CLORANFENICOL Colírio e Solução Otológica

LUPER

Atualizado em 08/12/2014

Composição de Cloranfenicol Colírio1 e Solução Otológica

colírio1: cada ml contém: (D) Treo-cloranfenicolmicronizado 5 mg. Veículo q.s.p. 1 ml. Solução otológica: cada ml contém: (D) treo-cloranfenicol micronizado 10 mg. Veículo q.s.p. 1 ml.

Posologia e Administração de Cloranfenicol Colírio1 e Solução Otológica

colírio1: instilar diretamente no saco conjuntival do olho2 afetado, 2 a 3 gotas, 2 a 3 vezes ao dia, ou de acordo com o critério médico. Solução otológica: 3 instilações diárias no canal auricular afetado.

Indicações de Cloranfenicol Colírio1 e Solução Otológica

colírio1: no tratamento das infecções3 oculares superficiais que afetam a conjuntiva4 e/ou a córnea5, causadas por germes sensíveis ao cloranfenicol. Como medicação profilática após a remoção de corpos estranhos e demais afecções6 traumáticas do olho2. Solução otológica: no tratamento de processos inflamatórios causados por germes sensíveis ao cloranfenicol, no tratamento das otites7 agudas e crônicas.

Apresentação de Cloranfenicol Colírio1 e Solução Otológica

colírio1 e solução otológica: frasco-plástico contendo 10 ml.


CLORANFENICOL Colírio e Solução Otológica - Laboratório

LUPER
Rua Dr. Clementino, 608
São Paulo/SP - CEP: 03059-030
Tel: 0800-551066
Fax: (11)693-0498
Email: sac@luper.com.br
Site: http://www.luper.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "LUPER"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Colírio: Preparação farmacológica líquida na qual se encontram dissolvidas diferentes drogas que atuam na conjuntiva ocular.
2 Olho: s. m. (fr. oeil; ing. eye). Órgão da visão, constituído pelo globo ocular (V. este termo) e pelos diversos meios que este encerra. Está situado na órbita e ligado ao cérebro pelo nervo óptico. V. ocular, oftalm-. Sinônimos: Olhos
3 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
4 Conjuntiva: Membrana mucosa que reveste a superfície posterior das pálpebras e a superfície pericorneal anterior do globo ocular.
5 Córnea: Membrana fibrosa e transparente presa à esclera, constituindo a parte anterior do olho.
6 Afecções: Quaisquer alterações patológicas do corpo. Em psicologia, estado de morbidez, de anormalidade psíquica.
7 Otites: Toda infecção do ouvido é chamada de otite.
Artigos relacionados

Tem alguma dúvida sobre CLORANFENICOL Colírio e Solução Otológica?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.