólise aconteça com muita rapidez ou com muita frequência. A anemia hemolítica se dá nessas condições.
O que é anemia aplástica? Chama-se anemia aplástica a um quadro clínico raro, porém grave e potencialmente fatal, em que a medula óssea que normalmente produz as células do sangue (hemácias, leucócitos e plaquetas) entra em falência e passa a produzi-las em quantidades insuficientes.
O que é a anemia falciforme? A anemia falciforme (ou drepanocitose) é uma anemia hereditária, transmitida geneticamente, em que as hemácias defeituosas assumem forma semelhante a foices (donde vem o nome da doença), causando deficiência do transporte de oxigênio para os tecidos.
Mostrar: 5
1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6 - Próximos » - >>
1 a 5 (Total: 244)
  • Entrar
  • Cadastrar