Preço de Metiocolin B 12 em Wilmington/SP: R$ 18,83

Metiocolin B 12

COSMED INDUSTRIA DE COSMETICOS E MEDICAMENTOS S.A.

Atualizado em 13/08/2019

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

Metiocolin® B12
racemetionina + cloreto de colina + inositol + cianocobalamina
Drágeas1

APRESENTAÇÃO

Drágea2
Embalagem contendo 40 drágeas1.

VIA DE ADMINISTRAÇÃO: ORAL

USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 12 ANOS

COMPOSIÇÃO

Cada drágea2 contém:

racemetionina 100 mg
cloreto de colina pentahidratado (equivalente a 15,20 mg de cloreto de colina) 25 mg
inositol 50 mg
cianocobalamina 2 mcg
excipientes q.s.p. 1 drágea2

Excipientes: ácido algínico, ácido esteárico, amido, dióxido de silício, gelatina, polissorbato 80, povidona, óleo de rícino, carbonato de cálcio, sacarose, dióxido de titânio, talco, celulose microcristalina, macrogol, cera de carnaúba, cera branca de abelha, manitol, goma laca, corante vermelho laca FD&C no 3.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Metiocolin® B12 é indicado como hepatoprotetor, ou seja, para proteção do fígado3 contra agentes tóxicos.

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

Metiocolin® B12 possui substâncias que são tradicionamente utilizadas para o tratamento de diversos distúrbios do fígado3. Em conjunto, proporcionam melhores condições para a recuperação das células4 lesionadas do fígado3, ou completam as necessidades do organismo, assim preservando e evitando possíveis distúrbios do fígado3.

Em alguns casos, os sinais5 de melhora já são notados no início do tratamento, em outros é necessário um tempo maior para observar os efeitos desejados.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Este medicamento é contraindicado para uso por portadores de patologias hepáticas6 graves (doenças graves do fígado3) e pacientes sensíveis a qualquer componente da formulação.

Este medicamento é contraindicado para menores de 12 anos.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

O uso por tempo prolongado da metionina por crianças pode resultar em ganho de peso abaixo do normal, portanto deve ser mantido um adequado aporte de proteína durante o uso de Metiocolin® B12.

O produto não deve ser ingerido em jejum, pois ocasionalmente pode ocorrer mal-estar do estômago7.

Uso na gravidez8

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Informe ao seu médico a ocorrência de gravidez8 durante o tratamento ou após o seu término.

Uso em idosos

Este medicamento pode ser utilizado por pacientes acima de 65 anos, desde que observadas as contraindicações, precauções, interações medicamentosas e reações adversas a este medicamento.

Atenção: este medicamento contém Açúcar9, portanto deve ser usado com cautela em portadores de Diabetes10.

Interações medicamentosas

Até o momento não foram relatadas interações medicamentosas com o uso deste medicamento.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Conservar em temperatura ambiente (entre 15 e 30ºC). Proteger da luz e umidade

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características físicas

Metiocolin® B12 apresenta-se como drágea2 com cobertura uniforme e de cor rosa.
Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Uso oral.

Posologia

  • Crianças acima de 12 anos: 2 a 3 drágeas1 ao dia, a critério médico.
  • Adultos: 4 a 6 drágeas1 ao dia, a critério médico.

Dose máxima diária:

Recomenda-se não ultrapassar a ingestão diária de 10 drágeas1 ao dia em adultos.
Em crianças acima de 12 anos, não ultrapassar a ingestão diária de 3 drágeas1 ao dia.

Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas11, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista.

Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Se você se esquecer de tomar uma dose do medicamento, faça-o assim que lembrar. No caso de ainda haver necessidade, ajuste o horário das próximas tomadas. Não tome a dose dobrada para compensar a dose esquecida.

Em caso de dúvidas, procure orientaçã do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

Este medicamento possui um baixo índice de reações adversas. Para evitar sintomas11 gástricos, recomenda-se não tomar Metiocolin® B12 com o estômago7 vazio.

Reações raras (ocorrem entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento): distúrbios gástricos como náuseas12 e queimação estomacal.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de antendimento.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

Devem ser adotadas medidas habituais para remoção do medicamento não absorvido pelo estômago7, tais como lavagem gástrica13 e uso de carvão ativado, monitorização médica e medidas de suporte.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

DIZERES LEGAIS


Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas11 procure orientação médica.
 

Registro M.S. nº 1.7817.0106
Farm. Responsável: Luciana Lopes da Costa - CRF-GO nº 2.757.

Registrado por:
Cosmed Indústria de Cosméticos e Medicamentos S.A.
Avenida Ceci, nº 282, Módulo I - Tamboré - Barueri - SP - CEP 06460-120
C.N.P.J.: 61.082.426/0002-07 – Indústria Brasileira

Fabricado por:
Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A.
VPR 1 - Quadra 2-A - Módulo 4 - DAIA - Anápolis – GO - CEP 75132-020


SAC 0800 97 99 900

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Drágeas: Comprimidos ou pílulas contendo preparado farmacêutico.
2 Drágea: Comprimido ou pílula contendo preparado farmacêutico.
3 Fígado: Órgão que transforma alimento em energia, remove álcool e toxinas do sangue e fabrica bile. A bile, produzida pelo fígado, é importante na digestão, especialmente das gorduras. Após secretada pelas células hepáticas ela é recolhida por canalículos progressivamente maiores que a levam para dois canais que se juntam na saída do fígado e a conduzem intermitentemente até o duodeno, que é a primeira porção do intestino delgado. Com esse canal biliar comum, chamado ducto hepático, comunica-se a vesícula biliar através de um canal sinuoso, chamado ducto cístico. Quando recebe esse canal de drenagem da vesícula biliar, o canal hepático comum muda de nome para colédoco. Este, ao entrar na parede do duodeno, tem um músculo circular, designado esfíncter de Oddi, que controla o seu esvaziamento para o intestino.
4 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
5 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
6 Hepáticas: Relativas a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
7 Estômago: Órgão da digestão, localizado no quadrante superior esquerdo do abdome, entre o final do ESÔFAGO e o início do DUODENO.
8 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
9 Açúcar: 1. Classe de carboidratos com sabor adocicado, incluindo glicose, frutose e sacarose. 2. Termo usado para se referir à glicemia sangüínea.
10 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
11 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
12 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
13 Lavagem gástrica: É a introdução, através de sonda nasogástrica, de líquido na cavidade gástrica, seguida de sua remoção.

Tem alguma dúvida sobre Metiocolin B 12?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.