Preço de Deriva C Micro em Fairfield/SP: R$ 34,96

Deriva C Micro

GLENMARK FARMACÊUTICA LTDA

Atualizado em 03/07/2020

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

Nome genérico: adapaleno + fosfato de clindamicina.

APRESENTAÇÕES

Gel dermatológico de liberação prolongada em base aquosa contendo adapaleno micronizado 1 mg/g + fosfato de clindamicina 10 mg/g em microesferas, apresentado em bisnagas de 30 g e 45 g.

USO DERMATOLÓGICO
USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 12 ANOS

COMPOSIÇÃO

Cada grama1 do Deriva® C Micro contém:

Adapaleno micronizado em microesferas 1 mg
Fosfato de clindamicina* 11,91 mg
Excipientes** q.s.p 1g

*equivalente a 10 mg de clindamicina
**edetato dissódico, carbômer 940, propilenoglicol, metilparabeno, poloxâmer, fenoxietanol, hidróxido de sódio e água purificada.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Deriva® C Micro é indicado para o tratamento tópico2 da acne3 vulgar de intensidade leve a moderada (doença de pele4 que atinge pelos e glândulas sebáceas5, responsáveis pela produção da oleosidade da pele4, que propicia o desenvolvimento de microrganismos), sendo eficaz nas lesões6 inflamatórias e não inflamatórias da acne3.

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

Deriva® C Micro age diretamente sobre os folículos pilossebáceos (estrutura da pele4 capaz de produzir pelos e sebo), resultando na diminuição das lesões6 da acne3 (espinhas). Essa ação acontece, pois o produto é capaz de normalizar a forma como as células7 da pele4 se reproduzem, diminuindo a formação de microcravos e espinhas. Além disso, Deriva® C Micro combate as bactérias comumente presentes nessas lesões6.
A micronização proporciona o aumento da penetração do adapaleno na pele4. A presença de microesferas porosas ajuda a liberação do medicamento.
Essas microesferas envolvem o princípio ativo do produto e, após sua aplicação na pele4, liberam-no de forma controlada e pré-programada. Desta forma, as microesferas funcionam como “reservatórios”, permitindo que a pele4 absorva pequenas quantidades do produto ao longo do tempo, reduzindo os riscos de irritação. Tal evidência é comprovada pelo fato de que as microesferas permanecem na superfície da pele4 e são facilmente laváveis.
As micropartículas de Deriva® C Micro penetram seletivamente na pele4, proporcionando concentrações elevadas do produto. A desestabilização controlada das microesferas permite a liberação controlada do princípio ativo e uma ação altamente seletiva, específica e potente, sem irritar outros tecidos.
Já a clindamicina, tem ação de matar as bactérias presentes nas lesões6 causadas por espinhas, evitando assim a formação de pus8.

QUANDO NÃO DEVO UTILIZAR ESTE MEDICAMENTO?

Pacientes com alergia9 prévia ao adapaleno e a outros retinóides ou a qualquer componente da fórmula não devem utilizar este medicamento.
Não deve ser aplicado em áreas com ferimentos, eczemas10 (lesão11 na pele4 causada por inflamação12) ou queimaduras solares. Não deve ser utilizado ao mesmo tempo com agentes descamantes, limpadores abrasivos, adstringentes ou produtos irritantes (contendo álcool ou fragrâncias).

Categoria de Risco na Gravidez13: C
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.
Este medicamento é contraindicado para menores de 12 anos.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

