CÁSCARA SAGRADA HERBARIUM

HERBARIUM LABORATÓRIO BOTÂNICO LTDA.

Atualizado em 03/06/2015

CÁSCARA SAGRADA HERBARIUM

Leia com atenção antes de usar o produto

MEDICAMENTO FITOTERÁPICO TRADICIONAL

Apresentação da Cáscara Sagrada Herbarium

Embalagem com 3 blísters contendo 15 cápsulas cada.

USO ADULTO

Composição da Cáscara Sagrada Herbarium


Cada cápsula contém, em média:
Cáscara Sagrada em pó....................250 mg

Nomenclatura Botânica Oficial da Cáscara Sagrada Herbarium

Rhamnus purshiana D.C., rhamnaceae.

Parte Utilizada da Planta da Cáscara Sagrada Herbarium


Casca.

Informação ao Paciente da Cáscara Sagrada Herbarium

Este medicamento deve ser guardado ao abrigo da luz, do calor e da umidade.
Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de
validade indicado na embalagem.
O prazo de validade do produto é de 36 meses a partir da data de fabricação.
Não tome medicamento com o prazo de validade vencido, pode ser perigoso para a sua saúde1.
Informe seu médico a ocorrência de gravidez2 na vigência do tratamento ou após o seu término.
Informar ao médico se está amamentando.
Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do
tratamento.
Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.
Em caso de hipersensibilidade ao produto, descontinuar o uso e procurar orientação médica.
Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante
o tratamento.
NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO, PODE SER PREJUDICIAL
A SUA SAÚDE1.

Informação Técnica da Cáscara Sagrada Herbarium


Os constituintes da Cáscara Sagrada são caracterizados pelos derivados antraquinônicos, especialmente
os cascarosídeos. As drogas contendo antraquinonas apresentam ação catártica (purgativa),
o que faz com que a Cáscara Sagrada seja utilizada como laxativa há muitos anos.
Após a ingestão do fármaco3, os glicosídeos antraquinônicos são degradados no cólon4, através
das enzimas bacterianas, em antronas (metabólitos5 laxativos6). As antronas atuam sobre a mucosa7
intestinal, aumentando o movimento peristáltico8 e facilitando a eliminação das fezes.

Indicações da Cáscara Sagrada Herbarium

Constipação9 ocasional, discinesia hepatobiliar10.
Limpeza intestinal prévia à cirurgia.

Contra-Indicações da Cáscara Sagrada Herbarium


Constipação9 crônica: os laxantes11 catárticos, quando se empregam de forma habitual são um fator
perpetuador da constipação9.
Abdomen agudo12.
Gravidez2, lactação13, crianças menores de 6 anos. Menstruação14, estados inflamatórios intestinais ou
uterinos, cistites. Hemorróidas15 (provoca irritação, ainda que freqüentemente se considere uma indicação
ao provocar a defecação e reduzir a pressão sobre as hemorróidas15). Insuficiência hepática16, renal17
ou cardíaca, tratamento com cardiotônicos (a hipopotassemia18 pode potencializar a sua ação).
Obstrução intestinal e estenoses19, atonia, doenças inflamatórias do cólon4 (por exemplo doença de
Crohn, colite20 ulcerativa), apendicite21; dor abdominal de origem não conhecida, estados de desidratação22
severa com depleção23 de água e eletrólito24.
Crianças abaixo de 10 anos.

Precauções da Cáscara Sagrada Herbarium

Como para todos os laxativos6, a Cáscara não deve ser administrada quando sintomas25 agudos não
diagnosticados ou abdominais persistentes estejam presentes.
Se os laxativos6 forem necessários todos os dias a causa da constipação9 deve ser investigada.
Longos períodos de uso de laxativos6 devem ser evitados. O uso por mais que 2 semanas requer
supervisão médica. O uso crônico26 pode causar pigmentação do colon4 (pseudomelanosis coli) a
qual é inofensiva e reversível depois da descontinuação da droga. O abuso pode causar diarréia27 e
conseqüente perda de eletrólito24 e fluído: dependência com necessária possibilidade de dosagens
aumentadas; desequilíbrio hídrico e de eletrólitos28 (principalmente hipocalemia29); um cólon4 atônico
com a função enfraquecida. A ingestão de laxantes11 contendo antranóides por mais que um curto
período de tempo pode resultar em uma agravação da constipação9. A hipocalemia29 pode resultar
em disfunção cardíaca e neuromuscular, especialmente se glicosídeos cardiotônicos, diuréticos30 ou
corticosteróides são ingeridos. O uso crônico26 pode resultar em albuminúria31 e hematúria32.

- INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS

A hipocalemia29 (resultando do abuso do laxante33 por longo período) potencializa a ação dos glicosídeos
cardíacos e interage com drogas antiarrítmicas ou com drogas as quais induzem a reversão
rítmica (por exemplo quinidina). O uso concomitante com outras drogas que induzem hipocalemia29
(por exemplo diuréticos30 tiazídicos, adrenocorticosteróides e raiz de alcaçúz) pode agravar o desequilíbrio
de eletrólitos28.

Reações Adversas da Cáscara Sagrada Herbarium


Doses excessivas ou o seu uso em pessoas com uma maior sensibilidade à droga, podem produzir
cólicas34 intestinais e vômitos35.

Posologia da Cáscara Sagrada Herbarium

Ingerir 2 cápsulas no meio da tarde ou antes de dormir. O efeito se produz depois de oito a dez
horas.
Duração da administração: laxantes11 não devem ser usados por períodos maiores que 2 semanas
sem advertência médica.

Superdosagem da Cáscara Sagrada Herbarium


A maioria dos sintomas25 são cólicas34 e diarréias severas com conseqüente perda de fluídos e eletrólitos28,
os quais devem ser repostos. O tratamento deve ser mantido com quantidades generosas
de fluídos. Eletrólitos28, especialmente potássio, devem ser monitorados; isto é particularmente
importante para os idosos e jovens.

Pacientes Idosos da Cáscara Sagrada Herbarium

Seguir as mesmas recomendações sugeridas aos adultos.

Efeitos na Operação de Veículos e Máquinas da Cáscara Sagrada Herbarium


Não relatados.

Precauções de Armazenamento da Cáscara Sagrada Herbarium


Manter o produto ao abrigo da luz solar, do calor e da umidade.

HERBARIUM LABORATÓRIO BOTÂNICO LTDA.
Av. Santos Dumont, 1111 Colombo - PR •  CNPJ 78.950.011/0001-20 •  Indústria Brasileira.
Farmacêutica resp.: Dra. Anny M. M. Trentini CRF PR-4081
MS: 1.1860.0009

ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800 723 8383

CÁSCARA SAGRADA HERBARIUM - Laboratório

HERBARIUM LABORATÓRIO BOTÂNICO LTDA.
Av. Santos Dumont, 1111
Colombo/PR
Tel: 0800 723 8383
Site: http://www.herbarium.net
CNPJ 78.950.011/0001-20
Indústria Brasileira.

Ver outros medicamentos do laboratório "HERBARIUM LABORATÓRIO BOTÂNICO LTDA."

