Catuama

LABORATORIO CATARINENSE LTDA

Atualizado em 24/08/2020

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

Catuama®
Trichilia catigua A. Juss. e Associações
Cápsula e Solução oral

Medicamento Fitoterápico
Nomenclatura e parte da planta utilizada:
Catuaba: Trichilia catigua A. Juss. – Meliaceae – casca
Guaraná: Paullinia cupana H.B.K. – Sapindaceae – semente
Muirapuama: Ptychopetalum olacoides Bentham – Olacaceae – raiz
Gengibre: Zingiber officinale Roscoe –  Zingiberaceae – rizoma

FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO:

Solução oral
Frasco plástico transparente âmbar com 500 mL

Cápsulas gelatinosas duras
Cartucho com 2 blisters de 15 unidades

VIA ORAL
USO ADULTO

COMPOSIÇÃO:

Cada 25 mL de Catuama® solução oral contém:

extrato fluido de Guaraná [equivalente a 40 mg de cafeína (marcador)] 1,250 mL
extrato fluido de Catuaba [equivalente a 74 mcg de beta-sitosterol (marcador)] 0,875 mL
extrato fluido de Muirapuama [equivalente a 104 mcg de lupeol (marcador)] 0,875 mL
alcoolatura de Gengibre [equivalente a 120 mcg de gingerol e gingerdionas (marcadores)] 0,200 mL
veículo q.s.p. 25 mL

Veículo: açúcar1, metilparabeno, caramelo, vanilina e água purificada.


Cada cápsula de Catuama® contém:

extrato seco de Guaraná [equivalente a 20 mg de cafeína (marcador)] 125,0 mg
extrato seco de Catuaba [equivalente a 37 mcg de beta-sitosterol (marcador)] 87,5 mg
extrato seco de Muirapuama [equivalente a 52 mcg de lupeol (marcador)] 87,5 mg
extrato seco de Gengibre [equivalente a 60 mcg de gingerol e gingerdionas (marcadores)] 10,0 mg
excipiente q.s.p. 1 cápsula

Excipientes: dióxido de silício coloidal.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

Ação do medicamento

Catuama® é um medicamento fitoterápico composto por plantas com reconhecidas propriedades estimulantes do sistema nervoso central2, cardiotônicas e vasodilatadores.

Dos componentes catuaba - Trichilia catigua A.Juss., guaraná - Paullinia cupana H.B.K. e muirapuama - Ptychopetalum olacoides Bentham, obtém-se efeitos estimulantes do sistema nervoso3 que combatem as estafas físicas e mentais. Do gengibre - Zingiber officinale Roscoe, além de propriedades estimulantes, obtém-se também o aumento da contração muscular que favorece a ação cardiotônica do produto. A sinergia dos componentes dessa fórmula foi testada em estudos em animais e humanos, comprovando as atividades estimulante do sistema nervoso central2 e cardiotônica do produto Catuama®.

Estudos experimentais farmacológicos confirmaram as indicações do produto Catuama®. A análise farmacológica pré-clínica revelou que o produto Catuama®, atuando no sistema nervoso central2, aumentou a movimentação espontânea dos animais, bem como a latência4 do sono barbitúrico, sem interferir na coordenação motora dos mesmos. Nos testes realizados in vitro, o produto Catuama® causou um efeito vasodilatador dependente da integridade do endotélio vascular5 e também da liberação de óxido nítrico. O produto Catuama® tem efeito positivo sobre o inotropismo e o cronotropismo cardíacos. Em outro estudo realizado com o produto Catuama®, os resultados demonstraram que a sua ação vasorelaxante parece ser devida aos princípios ativos presentes principalmente no guaraná e na catuaba. Esses resultados contribuem para explicar os efeitos benéficos do produto Catuama® no tratamento dos distúrbios cardiovasculares (efeito cardiotônico).

O tempo médio de início da ação do medicamento vai depender das condições de cada organismo.

Resultados de eficâcia: Até o momento não foram encontrados dados de percentagem de cura ou prevenção do produto no uso como medicação estimulante no tratamento das estafas mentais e físicas.

Indicações do medicamento

Catuama® é indicado como medicação estimulante no tratamento das estafas mentais e físicas (astenia6).

Contra-indicações

O Catuama® não deve ser usado por pacientes com hipersensibilidade conhecida aos componentes da fórmula.

Não se recomenda a administração do Catuama® à noite por seu efeito estimulante que pode aumentar a latência4 do sono.

Gravidez7 e Lactação8

Não recomendamos o uso de Catuama® durante a gravidez7 e lactação8.