O produto deve ser aplicado somente sobre a pele4, não devendo ser utilizado em mucosas14, cantos do nariz15, boca16 ou áreas com ferimentos ou já machucadas, assim como em queimaduras solares.
O uso na pele4 da clindamicina pode resultar na absorção do antibiótico, com raros relatos de diarreia17 (às vezes com sangue18) e colite19 (dor de barriga causada por inflamação12 do intestino).
Portanto, o uso do produto não é recomendado em pacientes com antecedentes de colite19 ulcerativa (ferida no intestino grosso20), enterite regional (ferida no intestino delgado21) ou histórico de colite19 relacionada ao uso de antibióticos.
O uso concomitante de outros produtos na pele4 que podem ser irritantes (sabonetes ou agentes de limpeza medicamentosos ou irritantes, sabonetes e cosméticos com forte efeito de secagem da pele4 e produtos com alta concentração de álcool, etc.) deve ser feito com cuidado. Deve-se tomar cuidado específico ao se utilizar preparações contendo enxofre e alguns produtos farmacêuticos (como resorcinol ou ácido salicílico) em combinação com o adapaleno. Caso essas preparações tenham sido previamente utilizadas, recomenda-se não iniciar o tratamento com o adapaleno até que o efeito dessas preparações sobre a pele4 tenha terminado.
Durante as primeiras semanas da terapia, pode haver um aumento da quantidade de espinhas. Isso se deve à ação da medicação em lesões6 não visíveis previamente e não deve ser considerado um motivo para descontinuar o tratamento.
O produto deve ser prescrito com cautela a pacientes alérgicos. Caso reações de hipersensibilidade ou irritação ocorram, o uso do medicamento deve ser descontinuado.
Não há recomendações e advertências especiais quanto ao uso de Deriva® C Micro por idosos.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento. Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico, pode ser perigoso para sua saúde22.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Mantenha o produto em sua embalagem original, em temperatura ambiente (entre 15ºC e 30ºC), protegido da luz. Não congelar.
Prazo de Validade: 18 meses a partir da data de fabricação.
Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use medicamento com prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Deriva® C Micro é apresentado na forma de gel homogêneo, liso, de coloração branca a amarelada.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.
Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance de crianças.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Aplicar uma fina camada do gel sobre a pele4 com espinhas, uma vez ao dia, preferencialmente à noite, em quantidade suficiente para cobrir todas as lesões6. A área de aplicação deve estar limpa e seca. Este produto deve ser aplicado somente sobre a pele4, não devendo ser utilizado nos cantos do nariz15, boca16 ou áreas com ferimentos ou já machucadas, assim como em queimaduras solares ou áreas inflamadas da pele4.
Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Caso esqueça uma aplicação, utilize o medicamento assim que possível, mas não aplique o medicamento duas vezes no mesmo dia.
Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

Deriva® C Micro gel foi desenvolvido especialmente com o objetivo de reduzir a frequência e a intensidade de eventos adversos algumas vezes presentes principalmente durante o uso do adapaleno, como vermelhidão, inchaço23, ressecamento, irritação, descamação24, coceira, queimaduras solares, formação de bolhas e retorno da acne3. Todas essas reações podem acontecer durante o primeiro mês de tratamento, diminuindo após o segundo mês, e costumam desaparecer após a interrupção do tratamento. Todas essas reações adversas são reversíveis após a descontinuação do tratamento. Contudo, em caso de reações adversas intensas, interrompa o tratamento e procure o seu médico. O uso tópico2 da clindamicina pode resultar na absorção do antibiótico através da pele4, raramente podendo ocorrer diarreia17 (às vezes com sangue18) e inflamação12 intestinal.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

Não se espera nenhum risco grave após uma aplicação na pele4 de uma superdose ou após uma ingestão acidental. Mas se for aplicado em quantidades excessivas, os resultados não serão atingidos mais rapidamente. Por outro lado, poderá ocorrer vermelhidão, descamação24 ou desconforto no local do uso. Converse com seu médico. Procure imediatamente seu médico ou um pronto-socorro, em caso de ingestão acidental do produto.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

DIZERES LEGAIS

 

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.
SÓ PODE SER VENDIDO COM RETENÇÃO DA RECEITA.

 

MS 1.1013.0266
Farmacêutico Responsável: Cintia Bavaresco CRF/SP nº 30.778

Fabricado por:
Glenmark Pharmaceuticals Ltd. Nasik, Índia

Registrado por:
Glenmark Farmacêutica Ltda. São Paulo/SP
CNPJ n° 44.363.661/0001-57

Importado e distribuído por:
Glenmark Farmacêutica Ltda.
Rua Edgard Marchiori, 255
Distrito Industrial - Vinhedo/SP
CNPJ n° 44.363.661/0005-80

 

SAC 0800 773 0130


 