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
2 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
3 Fármaco: Qualquer produto ou preparado farmacêutico; medicamento.
4 Cólon:
5 Metabólitos: Qualquer composto intermediário das reações enzimáticas do metabolismo.
6 Laxativos: Mesmo que laxantes. Que laxa, afrouxa, dilata. Medicamentos que tratam da constipação intestinal; purgantes, purgativos, solutivos.
7 Mucosa: Tipo de membrana, umidificada por secreções glandulares, que recobre cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
8 Movimento peristáltico: Conjunto das contrações musculares dos órgãos ocos, provocando o avanço de seu conteúdo; peristalse, peristaltismo.
9 Constipação: Retardo ou dificuldade nas defecações, suficiente para causar desconforto significativo para a pessoa. Pode significar que as fezes são duras, difíceis de serem expelidas ou infreqüentes (evacuações inferiores a três vezes por semana), ou ainda a sensação de esvaziamento retal incompleto, após as defecações.
10 Hepatobiliar: Diz-se do que se refere ao fígado e às vias biliares.
11 Laxantes: Medicamentos que tratam da constipação intestinal; purgantes, purgativos, solutivos.
12 Agudo: Descreve algo que acontece repentinamente e por curto período de tempo. O oposto de crônico.
13 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
14 Menstruação: Sangramento cíclico através da vagina, que é produzido após um ciclo ovulatório normal e que corresponde à perda da camada mais superficial do endométrio uterino.
15 Hemorróidas: Dilatações anormais das veias superficiais que se encontram na última porção do intestino grosso, reto e região perianal. Pode produzir sangramento junto com a defecação e dor.
16 Insuficiência hepática: Deterioração grave da função hepática. Pode ser decorrente de hepatite viral, cirrose e hepatopatia alcoólica (lesão hepática devido ao consumo de álcool) ou medicamentosa (causada por medicamentos como, por exemplo, o acetaminofeno). Para que uma insuficiência hepática ocorra, deve haver uma lesão de grande porção do fígado.
17 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
18 Hipopotassemia: Concentração sérica de potássio inferior a 3,5 mEq/l. Pode ocorrer por alterações na distribuição de potássio (desvio do compartimento extracelular para intracelular) ou de reduções efetivas no conteúdo corporal de potássio por uma menor ingesta ou por perda aumentada. Fraqueza muscular e arritimias cardíacas são os sinais e sintomas mais comuns, podendo haver também poliúria, polidipsia e constipação. Pode ainda ser assintomática.
19 Estenoses: Estreitamentos patológicos de um conduto, canal ou orifício.
20 Colite: Inflamação da porção terminal do cólon (intestino grosso). Pode ser devido a infecções intestinais (a causa mais freqüente), ou a processos inflamatórios diversos (colite ulcerativa, colite isquêmica, colite por radiação, etc.).
21 Apendicite: Inflamação do apêndice cecal. Manifesta-se por abdome agudo, e requer tratamento cirúrgico. Sua complicação mais freqüente é a peritonite aguda.
22 Desidratação: Perda de líquidos do organismo pelo aumento importante da freqüência urinária, sudorese excessiva, diarréia ou vômito.
23 Depleção: 1. Em patologia, significa perda de elementos fundamentais do organismo, especialmente água, sangue e eletrólitos (sobretudo sódio e potássio). 2. Em medicina, é o ato ou processo de extração de um fluido (por exxemplo, sangue) 3. Estado ou condição de esgotamento provocado por excessiva perda de sangue. 4. Na eletrônica, em um material semicondutor, medição da densidade de portadores de carga abaixo do seu nível e do nível de dopagem em uma temperatura específica.
24 Eletrólito: Em eletricidade, é um condutor elétrico de natureza líquida ou sólida, no qual cargas são transportadas por meio de íons. Em química, é uma substância que dissolvida em água se torna condutora de corrente elétrica.
25 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
26 Crônico: Descreve algo que existe por longo período de tempo. O oposto de agudo.
27 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
28 Eletrólitos: Em eletricidade, é um condutor elétrico de natureza líquida ou sólida, no qual cargas são transportadas por meio de íons. Em química, é uma substância que dissolvida em água se torna condutora de corrente elétrica.
29 Hipocalemia: Concentração sérica de potássio inferior a 3,5 mEq/l. Pode ocorrer por alterações na distribuição de potássio (desvio do compartimento extracelular para intracelular) ou de reduções efetivas no conteúdo corporal de potássio por uma menor ingesta ou por perda aumentada. Fraqueza muscular e arritimias cardíacas são os sinais e sintomas mais comuns, podendo haver também poliúria, polidipsia e constipação. Pode ainda ser assintomática.
30 Diuréticos: Grupo de fármacos que atuam no rim, aumentando o volume e o grau de diluição da urina. Eles depletam os níveis de água e cloreto de sódio sangüíneos. São usados no tratamento da hipertensão arterial, insuficiência renal, insuficiência cardiaca ou cirrose do fígado. Há dois tipos de diuréticos, os que atuam diretamente nos túbulos renais, modificando a sua atividade secretora e absorvente; e aqueles que modificam o conteúdo do filtrado glomerular, dificultando indiretamente a reabsorção da água e sal.
31 Albuminúria: Presença de albumina na urina. A albuminúria pode ser um sinal de nefropatia diabética (doença nos rins causada pelas complicações do diabetes mal controlado) ou aparecer em infecções urinárias.
32 Hematúria: Eliminação de sangue juntamente com a urina. Sempre é anormal e relaciona-se com infecção do trato urinário, litíase renal, tumores ou doença inflamatória dos rins.
33 Laxante: Que laxa, afrouxa, dilata. Medicamento que trata da constipação intestinal; purgante, purgativo, solutivo.
34 Cólicas: Dor aguda, produzida pela dilatação ou contração de uma víscera oca (intestino, vesícula biliar, ureter, etc.). Pode ser de início súbito, com exacerbações e períodos de melhora parcial ou total, nos quais o paciente pode estar sentindo-se bem ou apresentar dor leve.
35 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.

Tem alguma dúvida sobre CÁSCARA SAGRADA HERBARIUM?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.