Preço de Kollangel Tabs em Ann Arbor/SP: R$ 10,88

Kollangel Tabs

NATULAB LABORATÓRIO S.A

Atualizado em 13/11/2019

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

Kollagel Tabs
hidróxido de alumínio + hidróxido de magnésio + carbonato de cálcio
Comprimido mastigável

FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÕES

Comprimido mastigável sabor cereja, menta e laranja
Cartucho contendo blister com 16 comprimidos mastigáveis, frasco contendo 56 comprimidos mastigáveis ou embalagem múltipla (display) contendo 160 comprimidos mastigáveis.

USO ORAL
USO ADULTO

COMPOSIÇÃO

Cada comprimido de Kollagel Tabs sabor cereja contém:

hidróxido de alumínio 159,9 mg
hidróxido de magnésio 208,9 mg
carbonato de cálcio 231,5 mg
excipiente q.s.p. 1 comprimido

Excipientes: sacarina1 sódica, sorbitol2, sacarose, manitol, dióxido de silício, aroma cereja, sucralose, amido de milho, corante laca vermelho, talco e estearato de magnésio.


Cada comprimido de Kollagel Tabs sabor menta contém:

hidróxido de alumínio 159,9 mg
hidróxido de magnésio 208,9 mg
carbonato de cálcio 231,5 mg
excipiente q.s.p. 1 comprimido

Excipientes: sacarina1 sódica, sorbitol2, sacarose, manitol, mentol, sucralose, dióxido de silício, talco e estearato de magnésio.


Cada comprimido de Kollagel Tabs sabor laranja contém:

hidróxido de alumínio 159,9 mg
hidróxido de magnésio 208,9 mg
carbonato de cálcio 231,5 mg
excipiente q.s.p. 1 comprimido

Excipientes: sacarina1 sódica, sorbitol2, sacarose, manitol, aroma laranja, sucralose, amido de milho, corante laca amarelo, talco, estearato de magnésio. 

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Kollagel Tabs comprimido mastigável é destinado ao alívio dos sintomas3 da hiperacidez gástrica (aumento da acidez do estômago4), azia5, desconforto estomacal, dor de estômago4 e dispesia (dificuldade de digestão6).

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

Kollagel Tabs age reduzindo o excesso de ácido gástrico7 produzido pelo estômago4 por meio de uma reação química de neutralização, ou seja, transformando o ácido em outras substâncias, reduzindo assim a acidez estomacal.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Este medicamento é contraindicado para uso por pacientes em casos de alergia8 ou intolerância aos componentes da fórmula.

Este medicamento é contraindicado para menores de 12 anos de idade.

Este medicamento deve ser utilizado com cautela em pacientes com insuficiência renal9 (diminuição da função do rim10), hipofosfatemia (redução de fosfato no sangue11), na gravidez12, amamentação13 e em pacientes com obstrução intestinal devido à presença do hidróxido de alumínio na fórmula do produto.

Este medicamento é contraindicado para uso por pacientes com insuficiência renal9 (diminuição da função do rim10) severa.

Kollagel Tabs é classificado como um medicamento de Categoria C, de acordo com a tabela que trata das categorias de risco de fármacos destinados às mulheres grávidas.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação do médico ou cirurgião-dentista.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Não é aconselhável ultrapassar as doses recomendadas ou prolongar o tratamento por mais de 14 dias (com a dose máxima).

Atenção diabéticos: contém açúcar14 (100mg de sacarose/comprimido mastigável).

O uso prolongado de antiácidos15 contendo alumínio por pacientes com níveis normais de fosfato no sangue11 pode resultar em diminuição destes níveis se a quantidade de fosfato ingerida não for adequada.

Gravidez12 e Lactação16

Kollagel Tabs é classificado como um medicamento de Categoria C, de acordo com a tabela que trata das categorias de risco de fármacos destinados às mulheres grávidas.

Informe imediatamente seu médico em caso de suspeita de gravidez12.

Durante o período de aleitamento materno17 ou doação de leite humano, só utilize medicamentos com o conhecimento do seu médico ou cirurgião-dentista, pois alguns medicamentos podem ser excretados no leite humano, causando reações indesejáveis no bebê.

Insuficiência renal9

O hidróxido de magnésio administrado em pacientes com insuficiência renal9 (diminuição da função do rim10) pode causar depressão do sistema nervoso central18.