Não deve ser utilizado durante a gravidez7, lactação8 e para pacientes9 com hipersensibilidade à droga ou a seus componentes.

Categoria C: Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Populações especiais

Catuama® é bem tolerado e não apresenta efeitos colaterais10 relevantes, inclusive quando administrado para idosos.

Interações medicamentosas

Pacientes usando outros medicamentos contendo xantinas, devem ser avisados que a associação desses medicamentos com Catuama® pode potencializar seu efeito estimulante.

Este medicamento não deve ser utilizado por via de administração não recomendada.

Este medicamento é contra-indicado na faixa etária menor de 12 anos.

Informe ao médico ou cirurgião-dentista o aparecimento de reações indesejáveis.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Cuidados de conservação e uso

Catuama® deve ser guardado em sua embalagem original, à temperatura ambiente [15ºC a 30ºC].

Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.

Para consulta do prazo de validade: vide cartucho.

Características físicas e organolépticas do produto

O Catuama® solução oral apresenta-se como um líquido móvel, translúcido, de cor castanho avermelhado e com odor aromático característico. Seu sabor é doce, agradável, com final levemente amargo.

O Catuama® cápsulas apresenta-se em cápsulas gelatinosas dura de coloração vinho, contendo um pó granulado fino e homogêneo, de cor castanho avermelhado e com odor característico.

Antes de usar observe o aspecto do medicamento.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Posologia

A solução oral e a cápsula devem ser ingeridas por via oral. Este medicamento não poder ser partido ou mastigado.

A posologia do Catuama® solução oral foi estabelecida em 25 mL, 2 vezes ao dia, antes das refeições (dosador incluído).

A posologia do Catuama® cápsulas foi estabelecida em 1 a 2 cápsulas, 2 vezes ao dia, antes das refeições.

Informações importantes sobre um dos componentes do medicamento

Não se recomenda o uso do Catuama® solução oral por diabéticos devido a presença de AÇÚCAR1 na sua formulação.

A eficácia deste medicamento depende da capacidade funcional do paciente.

Reações adversas

Catuama® é bem tolerado e nas doses terapêuticas descritas na posologia, estudos clínicos demonstraram que o Catuama® não causou nenhum efeito tóxico notável.

Conduta em caso de superdosagem

A administração de altas doses pode levar a vômito11, dor de cabeça12, falta de sono e diarréia13.

Se ocorrer ingestão acidental do produto em doses excessivas, deve-se procurar orientação médica e deve ser considerado o esvaziamento gástrico logo após o acidente.

DIZERES LEGAIS


Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas14 procure orientação médica.
 

M.S. 1.0066.0015.002-9
M.S. 1.0066.0015.005-9
Farm. Resp.: T. Fujii - CRF-SC Nº 947

Laboratório Catarinense S.A.
Rua Dr. João Colin, 1053
89204-001 - Joinville - SC
CNPJ 84.684.620/0001-87
Indústria Brasileira


SAC 0800 474222

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Açúcar: 1. Classe de carboidratos com sabor adocicado, incluindo glicose, frutose e sacarose. 2. Termo usado para se referir à glicemia sangüínea.
2 Sistema Nervoso Central: Principais órgãos processadores de informação do sistema nervoso, compreendendo cérebro, medula espinhal e meninges.
3 Sistema nervoso: O sistema nervoso é dividido em sistema nervoso central (SNC) e o sistema nervoso periférico (SNP). O SNC é formado pelo encéfalo e pela medula espinhal e a porção periférica está constituída pelos nervos cranianos e espinhais, pelos gânglios e pelas terminações nervosas.
4 Latência: 1. Estado, caráter daquilo que se acha latente, oculto. 2. Por extensão de sentido, é o período durante o qual algo se elabora, antes de assumir existência efetiva. 3. Em medicina, é o intervalo entre o começo de um estímulo e o início de uma reação associada a este estímulo; tempo de reação. 4. Em psicanálise, é o período (dos quatro ou cinco anos até o início da adolescência) durante o qual o interesse sexual é sublimado; período de latência.
5 Endotélio Vascular: Camada única de células que alinha-se na superfície luminal em todo o sistema vascular. Regulam o transporte de macromoléculas e componentes do sangue do interstício ao lúmem. Sua função tem sido mas amplamente estudada nos capilares sangüíneos.
6 Astenia: Sensação de fraqueza, sem perda real da capacidade muscular.
7 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
8 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
9 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
10 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
11 Vômito: É a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Pode ser classificado como: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
12 Cabeça:
13 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
14 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.

Tem alguma dúvida sobre Catuama?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.