CLOMID

MEDLEY

Atualizado em 08/12/2014

Composição de Clomid

CADA COMPRIMIDO CONTEM: CITRATO DE CLOMIFENO 50 MG.

Posologia e Administração de Clomid

PRIMEIRO CICLO: 50 MG (1 COMPRIMIDO) AO DIA DURANTE 5 DIAS. EM CASO DE AMENORREIA1 INICIAR O TRATAMENTO EM QUALQUER PERIODO DO CICLO MENSTRUAL. SE FOR PROGRAMADA INDUCAO DA METRORRAGIA2 POR PROGESTINICO OU SE OCORRER MENSTRUACAO3 ESPONTANEA, CLOMID DEVE SER ADMINISTRADO A PARTIR DO 5O DIA. SE A OVULACAO4 NAO OCORRER APOS O PRIMEIRO CICLO DE TRATAMENTO, DEVE SER INSTITUIDO UM SEGUNDO CICLO COM 100 MG AO DIA DURANTE 5 DIAS, APOS 30 DIAS DE TRATAMENTO ANTERIOR. O AUMENTO DA POSOLOGIA NAO DEVE ULTRAPASSAR A DOSE E DURACAO DE 100 MG/DIA POR 5 DIAS

Precauções de Clomid

EFETUAR EXAME PELVICO5 ANTES DE INICIAR CADA CICLO DE TRATAMENTO. NAO ADMINISTRAR CLOMID NA PRESENCA DE CISTO OVARIANO. RECOMENDA-SE USAR A MENOR DOSE DE CLOMID PARA MINIMIZAR UM POSSIVEL AUMENTO DO TAMANHO DOS OVARIOS6. GRAVIDEZ7 MULTIPLA: HA UM AUMENTO NA PROBABILIDADE DE OCORRER GRAVIDEZ7 MULTIPLA RELACIONADA AO EMPREGO DE CLOMID. ALTERACOES NA GRAVIDEZ7: TEM SIDO RELATADAS ABORTO, GRAVIDEZ ECTOPICA8, PARTO PREMATURO E MOLA HIDATIFORME9. ATIVIDADES COMO DIRIGIR VEICULOS OU OPERAR MAQUINAS PODEM TORNAR-SE ARRISCADAS DEVIDO A OCORRENCIA DE TURVACAO VISUAL.

Reações Adversas de Clomid

AUMENTO DO VOLUME OVARIANO, FOGACHOS, DESCONFORTO PELVICO5 ABDOMINAL, SINTOMAS10 VISUAIS, ALTERACOES CUTANEAS11, SINTOMAS10 NEUROLOGICOS, DISFUNCAO HEPATICA12, NEOPLASIAS13.

Contra-Indicações de Clomid

HIPERSENSIBILIDADE AO CITRATO DE CLOMIFENO, INSUFICIENCIA HEPATICA14, METRORRAGIA2. GRAVIDEZ7: FORAM RELATADAS MALFORMACOES15 CONGENITAS16 E MORTE FETAL. PARA EVITAR A ADMINISTRACAO INADVERTIDA DE CLOMID DURANTE O INICIO DA GRAVIDEZ7 A PACIENTE DEVE DETERMINAR A TEMPERATURA BASAL EM TODOS OS CICLOS DE TRATAMENTO E SER OBSERVADA SE HA OU NAO SINAIS17 DE OVULACAO4. CISTO OVARIANO.

Indicações de Clomid

CLOMID ESTA SOMENTE INDICADO PARA PACIENTES18 COM ANOVULACAO19 DEMONSTRADA E INFERTILIDADE20 FEMININA DECORRENTE DE ANOVULACAO19. EXCLUIR OUTRAS CAUSAS DE INFERTILIDADE20.

Apresentação de Clomid

CAIXA COM 10 COMPRIMIDOS.

