ACIDO ACETILSALICILICO

Infabra Ind. Farm. Bras. Ltda.

Atualizado em 03/06/2015

Indicações do Acido Acetilsalicilico

ANTITERMICO1, ANALGESICO2, ANTIINFLAMATORIO, ANTI-REUMATICO.

Apresentação do Acido Acetilsalicilico

CAIXAS COM 50 ENVELOPES DE 10 COMPRIMIDOS DE 100 MG OU 500 MG.

Composição do Acido Acetilsalicilico

CADA COMPRIMIDO CONTEM: 100 E 500 MG DE ACIDO ACETILSALICILICO.

Posologia e Administração do Acido Acetilsalicilico

COMO ANTITERMICO1 E ANALGESICO2: ADULTOS: 1 COMPRIMIDO DE 500 MG DE 4 EM 4 HORAS. DOSE MAXIMA: 6 COMPRIMIDOS AO DIA. CRIANCAS: ACIMA DE 10 ANOS DE IDADE: 1 COMPRIMIDO DE 500 MG A CADA 4 OU 6 HORAS. DOSE MAXIMA: 4 COMPRIMIDOS AO DIA. DE 8 A 10 ANOS DE IDADE: 4 COMPRIMIDOS DE 100 MG A CADA 4 OU 6 HORAS. DOSE MAXIMA: 16 COMPRIMIDOS AO DIA. DE 5 A 7 ANOS DE IDADE: 3 COMPRIMIDOS DE 100 MG A CADA 4 OU 6 HORAS. DOSE MAXIMA: 12 COMPRIMIDOS AO DIA. DE 3 A 4 ANOS DE IDADE: 2 COMPRIMIDOS DE 100 MG A CADA 4 OU 6 HORAS. DOSE MAXIMA: 8 COMPRIMIDOS AO DIA. ABAIXO DE 3 ANOS: COMPRIMIDOS DE 100 MG A CRITERIO MEDICO. COMO ANTIINFLAMATORIO: ADULTOS: 3 A 6 G AO DIA. CRIANCAS: 100 A 125 MG/KG DE PESO/DIA. DOSES SUPERIORES AS RECOMENDADAS, SOMENTE A CRITERIO MEDICO. COMPRIMIDOS DE 500 MG DEVEM SER INGERIDOS SEMPRE ACOMPANHADOS DE MEIO COPO DE AGUA OU MAIS. OS COMPRIMIDOS DE 100 MG SAO MASTIGAVEIS, PODENDO TAMBEM SER TRITURADOS E ADICIONADOS AO SUCO DE FRUTAS, LEITE OU AGUA ACUCARADA.

Precauções do Acido Acetilsalicilico

PACIENTES COM TENDENCIA A SANGRAMENTO, COM LESOES3 HEPATICAS4 GRAVES, HEMOFILICOS E COM DEFICIENCIA DE VITAMINA5 K NAO DEVEM FAZER USO DO ACIDO ACETILSALICILICO. EMBORA NAO HAJA UMA RELACAO DE CAUSA E EFEITO, SEU USO EM CRIANCAS E ADOLESCENTES COM GRIPE6 OU VARICELA7 DEVERA SER FEITO SOB PRESCRICAO MEDICA.

Reações Adversas do Acido Acetilsalicilico

PODEM OCORRER DESCONFORTO ABDOMINAL, NAUSEAS8 E VOMITOS9. - INTERACOES MEDICAMENTOSAS: O USO CONCOMITANTE COM OS ANTICOAGULANTES10 ORAIS, HIPOGLICEMIANTES ORAIS11, AGENTES URICOSURICOS, BARBITURICOS E ANTIINFLAMATORIOS NAO-ESTEROIDES DEVE SER EVITADO.

