Resplix

MEDQUIMICA INDUSTRIA FARMACEUTICA LTDA.

Atualizado em 15/04/2020

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

Resplix
Hedera helix L.
Xarope 7 mg/mL

MEDICAMENTO FITOTERÁPICO
Parte da planta utilizada: folhas

FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO:

Xarope
Embalagem contendo 100 mL ou 200 mL, com copomedida

VIA ORAL
USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMADE 2 ANOS

COMPOSIÇÃO:

Cada mL de Resplix contém:

Extrato seco de Hedera helix L. (correspondente à 0,84 mg/mL de hederacosídeo C.) 7 mg
veículo q.s.p. 1 mL

Excipientes: sorbitol1 70%, goma xantana, benzoato de sódio, ácido cítrico, aroma artificial de mel e água purificada.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Resplix é indicado como expectorante em caso de tosse produtiva.

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

Este medicamento possui efeito mucolítico (diminui a viscosidade2 das secreções e facilitando a expectoração3) e leve ação broncodilatadora (ação relaxante sobre o músculo liso4 brônquico), efeitos que facilitam a expectoração3 e melhoram a respiração.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Hipersensibilidade (alergia5) conhecida ao extrato seco de Hedera helix L., a plantas da família Araliaceae ou aos outros componentes da fórmula.

Resplix não deve ser utilizado em crianças menores de 2 anos de idade devido ao risco de agravamento de sintomas6 respiratórios.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Advertências e Precauções

Tosse persistente ou recorrente em crianças entre 2-4 anos de idade requer diagnóstico7 médico antes tratamento.

Quando dispneia8, febre9 ou expectoração3 purulenta10 ocorre, um médico ou um farmacêutico deve ser consultado.

O uso concomitante com antitussígenos como a codeína ou dextrometorfano não é recomendado sem orientação médica.

Recomenda-se precaução em pacientes com gastrite11 ou a úlcera gástrica12.

Gravidez13 e lactação14

A segurança durante a gravidez13 e lactação14 não foi estabelecida. Na ausência de dados suficientes , o uso durante a gravidez13 e lactação14 não é recomendado.

Efeitos sobre a capacidade de conduzir e utilizar máquinas

Não foram realizados estudados dos efeitos sobre a capacidade de conduzir e utilizar máquinas.

Interações com outros medicamentos e outras formas de interação

Até o presente momento não foram encontrados relatos conforme monografia do fitoterápico Hedera helix L.

Dados de segurança pré-clínica α-hederina, ß-hederina e δ-hederina isolado a partir de hera folha não mostrou potencial mutagênico no Teste de Ames utilizando Salmonella typhimurium cepa15 TA 98, com ou sem ativação S9. Os dados sobre a genotoxicidade, carcinogenicidade e testes de toxicidade16 reprodutiva para folha de hera preparações não estão disponíveis

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde17.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE  MEDICAMENTO?

Cuidados de conservação

Conservar em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C). Proteger da luz e umidade.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características físicas e organolépticas do produto

Solução de cor marrom clara, com odor e sabor de mel, isenta de material estranho.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Posologia

Crianças de 2 a 5 anos de idade: 2,5 mL duas vezes ao dia. O uso em crianças menores de 2 anos de idade é contraindicado (Vide “3. Quando não devo usar este medicamento?”).

Crianças de 6 a 12 anos de idade: 5,0 mL duas vezes ao dia.

Adolescentes, adultos e idosos: 7,5 mL duas vezes ao dia.

Duração do uso

Se os sintomas6 persistirem mais de uma semana durante a utilização do medicamento, um médico ou um farmacêutico deve ser consultado.

Modo de administração

Via oral.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Caso haja esquecimento da ingestão de uma ou mais doses deste medicamento, a posologia indicada deverá ser retomada, não havendo a necessidade de repor as doses esquecidas.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

Frequentes: reações gastrointestinais (náuseas18,vômitos19, diarréia20) foram relatados.

Pouco frequentes: reacções alérgicas (urticária21, erupções cutâneas22, couperose, dispneia8) foram relatados.

