NITRILENO

LIBBS

Atualizado em 09/12/2014

NITRILENO

Nitrofural
Cloridrato de Nafazolina

USO ADULTO E EM CRIANÇAS ACIMA DE 12 ANOS

Composição e Apresentação do Nitrileno

Cada mL contém:Nitrofural....................0,20 mg
Cloridrato de Nafazolina....................1,00 mg
Veículo: (glicose1, metilparabeno, propilparabeno, clorobutanol e água deionizada)..q.s.p.1,00 mL
Cartucho contendo frasco nebulizador com 15 mL de solução nasal.

Informações ao Paciente do Nitrileno

Este medicamento deve ser conservado à temperatura ambiente, entre a 15 e 30ºC, protegido da luz e
umidade. O prazo de validade é de dois anos após a data de fabricação impressa no cartucho e embalagem
interna. Não utilize o produto após o prazo de validade, sob o risco de não produzir os efeitos
esperados. A ação de NITRILENO (nitrofural e nafazolina) se evidencia em cerca 5 minutos. O efeito
descongestionante dura aproximadamente 6 horas.
Informe seu médico se estiver grávida ou amamentando.
NITRILENO (nitrofural e nafazolina) é geralmente bem tolerado, entretanto, em função da sensibilidade
individual, podem ocorrer reações desagradáveis, tais como: irritação local, náusea2 e dor cabeça3.
Caso ocorra alguma reação desagradável no curso do tratamento, informe seu médico.
Informe-o também se estiver usando qualquer outro medicamento.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO
PARA A SUA SAÚDE4.

Informações Técnicas do Nitrileno

O nitrofural apresenta ação bactericida e bacteriostática para uma grande variedade de microorganismos   presentes nas infecções5 nasais e pré-nasais como estreptococos, estafilococos,  pneumococos, e bacilos   diftéricos.O cloridrato de nafazolina é um vasoconstritor com atividade alfa-adrenérgica, seu efeito manifesta-se   rapidamente e prolonga-se por aproximadamente 6 horas.

Indicações do Nitrileno

Vasoconstritor com ação bactericida e bacteriostática, indicado no tratamento de resfriados e afecções6   da mucosa7 nasal.

Contra-Indicações do Nitrileno

Glaucoma8.Hipersensibilidade a qualquer componente da fórmula.
Não deve ser usado após cirurgias oronasais em que ocorra exposição de dura-máter9.

Precauções do Nitrileno

O produto não é indicado para uso contínuo por períodos prolongados, por exemplo, em resfriados
crônicos. O uso prolongado pode levar à congestão nasal de rebote.
Deve ser usado com cuidado em pacientes hipertensos, em pacientes portadores de distúrbios
cardiovasculares, diabetes mellitus10, hipertireoidismo11 e insônia.

Interações Medicamentosas do Nitrileno

O uso concomitante de NITRILENO (nitrofural e nafazolina) e inibidores da monoaminoxidase12 podeoriginar crises hipertensivas. Não usar NITRILENO (nitrofural e nafazolina) antes de decorrer 14 dias
da suspensão do tratamento com IMAO13.
Deve-se ter cautela com pacientes que estejam tomando drogas anti-hipertensivas, pois pode ocorrer
redução de seu efeito.

Reações Adversas do Nitrileno

É raro, mas pode ocorrer irritação local, dor de cabeça3 e náusea2.
O uso crônico14 pode causar alterações no epitélio15 ciliar nasal.

Posologia do Nitrileno

Nebulizar o produto em cada narina à noite, ao deitar-se, e de manhã, ao levantar-se. Se necessáriopode-se aplicar mais uma dose no intervalo ou segundo critério médico. Não exceder 4 aplicações por
dia.

Superdosagem do Nitrileno

A superdosagem por uso local ou ingestão acidental pode apresentar os seguintes sintomas16: diminuição
da temperatura corpórea, sonolência, bradicardia17, cansaço, transpiração18 intensa, pupilas dilatadas.
Em caso de superdosagem o paciente deve ser encaminhado ao médico imediatamente.

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.
Data de fabricação, lote e validade: VIDE CARTUCHO
Reg. MS nº 1.0033.0026
Farmacêutico Responsável: Dr. Lupércio Calefe - CRF - SP nº 6933

Serviço de Atendimento LIBBS
0800-135044

LIBBS FARMACÊUTICA LTDA.
Rua Raul Pompéia, 1071 - São Paulo - SP - CEP 05025-011
CNPJ. 61.230.314/0001-75
INDÚSTRIA BRASILEIRA


NITRILENO - Laboratório

LIBBS
Rua Raul Pompéia, 1103
São Paulo/SP - CEP: 05025-011
Tel: (11 3)676-0655
Fax: (11 )864-6150
Email: libbs@libbs.com.br
Site: http://www.libbs.com.br/
08000-135044

