Cewin (Efervescente 2 g)

SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA

Atualizado em 27/12/2019

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

Cewin®
ácido ascórbico
Comprimido efervescente 2 g

FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO

Comprimido efervescente
Embalagem com 10 comprimidos

USO ORAL
USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 10 ANOS

COMPOSIÇÃO

Cada comprimido de Cewin® contém:

ácido ascórbico 2000 mg
excipiente q.s.p. 1 comprimido

Excipientes: ácido cítrico anidro, bicarbonato de sódio, benzoato de sódio, macrogol 6000, amido de milho, lactose monoidratada, aspartamo, aroma de laranja, corante amarelo crepúsculo FDC 6 e corante tartrazina FDC 5.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUÊ ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Este medicamento é destinado ao tratamento de todos os estados em que há deficiência ou aumento das necessidades de vitamina C no organismo. Está também indicado como auxiliar do sistema imunológico (sistema de defesa contra infecções) e ainda nas fases de crescimento.

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

Cewin é um medicamento que possui em sua fórmula uma substância denominada ácido ascórbico ou vitamina C. Cewin combate a deficiência desta vitamina no organismo e auxilia nas funções do sistema imunológico (sistema de defesa contra infecções) e nas fases de crescimento.

Tempo médio de início de ação: Tempo para pico de concentração plasmática do ácido ascórbico após ingestão oral é de 2 a 3 horas.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Cewin não deve ser utilizado por pacientes com reconhecida hipersensibilidade (alergia) ao ácido ascórbico ou a qualquer outro componente do produto e em pacientes com cálculo nos rins acompanhada por oxalúria (presença de oxalatos ou ácido oxálico - substâncias que formam os cálculos renais - na urina).

Este medicamento é contraindicado para uso em pacientes com insuficiência renal severa (redução grave da função dos rins).

Este medicamento é contraindicado para menores de 10 anos.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕES

Nos diabéticos as doses de vitamina C podem interferir nos testes de avaliação da glicose na urina sem alterar a glicose no sangue e nestes casos o uso de Cewin deve ser interrompido pelo menos 7 dias antes do exame.

A vitamina C pode aumentar a excreção de ferro com o uso de desferoxamina. O uso da vitamina C pode alterar ainda o resultado de alguns outros exames de laboratório (sangue oculto nas fezes, desidrogenase lática, transaminases e bilirrubina).

O ácido ascórbico deve ser descontinuado antes do exame de sangue oculto nas fezes.

Aconselha-se precaução se você possui:

  • Metabolismo de ferro prejudicado (por exemplo, hemossiderose (depósitos anormais de hemoglobina ((proteína que contém ferro presente nos glóbulos vermelhos)), hemocromatose (acúmulo de ferro nos tecidos)).
  • Hiperoxalúria (síndrome na qual é depositado oxalato de cálcio no trato urinário e rins) e história de cálculos renais de oxalato (hiperoxalúria ocorre com altas doses de ácido ascórbico)

Gravidez e amamentação

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

Cewin passa a barreira placentária. Quando doses de Cewin, acima da faixa terapêutica, foram utilizadas durante a gravidez, sintomas diferentes de avitaminose (carência de vitaminas) foram observados em alguns recém-nascidos.

Ácido ascórbico é excretado no leite materno.

Populações especiais

Em pacientes com insuficiência renal, Cewin deve ser utilizado somente com orientação e supervisão médica.

Nas dietas com restrição de sódio considerar que cada comprimido efervescente de 2 g contém 0,24 g de sódio por comprimido. Em pacientes com fenilcetonúria, considerar que Cewin efervescente de 2 g contém 0,070 g de aspartamo por comprimido.

ATENÇÃO FENILCETONÚRICOS: CONTÉM FENILALANINA

Este produto contém o corante amarelo de TARTRAZINA que pode causar reações de natureza alérgica, entre as quais asma brônquica, especialmente em pessoas alérgicas ao ácido acetilsalicílico.

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS

Em pacientes em uso de indivavir (substância para tratamento da AIDS) e doses elevadas de vitamina C, reduziu-se significativamente a concentração sérica (no sangue) de indinavir.