Contra-Indicações do Acido Acetilsalicilico

HISTORIA DE HIPERSENSIBILIDADE AOS SALICILATOS. PACIENTES PORTADORES DE ULCERA PEPTICA12 E DOENCAS IRRITATIVAS DO TRATO GASTRINTESTINAL. PACIENTES COM HISTORIA CLINICA DE ASMA13 BRONQUICA, RINITE14 E URTICARIA15.

Indicações do Acido Acetilsalicilico

COMO ANALGESICO2, ANTITERMICO1 E ANTIINFLAMATORIO.

Apresentação do Acido Acetilsalicilico

100 MG: CAIXA COM 50 BLISTERS DE 4 COMPRIMIDOS. 500 MG: CAIXA COM 50 BLISTERS DE 6 COMPRIMIDOS.

Ver informações do laboratório

ACIDO ACETILSALICILICO - Laboratório

Infabra Ind. Farm. Bras. Ltda.
Rua Conselheiro Mayrink, 365
Rio de Janeiro/RJ - CEP: 20960-140
Tel: (21 )501-0799
Fax: (21 )281-0142
Site: http://www.infabra.com.br/

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Antitérmico: Medicamento que combate a febre. Também pode ser chamado de febrífugo, antifebril e antipirético.
2 Analgésico: Medicamento usado para aliviar a dor. As drogas analgésicas incluem os antiinflamatórios não-esteróides (AINE), tais como os salicilatos, drogas narcóticas como a morfina e drogas sintéticas com propriedades narcóticas, como o tramadol.
3 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
4 Hepáticas: Relativas a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
5 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.
6 Gripe: Doença viral adquirida através do contágio interpessoal que se caracteriza por faringite, febre, dores musculares generalizadas, náuseas, etc. Sua duração é de aproximadamente cinco a sete dias e tem uma maior incidência nos meses frios. Em geral desaparece naturalmente sem tratamento, apenas com medidas de controle geral (repouso relativo, ingestão de líquidos, etc.). Os antibióticos não funcionam na gripe e não devem ser utilizados de rotina.
7 Varicela: Doença viral freqüente na infância e caracterizada pela presença de febre e comprometimento do estado geral juntamente com a aparição característica de lesões que têm vários estágios. Primeiro são pequenas manchas avermelhadas, a seguir formam-se pequenas bolhas que finalmente rompem-se deixando uma crosta. É contagiosa, mas normalmente não traz maiores conseqüências à criança. As bolhas e suas crostas, se não sofrerem infecção secundária, não deixam cicatriz.
8 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
9 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
10 Anticoagulantes: Substâncias ou medicamentos que evitam a coagulação, especialmente do sangue.
11 Hipoglicemiantes orais: Medicamentos usados por via oral em pessoas com diabetes tipo 2 para manter os níves de glicose próximos ao normal. As classes de hipoglicemiantes são: inibidores da alfaglicosidase, biguanidas, derivados da fenilalanina, meglitinides, sulfoniluréias e thiazolidinediones.
12 Úlcera péptica: Lesão na mucosa do esôfago, estômago ou duodeno. Também chamada de úlcera gástrica ou duodenal. Pode ser provocada por excesso de ácido clorídrico produzido pelo próprio estômago ou por medicamentos como antiinflamatórios ou aspirina. É uma doença infecciosa, causada pela bactéria Helicobacter pylori em quase 100% dos casos. Os principais sintomas são: dor, má digestão, enjôo, queimação (azia), sensação de estômago vazio.
13 Asma: Doença das vias aéreas inferiores (brônquios), caracterizada por uma diminuição aguda do calibre bronquial em resposta a um estímulo ambiental. Isto produz obstrução e dificuldade respiratória que pode ser revertida de forma espontânea ou com tratamento médico.
14 Rinite: Inflamação da mucosa nasal, produzida por uma infecção viral ou reação alérgica. Manifesta-se por secreção aquosa e obstrução das fossas nasais.
15 Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.

Tem alguma dúvida sobre ACIDO ACETILSALICILICO?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.