Ver outros medicamentos do laboratório "LIBBS"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
2 Náusea: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
3 Cabeça:
4 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
5 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
6 Afecções: Quaisquer alterações patológicas do corpo. Em psicologia, estado de morbidez, de anormalidade psíquica.
7 Mucosa: Tipo de membrana, umidificada por secreções glandulares, que recobre cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
8 Glaucoma: É quando há aumento da pressão intra-ocular e danos ao nervo óptico decorrentes desse aumento de pressão. Esses danos se expressam no exame de fundo de olho e por alterações no campo de visão.
9 Dura-Máter: A mais externa das três MENINGES, uma membrana fibrosa de tecido conjuntivo que cobre o encéfalo e cordão espinhal.
10 Diabetes mellitus: Distúrbio metabólico originado da incapacidade das células de incorporar glicose. De forma secundária, podem estar afetados o metabolismo de gorduras e proteínas.Este distúrbio é produzido por um déficit absoluto ou relativo de insulina. Suas principais características são aumento da glicose sangüínea (glicemia), poliúria, polidipsia (aumento da ingestão de líquidos) e polifagia (aumento da fome).
11 Hipertireoidismo: Doença caracterizada por um aumento anormal da atividade dos hormônios tireoidianos. Pode ser produzido pela administração externa de hormônios tireoidianos (hipertireoidismo iatrogênico) ou pelo aumento de uma produção destes nas glândulas tireóideas. Seus sintomas, entre outros, são taquicardia, tremores finos, perda de peso, hiperatividade, exoftalmia.
12 Inibidores da monoaminoxidase: Tipo de antidepressivo que inibe a enzima monoaminoxidase (ou MAO), hoje usado geralmente como droga de terceira linha para a depressão devido às restrições dietéticas e ao uso de certos medicamentos que seu uso impõe. Deve ser considerada droga de primeira escolha no tratamento da depressão atípica (com sensibilidade à rejeição) ou agente útil no distúrbio do pânico e na depressão refratária. Pode causar hipotensão ortostática e efeitos simpaticomiméticos tais como taquicardia, suores e tremores. Náusea, insônia (associada à intensa sonolência à tarde) e disfunção sexual são comuns. Os efeitos sobre o sistema nervoso central incluem agitação e psicoses tóxicas. O término da terapia com inibidores da MAO pode estar associado à ansiedade, agitação, desaceleração cognitiva e dor de cabeça, por isso sua retirada deve ser muito gradual e orientada por um médico psiquiatra.
13 IMAO: Tipo de antidepressivo que inibe a enzima monoaminoxidase (ou MAO), hoje usado geralmente como droga de terceira linha para a depressão devido às restrições dietéticas e ao uso de certos medicamentos que seu uso impõe. Deve ser considerada droga de primeira escolha no tratamento da depressão atípica (com sensibilidade à rejeição) ou agente útil no distúrbio do pânico e na depressão refratária. Pode causar hipotensão ortostática e efeitos simpaticomiméticos tais como taquicardia, suores e tremores. Náusea, insônia (associada à intensa sonolência à tarde) e disfunção sexual são comuns. Os efeitos sobre o sistema nervoso central incluem agitação e psicoses tóxicas. O término da terapia com inibidores da MAO pode estar associado à ansiedade, agitação, desaceleração cognitiva e dor de cabeça, por isso sua retirada deve ser muito gradual e orientada por um médico psiquiatra.
14 Crônico: Descreve algo que existe por longo período de tempo. O oposto de agudo.
15 Epitélio: Epitélio ou tecido epitelial é um tecido constituído por células justapostas, ou seja, intimamente unidas entre si. Sua principal função é revestir a superfície externa do corpo, os órgãos e as cavidades corporais internas. Os epitélios são eficientes barreiras contra a entrada de agentes invasores e a perda de líquidos corporais. Eles têm também funções secretoras, sensoriais e de absorção. O tecido epitelial é um dos quatro tipos de tecidos básicos do nosso organismo, juntamente com os tecidos conjuntivo, muscular e nervoso.
16 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
17 Bradicardia: Diminuição da freqüência cardíaca a menos de 60 batimentos por minuto. Pode estar associada a distúrbios da condução cardíaca, ao efeito de alguns medicamentos ou a causas fisiológicas (bradicardia do desportista).
18 Transpiração: 1. Ato ou efeito de transpirar. 2. Em fisiologia, é a eliminação do suor pelas glândulas sudoríparas da pele; sudação. Ou o fluido segregado pelas glândulas sudoríparas; suor. 3. Em botânica, é a perda de água por evaporação que ocorre na superfície de uma planta, principalmente através dos estômatos, mas também pelas lenticelas e, diretamente, pelas células epidérmicas.

Tem alguma dúvida sobre NITRILENO?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.