Interações Medicamentosas

Kollagel Tabs pode alterar a absorção de alguns medicamentos como: tetraciclina, fenitoína, digoxina e agentes hipoglicemiantes19 (que diminuem a glicose sanguínea20). Por esse motivo deve ser administrado pelo menos 2 horas antes ou 2 horas depois da utilização destes medicamentos.

É muito importante informar ao seu médico sobre a utilização de outros medicamentos antes do início ou durante o tratamento com Kollagel Tabs. Pode haver interação com outros medicamentos, tais como: digoxina, fenitoína, isoniazida, clorpromazina, agentes hipoglicemiantes19 (que diminuem a glicose sanguínea20), pseudoefedrina, levodopa, anfetaminas, quinidina, salicilatos, sais de ferro, inibidores da colinesterase, antagonistas da angiotensina II, antifúngicos, azitromicina, bifosfonatos, cloroquina, ferro e vitaminas, nitrofurantoína, penicilamina, fenotiazínicos, lítio e rifampicina. Este medicamento também pode diminuir a eficácia de alguns fármacos, como por exemplo, tetraciclinas, quinolonas, propranolol, atenolol, captopril, ranitidina, famotidina e ácido acetilsalicílico. Aconselha-se evitar o uso concomitante destes medicamentos com antiácidos15. Kollagel Tabs deve ser administrado em um intervalo de 2 a 3 horas antes ou 2 a 3 horas após o uso destes medicamentos.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Cuidados de conservação 

Conservar em temperatura ambiente (temperatura entre 15 e 30°C). Proteger da luz e umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para consumo, respeitando o prazo de validade de 24 meses, indicado na embalagem.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem. Não use medicamento com o prazo de validade vencido.

Para sua segurança, mantenha o medicamento na embalagem original.

Características do medicamento

Kollagel Tabs é apresentado na forma de comprimido mastigável.

  • Sabor cereja: comprimido circular biplanar, rosa, com odor de cereja.
  • Sabor menta: comprimido circular biplanar, branco, com odor de menta.
  • Sabor laranja: comprimido circular biplanar, laranja, com odor de laranja.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso você observe alguma mudança no aspecto do medicamento que ainda esteja no prazo de validade, consulte o médico ou o farmacêutico para saber se poderá utilizá- lo.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS. 

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Kollagel Tabs deve ser administrado por via oral, devendo ser bem mastigado antes da deglutição21. Deve ser utilizado entre meia hora e uma hora antes das refeições e ao deitar, ou segundo recomendação médica. Não engolir os comprimidos inteiros e/ou mal mastigados. Não utilizar o medicamento por outra via que não seja a oral.

A administração de Kollagel Tabs deve ser de 1 a 2 comprimidos mastigáveis (417,8 mg de hidróxido de magnésio, 319,8 mg de hidróxido de alumínio e 463 mg de carbonato de cálcio por dose administrada – 2 comprimidos), por até 4 vezes por dia (total de 8 comprimidos mastigáveis por dia), ou a critério médico. Não é aconselhável ultrapassar as doses máximas recomendadas ou prolongar o tratamento por mais de 14 dias. Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas3, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Caso haja esquecimento da ingestão de uma ou mais doses deste medicamento, a dose recomendada deverá ser retomada assim que possível. No entanto, se estiver próximo do horário da dose seguinte, espere por este horário, respeitando sempre o intervalo determinado pela posologia. Nunca devem ser administradas duas doses ao mesmo tempo. Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis, tais como: regurgitação22, náusea23, vômito24 ou diarréia25 leve.

Reação muito comum (ocorre em 10% dos pacientes que utilizam este medicamento): diarréia25, eructação26, flatulência e constipação27 (prisão de ventre), podendo evoluir para a obstrução intestinal, impactação fecal e o desenvolvimento de hemorróidas28 e fissuras29 anais. Em pacientes com função renal30 comprometida (diminuição da função do rim10), pode ocorrer hiperaluminemia (aumento dos níveis de alumínio no sangue11) e hipermagnesemia (aumento do magnésio sanguíneo).

A ingestão prolongada de altas doses de carbonato de cálcio (acima de 20 g/dia) pode produzir hipercalcemia (aumento de cálcio sanguíneo). Em pacientes com insuficiência renal9, doses em torno de 4g/dia de carbonato de cálcio podem ocasionar este efeito.