Se outras reações adversas não mencionadas acima ocorrer, um médico ou um farmacêutico deve ser consultado.

Informe ao seu médico ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também a empresa através do seu serviço de atendimento.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

Podem ocorrer náuseas18, vómitos, diarréia20 e agitação.

Um caso de uma criança de 4 anos que desenvolveu agressividade e diarréia20 após a ingestão acidental de um extrato de hera correspondente 1,8 g de substância à base de plantas foi relatado.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível.

Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações sobre como proceder.

DIZERES LEGAIS


VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA
 

MEDQUÍMICA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA
Rua Fernando Lamarca, 255
Distrito Industrial - CEP 36.092-030
Juiz de Fora - MG - CNPJ 17.875.154/0001-20
Indústria Brasileira

MS nº 1.0917.0107
Farm. Resp.: Dr. Jadir Vieira Junior
CRF-MG 10.681


SAC 0800 032 4087

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Sorbitol: Adoçante com quatro calorias por grama. Substância produzida pelo organismo em pessoas com diabetes e que pode causar danos aos olhos e nervos.
2 Viscosidade: 1. Atributo ou condição do que é viscoso; viscidez. 2. Resistência que um fluido oferece ao escoamento e que se deve ao movimento relativo entre suas partes; atrito interno de um fluido.
3 Expectoração: Ato ou efeito de expectorar. Em patologia, é a expulsão, por meio da tosse, de secreções provenientes da traqueia, brônquios e pulmões; escarro.
4 Músculo Liso: Um dos músculos dos órgãos internos, vasos sanguíneos, folículos pilosos etc.; os elementos contráteis são alongados, em geral células fusiformes com núcleos de localização central e comprimento de 20 a 200 mü-m, ou ainda maior no útero grávido; embora faltem as estrias traversas, ocorrem miofibrilas espessas e delgadas; encontram-se fibras musculares lisas juntamente com camadas ou feixes de fibras reticulares e, freqüentemente, também são abundantes os ninhos de fibras elásticas. (Stedman, 25ª ed)
5 Alergia: Reação inflamatória anormal, perante substâncias (alérgenos) que habitualmente não deveriam produzi-la. Entre estas substâncias encontram-se poeiras ambientais, medicamentos, alimentos etc.
6 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
7 Diagnóstico: Determinação de uma doença a partir dos seus sinais e sintomas.
8 Dispnéia: Falta de ar ou dificuldade para respirar caracterizada por respiração rápida e curta, geralmente está associada a alguma doença cardíaca ou pulmonar.
9 Febre: É a elevação da temperatura do corpo acima dos valores normais para o indivíduo. São aceitos como valores de referência indicativos de febre: temperatura axilar ou oral acima de 37,5°C e temperatura retal acima de 38°C. A febre é uma reação do corpo contra patógenos.
10 Purulenta: Em que há pus ou cheio de pus; infeccionada. Que segrega pus. No sentido figurado, cuja conduta inspira nojo; repugnante, asqueroso, sórdido.
11 Gastrite: Inflamação aguda ou crônica da mucosa do estômago. Manifesta-se por dor na região superior do abdome, acidez, ardor, náuseas, vômitos, etc. Pode ser produzida por infecções, consumo de medicamentos (aspirina), estresse, etc.
12 Úlcera gástrica: Lesão na mucosa do estômago. Pode ser provocada por excesso de ácido clorídrico produzido pelo próprio estômago ou por medicamentos como antiinflamatórios ou aspirina. É uma doença infecciosa, causada pela bactéria Helicobacter pylori em quase 100 % dos casos.
13 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
14 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
15 Cepa: Cepa ou estirpe é um termo da biologia e da genética que se refere a um grupo de descendentes com um ancestral comum que compartilham semelhanças morfológicas e/ou fisiológicas.
16 Toxicidade: Capacidade de uma substância produzir efeitos prejudiciais ao organismo vivo.
17 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
18 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
19 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
20 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
21 Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.
22 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.

Tem alguma dúvida sobre Resplix?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.