DIBENDRIL

LEGRAND

Atualizado em 08/12/2014

Composição de Dibendril

cada pastilha contém: cloridrato de difenidramina 5,00 mg; cloreto de amônio 50,00 mg; citrato de sódio 10,00 mg. Excipiente q.s.p. 1 pastilha. Excipiente pastilha menta (talco, mentol, essência menta, corante amarelo tartrazina 5, corante azul brilhante, dióxido de silício coloidal, sacarose, glicose1). Excipiente pastilha framboesa (talco, mentol, essência framboesa, corante vermelho eritosina 3, dióxido de silício coloidal, sacarose, glicose1). Cada 5 ml de xarope contém: cloridrato de difenidramina 12,50 mg; citrato de sódio 56,25 mg; cloreto de amônio 125,00 mg; mentol 1,00 mg. Veículo q.s.p. 5,00 ml (hidroxietilcelulose, hidróxido de sódio, essência framboesa, benzoato de sódio, corante vermelho ponceaux, corante azul brilhante, ácido cítrico, sacarina2 sódica, ciclamato de sódio, água desmineralizada).

Posologia e Administração de Dibendril

pastilha: cada pastilha de Dibendril deve ser dissolvida lentamente na boca3, sem exceder 2 pastilhas por hora. Xarope: adultos: 1 a 2 colheres das de chá (5 a 10 ml), a cada 2 ou 3 horas. Crianças: ¢ a 1 colher das de chá (2,5 ml a 5 ml), a cada 3 horas.

Precauções de Dibendril

não usar Dibendril em lactantes4, pois pequenas quantidades de difenidramina são excretadas no leite materno e podem provocar excitação ou irritabilidade nos lactentes5.

Reações Adversas de Dibendril

Dibendril pode causar sedação6 (em grau menor que os sedantes), sonolência, inibição da lactação7, secura da boca3, tonteiras e vômitos8.

Contra-Indicações de Dibendril

asma9 aguda, obstrução do colo10 da bexiga11, hipertrofia12 prostática sintomática13, insuficiência hepática14, predisposição à retenção urinária15, predisposição a glaucoma16 de ângulo estreito, primeiro trimestre da gravidez17 e lactação7.

Indicações de Dibendril

tosse, irritação da garganta18 e faringite19. Dibendril alivia a irritação da garganta18 por ação anestésica local e diminui a congestão nasal e brônquica comuns ao resfriado.

Apresentação de Dibendril

caixas com 12 pastilhas. Xarope: frasco com 120 ml.


DIBENDRIL - Laboratório

LEGRAND
Rua Com. Carlo Mario Gardano, 450
São Bernardo do Campo/SP - CEP: 09720-470
Tel: (11 4)339-1677
Fax: (11 4)339-1744

Ver outros medicamentos do laboratório "LEGRAND"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
2 Sacarina: Adoçante sem calorias e sem valor nutricional.
3 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
4 Lactantes: Que produzem leite; que aleitam.
5 Lactentes: Que ou aqueles que mamam, bebês. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).
6 Sedação: 1. Ato ou efeito de sedar. 2. Aplicação de sedativo visando aliviar sensação física, por exemplo, de dor. 3. Diminuição de irritabilidade, de nervosismo, como efeito de sedativo. 4. Moderação de hiperatividade orgânica.
7 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
8 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
9 Asma: Doença das vias aéreas inferiores (brônquios), caracterizada por uma diminuição aguda do calibre bronquial em resposta a um estímulo ambiental. Isto produz obstrução e dificuldade respiratória que pode ser revertida de forma espontânea ou com tratamento médico.
10 Colo: O segmento do INTESTINO GROSSO entre o CECO e o RETO. Inclui o COLO ASCENDENTE; o COLO TRANSVERSO; o COLO DESCENDENTE e o COLO SIGMÓIDE.
11 Bexiga: Órgão cavitário, situado na cavidade pélvica, no qual é armazenada a urina, que é produzida pelos rins. É uma víscera oca caracterizada por sua distensibilidade. Tem a forma de pêra quando está vazia e a forma de bola quando está cheia.
12 Hipertrofia: 1. Desenvolvimento ou crescimento excessivo de um órgão ou de parte dele devido a um aumento do tamanho de suas células constituintes. 2. Desenvolvimento ou crescimento excessivo, em tamanho ou em complexidade (de alguma coisa). 3. Em medicina, é aumento do tamanho (mas não da quantidade) de células que compõem um tecido. Pode ser acompanhada pelo aumento do tamanho do órgão do qual faz parte.
13 Sintomática: 1. Relativo a ou que constitui sintoma. 2. Que é efeito de alguma doença. 3. Por extensão de sentido, é o que indica um particular estado de coisas, de espírito; revelador, significativo.
14 Insuficiência hepática: Deterioração grave da função hepática. Pode ser decorrente de hepatite viral, cirrose e hepatopatia alcoólica (lesão hepática devido ao consumo de álcool) ou medicamentosa (causada por medicamentos como, por exemplo, o acetaminofeno). Para que uma insuficiência hepática ocorra, deve haver uma lesão de grande porção do fígado.
15 Retenção urinária: É um problema de esvaziamento da bexiga causado por diferentes condições. Normalmente, o ato miccional pode ser iniciado voluntariamente e a bexiga se esvazia por completo. Retenção urinária é a retenção anormal de urina na bexiga.
16 Glaucoma: É quando há aumento da pressão intra-ocular e danos ao nervo óptico decorrentes desse aumento de pressão. Esses danos se expressam no exame de fundo de olho e por alterações no campo de visão.
17 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
18 Garganta: Tubo fibromuscular em forma de funil, que leva os alimentos ao ESÔFAGO e o ar à LARINGE e PULMÕES. Situa-se posteriormente à CAVIDADE NASAL, à CAVIDADE ORAL e à LARINGE, extendendo-se da BASE DO CRÂNIO à borda inferior da CARTILAGEM CRICÓIDE (anteriormente) e à borda inferior da vértebra C6 (posteriormente). É dividida em NASOFARINGE, OROFARINGE e HIPOFARINGE (laringofaringe).
19 Faringite: Inflamação da mucosa faríngea em geral de causa bacteriana ou viral. Caracteriza-se por dor, dificuldade para engolir e vermelhidão da mucosa, acompanhada de exsudatos ou não.

Tem alguma dúvida sobre DIBENDRIL?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.