Reação incomum (ocorre entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento): Síndrome31 do Leite Alcalino, caracterizada por início súbito de irritabilidade, aversão ao leite, dor de cabeça32, náuseas33 (enjôo) e vômitos34 ocasionais, dores musculares, fraqueza e mal estar. Estes efeitos ocorrem pelo excesso de cálcio a partir da ingestão exagerada de carbonato de cálcio.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento.

Informe a empresa sobre o aparecimento de reações indesejáveis e problemas com este medicamento, entrando em contato através do Sistema de Atendimento ao Consumidor (SAC).

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

A ingestão aguda (imediata) de antiácidos15 raramente leva a efeitos tóxicos. A toxicidade35 aguda pela administração de antiácidos15 é ainda mais improvável pela má absorção sistêmica desses medicamentos, já que sua ação é local (no estômago4). Com a administração prolongada e/ou a administração de grandes doses pode ser observada a ocorrência de arritmia36 (alteração do ritmo cardíaco), hipotensão37 (diminuição da pressão arterial38), hipertensão arterial39 (aumento da pressão arterial38), encefalopatia40 (alteração inflamatória do sistema nervoso central18), insuficiência renal9 (diminuição da função do rim10), diarréia25, prisão de ventre, alcalose41 (aumento do pH sanguíneo), distúrbios eletrolíticos, miopatia42 (alteração muscular) e osteodistrofia43 (alterações ósseas).

O monitoramento laboratorial dos eletrólitos44, dos níveis de alumínio, cálcio e magnésio sanguíneos, o eletrocardiograma45 e testes de função renal30 (especialmente nos pacientes com alteração da função renal30) devem ser realizados nos pacientes que apresentem intoxicação por antiácidos15. O medicamento nestes casos deve ser imediatamente suspenso. O tratamento suporte deve ser feito como base nos sintomas3 apresentados pelo paciente, corrigindo quaisquer distúrbios eletrolíticos apresentados.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível.

Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações sobre como proceder.

DIZERES LEGAIS


Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas3 procure orientação médica.
 

MS: 1.3841.0052
Farm. Responsável: Tales Vasconcelos de Cortes - CRF/BA nº3745

NATULAB LABORATÓRIO SA
Rua H, nº2, Galpão 03 - Urbis II
Santo Antônio de Jesus - Bahia – CEP - 44.574-150
CNPJ 02.456.955/0001-83
INDÚSTRIA BRASILEIRA 


