DIAD

Grupo Cimed

Atualizado em 08/12/2014

DIAD    

CLASSE TERAPÊUTICA1: HORMÔNIOS - CONTRACEPÇÃO2 DE EMERGÊNCIA3
PRINCÍPIO ATIVO: LEVONORGESTREL 0,75mg

Forma Farmacêutica e Apresentação de Diad

Comprimido: Caixa com 2 comprimidos

Composição de Diad

Cada comprimido contém: Levonorgestrel 0,75 mg

Indicação de Diad

Levonorgestrel é um contraceptivo de emergência3 que pode ser usado para prevenir a gravidez4 se tomado dentro de 72 horas (três dias) após coito desprotegido ou um acidente contraceptivo.

Contra-Indicações de Diad

Com exceção de uma gravidez4 existente, não há nenhuma contra-indicação médica conhecida para o uso de levonorgestrel para a contracepção2 de emergência3.

Posologia de Diad

Um comprimido de levonorgestrel deve ser tomado assim que conveniente, mas não mais que 72 horas após o coito desprotegido. O segundo comprimido deve ser tomado 12 horas após a primeira dose.

Referência de Diad

Postinor*
*Marca registrada do laboratório Aché

Ao persistirem os sintomas5, o médico deverá ser consultado.

Reg. MS. 1.4381.0088

DIAD - Laboratório

Grupo Cimed
Av. Coronel Armando Rubens Storino, 2750
Pouso Alegre/MG - CEP: 37550 000
Tel: 0800-704 4647
Site: http://www.grupocimed.com.br/
CNPJ: 02.814.497/0002-98

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
2 Contracepção: Qualquer processo que evite a fertilização do óvulo ou a implantação do ovo. Os métodos de contracepção podem ser classificados de acordo com o seu objetivo em barreiras mecânicas ou químicas, impeditivas de nidação e contracepção hormonal.
3 Emergência: 1. Ato ou efeito de emergir. 2. Situação grave, perigosa, momento crítico ou fortuito. 3. Setor de uma instituição hospitalar onde são atendidos pacientes que requerem tratamento imediato; pronto-socorro. 4. Eclosão. 5. Qualquer excrescência especializada ou parcial em um ramo ou outro órgão, formada por tecido epidérmico (ou da camada cortical) e um ou mais estratos de tecido subepidérmico, e que pode originar nectários, acúleos, etc. ou não se desenvolver em um órgão definido.
4 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
5 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.

Tem alguma dúvida sobre DIAD?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.