O uso de mais de 500mg de Cewin com deferoxamina pode causar comprometimento da função cardíaca.

Informe ao seu médico o se você está fazendo uso de algum outro medicamento

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Cuidados de conservação

Cewin deve ser mantido em sua embalagem original, em temperatura ambiente (entre 15 e 30ºC). Proteger da umidade.

A VITAMINA C, QUANDO EXPOSTA AO AR E À UMIDADE, PODE TER SUA COLORAÇÃO ALTERADA. PRESERVE A INTEGRIDADE DA EMBALAGEM.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características físicas e organolépticas

Comprimido redondo, de cor alaranjada com alguns pontos brancos e odor característico de laranja.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Os comprimidos devem ser completamente dissolvidos em água antes de tomar por via oral. Comprimidos efervescente 2 g: 1 comprimido ao dia dissolvido em água.

Cewin Vitamina C 2000 mg/comprimido efervescente

Crianças acima de 10 anos e Adultos

Posologia diária recomendada

IDR*

% IDR

2000 mg

45 mg

4444,44 %

*Ingestão Diária Recomendada

Não há estudos dos efeitos de Cewin administrado por vias não recomendadas. Portanto, por segurança e para garantir a eficácia deste medicamento, a administração deve ser somente por via oral, conforme recomendado pelo médico.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento de seu médico

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Caso esqueça-se de administrar uma dose, administre-a assim que possível. No entanto, se estiver próximo do horário da dose seguinte, espere por este horário, respeitando sempre o intervalo determinado pela posologia. Nunca devem ser administradas duas doses ao mesmo tempo.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

Reação muito comum (ocorre em mais de 10% dos pacientes que utilizam este medicamento). Reação comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento). Reação incomum (ocorre entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento). Reação rara (ocorre entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento). Reação muito rara (ocorre em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento).

Com administração de altas doses por tempo prolongado, existe a rara possibilidade de ocorrer escorbuto de rebote(interrupção inesperada do tratamento com altas doses de vitamina C, que pode ocasionar sintomas como irritabilidade, cansaço, depressão, dor durante os movimentos, perda de apetite e a incapacidade de ganhar peso), distúrbios digestivos, eritema (manchas avermelhadas na pele), cefaléia (dor de cabeça), aumento da diurese (aumento das vezes que urina) e litíase oxálica ou úrica (formação de cálculos no sistema urinário. A composição destes cálculos e os sintomas que provocam variam de acordo com sua localização no sistema urinário (rins, ureteres, bexiga)) e em pacientes com insuficiência renal (nos rins) e naqueles predispostos à calculose (tendência ou facilidade de formar cálculo ou “pedra”).

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também a empresa através do seu serviço de atendimento.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

Embora a vitamina C não seja tóxica e possua boa tolerabilidade no organismo, no caso de ingestão acidental ou intencional de elevadas doses (3 g ou mais) podem acarretar náuseas, vômitos e diarréia. Caso estas reações ocorram e haja suspeita de superdose, na terapêutica deverá ser avaliado o tempo de ingestão e as possíveis condutas são: hidratação, lavagem gástrica, uso de carvão ativado e monitorização.

Anemia hemolítica (diminuição do número de glóbulos vermelhos do sangue em decorrência da destruição prematura dos mesmos), cálculos renais (pedra nos rins) de oxalato e insuficiência renal podem aparecer muito raramente em caso de superdose.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

DIZERES LEGAIS


VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA
 

MS 1.1300.1013
Farm. Resp.: Silvia Regina Brollo CRF-SP 9.815

Registrado por:
Sanofi-Aventis Farmacêutica Ltda.
Av. Mj. Sylvio de M. Padilha, 5200 – São Paulo – SP
CNPJ 02.685.377/0001-57

Fabricado por:
Sanofi-Aventis Farmacêutica Ltda.
Rua Conde Domingos Papaiz, 413 – Suzano – SP
CNPJ 02.685.377/0008-23
Indústria Brasileira
® Marca Registrada


SAC 0800 701 0014

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

Artigos relacionados

Tem alguma dúvida sobre Cewin (Efervescente 2 g)?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.