SAC (75) 3311 5555

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Sacarina: Adoçante sem calorias e sem valor nutricional.
2 Sorbitol: Adoçante com quatro calorias por grama. Substância produzida pelo organismo em pessoas com diabetes e que pode causar danos aos olhos e nervos.
3 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
4 Estômago: Órgão da digestão, localizado no quadrante superior esquerdo do abdome, entre o final do ESÔFAGO e o início do DUODENO.
5 Azia: Pirose. Sensação de dor epigástrica semelhante a uma queimadura, geralmente acompanhada de regurgitação de suco gástrico para dentro do esôfago.
6 Digestão: Dá-se este nome a todo o conjunto de processos enzimáticos, motores e de transporte através dos quais os alimentos são degradados a compostos mais simples para permitir sua melhor absorção.
7 Ácido Gástrico: Ácido clorídrico presente no SUCO GÁSTRICO.
8 Alergia: Reação inflamatória anormal, perante substâncias (alérgenos) que habitualmente não deveriam produzi-la. Entre estas substâncias encontram-se poeiras ambientais, medicamentos, alimentos etc.
9 Insuficiência renal: Condição crônica na qual o corpo retém líquido e excretas pois os rins não são mais capazes de trabalhar apropriadamente. Uma pessoa com insuficiência renal necessita de diálise ou transplante renal.
10 Rim: Os rins são órgãos em forma de feijão que filtram o sangue e formam a urina. Os rins são localizados na região posterior do abdômen, um de cada lado da coluna vertebral.
11 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
12 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
13 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
14 Açúcar: 1. Classe de carboidratos com sabor adocicado, incluindo glicose, frutose e sacarose. 2. Termo usado para se referir à glicemia sangüínea.
15 Antiácidos: É uma substância que neutraliza o excesso de ácido, contrariando o seu efeito. É uma base que aumenta os valores de pH de uma solução ácida.
16 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
17 Aleitamento Materno: Compreende todas as formas do lactente receber leite humano ou materno e o movimento social para a promoção, proteção e apoio à esta cultura. Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
18 Sistema Nervoso Central: Principais órgãos processadores de informação do sistema nervoso, compreendendo cérebro, medula espinhal e meninges.
19 Hipoglicemiantes: Medicamentos que contribuem para manter a glicose sangüínea dentro dos limites normais, sendo capazes de diminuir níveis de glicose previamente elevados.
20 Glicose sanguínea: Também chamada de açúcar no sangue, é o principal açúcar encontrado no sangue e a principal fonte de energia para o organismo.
21 Deglutição: Passagem dos alimentos desde a boca até o esôfago; ação ou efeito de deglutir; engolir. É um mecanismo em parte voluntário e em parte automático (reflexo) que envolve a musculatura faríngea e o esfíncter esofágico superior.
22 Regurgitação: Presença de conteúdo gástrico na cavidade oral, na ausência do reflexo de vômito. É muito freqüente em lactentes.
23 Náusea: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
24 Vômito: É a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Pode ser classificado como: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
25 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
26 Eructação: Ato de eructar, arroto.
27 Constipação: Retardo ou dificuldade nas defecações, suficiente para causar desconforto significativo para a pessoa. Pode significar que as fezes são duras, difíceis de serem expelidas ou infreqüentes (evacuações inferiores a três vezes por semana), ou ainda a sensação de esvaziamento retal incompleto, após as defecações.
28 Hemorróidas: Dilatações anormais das veias superficiais que se encontram na última porção do intestino grosso, reto e região perianal. Pode produzir sangramento junto com a defecação e dor.
29 Fissuras: 1. Pequena abertura longitudinal em; fenda, rachadura, sulco. 2. Em geologia, é qualquer fratura ou fenda pouco alargada em terreno, rocha ou mesmo mineral. 3. Na medicina, é qualquer ulceração alongada e superficial. Também pode significar uma fenda profunda, sulco ou abertura nos ossos; cesura, cissura. 4. Rachadura na pele calosa das mãos ou dos pés, geralmente de pessoas que executam trabalhos rudes. 5. Na odontologia, é uma falha no esmalte de um dente. 6. No uso informal, significa apego extremo; forte inclinação; loucura, paixão, fissuração.
30 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
31 Síndrome: Conjunto de sinais e sintomas que se encontram associados a uma entidade conhecida ou não.
32 Cabeça:
33 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
34 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
35 Toxicidade: Capacidade de uma substância produzir efeitos prejudiciais ao organismo vivo.
36 Arritmia: Arritmia cardíaca é o nome dado a diversas perturbações que alteram a frequência ou o ritmo dos batimentos cardíacos.
37 Hipotensão: Pressão sanguínea baixa ou queda repentina na pressão sanguínea. A hipotensão pode ocorrer quando uma pessoa muda rapidamente de uma posição sentada ou deitada para a posição de pé, causando vertigem ou desmaio.
38 Pressão arterial: A relação que define a pressão arterial é o produto do fluxo sanguíneo pela resistência. Considerando-se a circulação como um todo, o fluxo total é denominado débito cardíaco, enquanto a resistência é denominada de resistência vascular periférica total.
39 Hipertensão arterial: Aumento dos valores de pressão arterial acima dos valores considerados normais, que no adulto são de 140 milímetros de mercúrio de pressão sistólica e 85 milímetros de pressão diastólica.
40 Encefalopatia: Qualquer patologia do encéfalo. O encéfalo é um conjunto que engloba o tronco cerebral, o cerebelo e o cérebro.
41 Alcalose: Desequilíbrio do meio interno, produzido por uma diminuição na concentração de íons hidrogênio ou aumento da concentração de bases orgânicas nos líquidos corporais.
42 Miopatia: Qualquer afecção das fibras musculares, especialmente dos músculos esqueléticos.
43 Osteodistrofia: Deformação, distrofia dos ossos.
44 Eletrólitos: Em eletricidade, é um condutor elétrico de natureza líquida ou sólida, no qual cargas são transportadas por meio de íons. Em química, é uma substância que dissolvida em água se torna condutora de corrente elétrica.
45 Eletrocardiograma: Registro da atividade elétrica produzida pelo coração através da captação e amplificação dos pequenos potenciais gerados por este durante o ciclo cardíaco.

Tem alguma dúvida sobre Kollangel Tabs?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.