Preço de Neomicon em São Paulo/SP: R$ 16,91

Neomicon

CIFARMA CIENTÍFICA FARMACÊUTICA LTDA

Atualizado em 10/06/2020

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

Neomicon®
sulfato de neomicina
Pomada 10g

Medicamento similar equivalente ao medicamento de referência.

FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO:

Pomada dermatológica
Embalagem com 1 bisnaga com 10g

USO TÓPICO1
USO ADULTO E PEDIÁTRICO

COMPOSIÇÃO:

Cada grama2 de NEOMICON® contém:

sulfato de neomicina (equivalente a 3,5 mg de neomicina) 5mg
excipientes q.s.p 1g

Excipientes: metilparabeno, propilparabeno, petrolato líquido, álcool etílico, lanolina anidra e petrolato branco.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

NEOMICON® age de maneira a combater as principais e mais comuns infecções3 da pele4.

POR QUE ESTE MEDICAMENTO FOI INDICADO?

NEOMICON® está indicado para o tratamento e profilaxia das infecções3 da pele4 de qualquer natureza, inclusive traumática ou feridas cirúrgicas.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

NEOMICON® é contraindicado a pacientes com histórico de reações de sensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula.

Este medicamento não deve ser aplicado sobre os olhos5.

Outros antibióticos aminoglicosídeos podem apresentar reação de sensibilidade cruzada com a neomicina. Este medicamento não deve ser aplicado sobre queimaduras graves, feridas profundas ou extensas áreas, exceto sob prescrição médica.

Pacientes que possuem sensibilidade conhecida aos componentes da formulação, poderão desenvolver reação do tipo alérgica, portanto, não devem utilizar este medicamento.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

ADVERTÊNCIAS

O uso em grandes extensões de queimaduras ou em feridas profundas pode originar absorção sistêmica, por isso o risco deve ser avaliado pelo médico. A absorção sistêmica pode ser significativa e originar risco de ototoxicidade6 ou nefrotoxicidade7.

Gravidez8 e Lactação9

Informe ao seu médico ou cirurgião dentista a ocorrência de gravidez8 na vigência do tratamento ou após seu término.

Informe também se está amamentando.

Uso em idosos

Pacientes idosos devem ser orientados por seu médico na implantação do tratamento, e as orientações quanto às doses e a duração do tratamento devem ser rigorosamente seguidas. Lembrando que pode ser necessária a utilização de doses menores que a usual.

Interações medicamentosas

Podem ocorrer reações de hipersensibilidade com maior frequência quando se faz o uso concomitante com outros antibióticos aminoglicosídeos por via sistêmica.

Reações adversas a medicamentos

As reações adversas mais comuns que podem ocorrer são: vermelhidão, “rash” cutâneo10, coceira e inchaço11 no local de aplicação.Não há contraindicação relativa a faixas etárias.

Informe ao médico ou cirurgião dentista o aparecimento de reações indesejáveis.

Informe ao seu médico ou cirurgião dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

ONDE E COMO DEVO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Cuidados de conservação

Este medicamento deve ser armazenado em sua embalagem original. Evitar calor excessivo (temperatura superior a 40°C), proteger da luz e da umidade (evite armazená-lo no banheiro). Nestas condições o prazo de validade é de 24 meses a partir da data de fabricação.

Características físicas e organolépticas do produto 

Aspecto homogêneo, incolor, untuoso ao tato e odor característico.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

NEOMICON® é de uso tópico1.

Primeiramente lavar a região afetada com água e sabão apropriado e secar cuidadosamente o local. Aplicar três vezes ao dia sobre a área lesada. Pode-se cobrir ou não com gaze estéril a região onde foi aplicada a pomada.

Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas12, procure orientação médica ou de seu cirurgião dentista.

Não use o medicamento com prazo de validade vencido. Antes de usar observe o aspecto do medicamento.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE CAUSAR?

As reações desagradáveis mais comuns que podem ocorrer com o uso de NEOMICON® são: vermelhidão, “rash” cutâneo10, coceira e inchaço11 no local de aplicação, irritação local que não existia antes do uso do produto e ainda diminuição da audição.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR GRANDE QUANTIDADE DESTE MEDICAMENTO DE UMA SÓ VEZ?

Devem-se adotar os procedimentos gerais da conduta no controle de intoxicações exógenas13. Adotar medidas habituais de apoio e controle das funções vitais.

DIZERES LEGAIS


Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas12 procure orientação médica.
 

Reg. MS: 1.1560.0049
Farm. Resp.: Dra. Michele Caldeira Landim - CRF/GO: 5122

CIFARMA – Científica Farmacêutica Ltda.
Rod. BR 153 Km 5,5 – Jardim Guanabara
CEP: 74675-090 – Goiânia / GO
CNPJ: 17.562.075/0001-69
Indústria Brasileira


SAC 0800 7071212

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
2 Grama: 1. Designação comum a diversas ervas da família das gramíneas que formam forrações espontâneas ou que são cultivadas para criar gramados em jardins e parques ou como forrageiras, em pastagens; relva. 2. Unidade de medida de massa no sistema c.g.s., equivalente a 0,001 kg . Símbolo: g.
3 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
4 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
5 Olhos:
6 Ototoxicidade: Dano causado aos sistemas coclear e/ou vestibular resultante de exposição a substâncias químicas.
7 Nefrotoxicidade: É um dano nos rins causado por substâncias químicas chamadas nefrotoxinas.
8 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
9 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
10 Cutâneo: Que diz respeito à pele, à cútis.
11 Inchaço: Inchação, edema.
12 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
13 Intoxicações exógenas: Intoxicação exógena ou envenenamento é o resultado da contaminação de um ser vivo por um produto químico, excluindo reações imunológicas tais como alergias e infecções. Para que ocorra um envenenamento são necessários três fatores: substância, vítima em potencial e situação desfavorável.

Tem alguma dúvida sobre Neomicon?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.