Preço de EPITEZAN em Ann Arbor/SP: R$ 13,58

EPITEZAN

ALLERGAN

Atualizado em 08/12/2014

Composição de Epitezan

acetato de retinol 10.000 UI, aminoácidos 25mg, metionina 5 mg, cloranfenicol 5 mg, excipiente q.s.p. 1 g. Excipiente basicamente constituído de metilparabeno, propilparabeno, álcool cetílico, lanolina, vaselina sólida e cera microcristalina.

Posologia e Administração de Epitezan

aplicar cerca de 1 cm da pomada no saco conjuntival inferior, 3 a 4 vezes ao dia, de acordo com a indicação, ou a critério médico.

Precauções de Epitezan

o uso prolongado de antibióticos pode ocasionalmente favorecer a infecção1 por organismos não sensíveis, inclusive fungos. Raros casos de hipoplasia2 medular, inclusive anemia3 aplástica foram relatados após o uso tópico4 de Cloranfenicol.

Reações Adversas de Epitezan

infecções5 secundárias por germes não sensíveis. Discrasias sangüíneas6.

Contra-Indicações de Epitezan

lesões7 contaminadas por germes resistentes ao cloranfenicol. Hipersensibilidade aos componentes da fórmula.

Indicações de Epitezan

para promover e proteger a epitelização8 e regeneração dos tecidos oculares lesados.

Apresentação de Epitezan

bisnagas com bico oftálmico contendo 3,5 g de pomada.


EPITEZAN - Laboratório

ALLERGAN
Av. Dr. Cardoso de Melo, 1855
São Paulo/SP - CEP: 04548-005
Tel: (11) 829-4575
Site: http://www.allergan.com/

Ver outros medicamentos do laboratório "ALLERGAN"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
2 Hipoplasia: Desenvolvimento defeituoso ou incompleto de tecido ou órgão, geralmente por diminuição do número de células, sendo menos grave que a aplasia.
3 Anemia: Condição na qual o número de células vermelhas do sangue está abaixo do considerado normal para a idade, resultando em menor oxigenação para as células do organismo.
4 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
5 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
6 Discrasias sangüíneas: Qualquer alteração envolvendo os elementos celulares do sangue, glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas.
7 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
8 Epitelização: É uma das fases da cicatrização de feridas, quando a ferida está coberta por células epiteliais. Os macrófagos liberam o fator de crescimento epidérmico (FCE), que estimula a proliferação e a migração das células epiteliais. Os queratinócitos, às margens da ferida e em volta dos folículos pilosos remanescentes, sintetizam a fibronectina, a qual forma uma matriz temporária ao longo da qual as células migram.
Artigos relacionados

Tem alguma dúvida sobre EPITEZAN?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.