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Grama: 1. Designação comum a diversas ervas da família das gramíneas que formam forrações espontâneas ou que são cultivadas para criar gramados em jardins e parques ou como forrageiras, em pastagens; relva. 2. Unidade de medida de massa no sistema c.g.s., equivalente a 0,001 kg . Símbolo: g.
2 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
3 Acne: Doença de predisposição genética cujas manifestações dependem da presença dos hormônios sexuais. As lesões começam a surgir na puberdade, atingindo a maioria dos jovens de ambos os sexos. Os cravos e espinhas ocorrem devido ao aumento da secreção sebácea associada ao estreitamento e obstrução da abertura do folículo pilosebáceo, dando origem aos comedões abertos (cravos pretos) e fechados (cravos brancos). Estas condições favorecem a proliferação de microorganismos que provocam a inflamação característica das espinhas, sendo o Propionibacterium acnes o agente infeccioso mais comumente envolvido.
4 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
5 Glândulas Sebáceas: Órgãos formados por pequenas bolsas, localizados na DERME. Cada glândula apresenta um único ducto que emerge de um grupo de alvéolos ovais. Cada alvéolo é constituído por uma membrana basal transparente, encerrando células epiteliais. Os ductos da maior parte das glândulas sebáceas se abrem nos folículos pilosos, porém alguns se abrem na superfície da PELE. Glândulas sebáceas secretam SEBO.
6 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
7 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
8 Pus: Secreção amarelada, freqüentemente mal cheirosa, produzida como conseqüência de uma infecção bacteriana e formada por leucócitos em processo de degeneração, plasma, bactérias, proteínas, etc.
9 Alergia: Reação inflamatória anormal, perante substâncias (alérgenos) que habitualmente não deveriam produzi-la. Entre estas substâncias encontram-se poeiras ambientais, medicamentos, alimentos etc.
10 Eczemas: Afecções alérgicas da pele, elas podem ser agudas ou crônicas, caracterizadas por uma reação inflamatória com formação de vesículas, desenvolvimento de escamas e prurido.
11 Lesão: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
12 Inflamação: Conjunto de processos que se desenvolvem em um tecido em resposta a uma agressão externa. Incluem fenômenos vasculares como vasodilatação, edema, desencadeamento da resposta imunológica, ativação do sistema de coagulação, etc.Quando se produz em um tecido superficial (pele, tecido celular subcutâneo) pode apresentar tumefação, aumento da temperatura local, coloração avermelhada e dor (tétrade de Celso, o cientista que primeiro descreveu as características clínicas da inflamação).
13 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
14 Mucosas: Tipo de membranas, umidificadas por secreções glandulares, que recobrem cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
15 Nariz: Estrutura especializada que funciona como um órgão do sentido do olfato e que também pertence ao sistema respiratório; o termo inclui tanto o nariz externo como a cavidade nasal.
16 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
17 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
18 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
19 Colite: Inflamação da porção terminal do cólon (intestino grosso). Pode ser devido a infecções intestinais (a causa mais freqüente), ou a processos inflamatórios diversos (colite ulcerativa, colite isquêmica, colite por radiação, etc.).
20 Intestino grosso: O intestino grosso é dividido em 4 partes principais: ceco (cecum), cólon (ascendente, transverso, descendente e sigmoide), reto e ânus. Ele tem um papel importante na absorção da água (o que determina a consistência do bolo fecal), de alguns nutrientes e certas vitaminas. Mede cerca de 1,5 m de comprimento.
21 Intestino delgado: O intestino delgado é constituído por três partes: duodeno, jejuno e íleo. A partir do intestino delgado, o bolo alimentar é transformado em um líquido pastoso chamado quimo. Com os movimentos desta porção do intestino e com a ação dos sucos pancreático e intestinal, o quimo é transformado em quilo, que é o produto final da digestão. Depois do alimento estar transformado em quilo, os produtos úteis para o nosso organismo são absorvidos pelas vilosidades intestinais, passando para os vasos sanguíneos.
22 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
23 Inchaço: Inchação, edema.
24 Descamação: 1. Ato ou efeito de descamar(-se); escamação. 2. Na dermatologia, fala-se da eliminação normal ou patológica da camada córnea da pele ou das mucosas. 3. Formação de cascas ou escamas, devido ao intemperismo, sobre uma rocha; esfoliação térmica.

Tem alguma dúvida sobre Deriva C Micro?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.