CLOMID - Laboratório

MEDLEY
Rua Macedo Costa, 55
Campinas/SP - CEP: 13080-180
Tel: (19 )744-8324
Fax: (019) 744-8227
Site: http://www.medley.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "MEDLEY"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Amenorréia: É a ausência de menstruação pelo período equivalente a 3 ciclos menstruais ou 6 meses (o que ocorrer primeiro). Para períodos inferiores, utiliza-se o termo atraso menstrual.
2 Metrorragia: Hemorragia uterina produzida fora do período menstrual. Pode ser sinal de menopausa. Em certas ocasiões é produzida pela presença de tumor uterino ou nos ovários.
3 Menstruação: Sangramento cíclico através da vagina, que é produzido após um ciclo ovulatório normal e que corresponde à perda da camada mais superficial do endométrio uterino.
4 Ovulação: Ovocitação, oocitação ou ovulação nos seres humanos, bem como na maioria dos mamíferos, é o processo que libera o ovócito II em metáfase II do ovário. (Em outras espécies em vez desta célula é liberado o óvulo.) Nos dias anteriores à ovocitação, o folículo secundário cresce rapidamente, sob a influência do FSH e do LH. Ao mesmo tempo que há o desenvolvimento final do folículo, há um aumento abrupto de LH, fazendo com que o ovócito I no seu interior complete a meiose I, e o folículo passe ao estágio de pré-ovocitação. A meiose II também é iniciada, mas é interrompida em metáfase II aproximadamente 3 horas antes da ovocitação, caracterizando a formação do ovócito II. A elevada concentração de LH provoca a digestão das fibras colágenas em torno do folículo, e os níveis mais altos de prostaglandinas causam contrações na parede ovariana, que provocam a extrusão do ovócito II.
5 Pélvico: Relativo a ou próprio de pelve. A pelve é a cavidade no extremo inferior do tronco, formada pelos dois ossos do quadril (ilíacos), sacro e cóccix; bacia. Ou também é qualquer cavidade em forma de bacia ou taça (por exemplo, a pelve renal).
6 Ovários: São órgãos pares com aproximadamente 3cm de comprimento, 2cm de largura e 1,5cm de espessura cada um. Eles estão presos ao útero e à cavidade pelvina por meio de ligamentos. Na puberdade, os ovários começam a secretar os hormônios sexuais, estrógeno e progesterona. As células dos folículos maduros secretam estrógeno, enquanto o corpo lúteo produz grandes quantidades de progesterona e pouco estrógeno.
7 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
8 Gravidez ectópica: Implantação do produto da fecundação fora da cavidade uterina (trompas, peritôneo, etc.).
9 Mola hidatiforme: Tumor benigno que se desenvolve a partir de tecido placentário em fases precoces de uma gravidez em que o embrião não se desenvolve normalmente. Causada por uma degenerescência das vilosidades coriônicas (projeções minúsculas, semelhantes a dedos, existentes na placenta). A causa é desconhecida.
10 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
11 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
12 Hepática: Relativa a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
13 Neoplasias: Termo que denomina um conjunto de doenças caracterizadas pelo crescimento anormal e em certas situações pela invasão de órgãos à distância (metástases). As neoplasias mais frequentes são as de mama, cólon, pele e pulmões.
14 Insuficiência hepática: Deterioração grave da função hepática. Pode ser decorrente de hepatite viral, cirrose e hepatopatia alcoólica (lesão hepática devido ao consumo de álcool) ou medicamentosa (causada por medicamentos como, por exemplo, o acetaminofeno). Para que uma insuficiência hepática ocorra, deve haver uma lesão de grande porção do fígado.
15 Malformações: 1. Defeito na forma ou na formação; anomalia, aberração, deformação. 2. Em patologia, é vício de conformação de uma parte do corpo, de origem congênita ou hereditária, geralmente curável por cirurgia. Ela é diferente da deformação (que é adquirida) e da monstruosidade (que é incurável).
16 Congênitas: 1. Em biologia, o que é característico do indivíduo desde o nascimento ou antes do nascimento; conato. 2. Que se manifesta espontaneamente; inato, natural, infuso. 3. Que combina bem com; apropriado, adequado. 4. Em termos jurídicos, é o que foi adquirido durante a vida fetal ou embrionária; nascido com o indivíduo. Por exemplo, um defeito congênito.
17 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
18 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
19 Anovulação: Alteração no funcionamento dos ovários, capaz de alterar a produção, maturação ou liberação normal de óvulos. Esta alteração pode ser intencional (como a induzida pelas pílulas anticoncepcionais) ou ser endógena. Pode ser uma causa de infertilidade.
20 Infertilidade: Capacidade diminuída ou ausente de gerar uma prole. O termo não implica a completa inabilidade para ter filhos e não deve ser confundido com esterilidade. Os clínicos introduziram elementos físicos e temporais na definição. Infertilidade é, portanto, freqüentemente diagnosticada quando, após um ano de relações sexuais não protegidas, não ocorre a concepção.

Tem alguma dúvida sobre CLOMID?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.