GINECOSIDE

DARROW

Atualizado em 08/12/2014

Ação Terapêutica1 de Ginecoside

Efeito progestacional, traduzido pela acentuação da fase secretória do ciclo menstrual.

Substâncias de Ginecoside


Drágea2:  Normetandrona; metilestradiol; excipientes q.s.p.
Solução injetável:  Progesterona; butiril acetado de estradiol; veículo oleoso q.s.p.

Contra-Indicações de Ginecoside

Contra-indicado nas seguintes condições:  gravidez3, severos distúrbios da função hepática4; diabetes5 melitus grave; tumores estrógeno6 dependentes; antecedentes de herpes gravídico; distúrbios cardiovasculares e cerebrovasculares; hemorragia vaginal7 e hiperplasia endometrial8; hiperlipidemia9; porfiria10.

Indicações de Ginecoside


Preparado hormonal indicado para o tratamento da amenorréia secundária11.

Apresentação de Ginecoside

Drágeas12 - cartucho contendo 2 drágeas12.
Solução Injetável - cartucho contendo 1 ampola de 2 ml.

Composição de Ginecoside

Drágea2:  Cada drágea2 contém: Normetandrona 5,0mg; metilestradiol 0,3mg; excipientes q.s.p. 1 drágea2.
Solução Injetável:  Cada ampola contém: Progesterona 50,0mg; butiril acetado de estradiol 3,0mg; veículo oleoso q.s.p. 2,0 ml.

Posologia e Administração de Ginecoside

Drágea2:  Tomar uma drágea2, durante dois dias consecutivos.
Solução Injetável:  Administrar uma só ampola, por via intramuscular - nunca por via endovenosa.  A administração tanto por via oral, quanto injetável, somente deve ser realizada após se excluir a possibilidade de gravidez3.  Em alguns casos, o período até que se produza uma hemorragia13, pode prolongar-se até 15 dias.  Caso não ocorra a hemorragia13, deverão ser tomadas outras medidas diagnósticas e terapêuticas.

Precauções de Ginecoside


Interromper o tratamento se surgir sinais14 de processos tromboembólicos.  Ginecoside deve ser administrado com precaução em mulheres  portadoras de veias15 varicosas e naquelas cujos testes da função hepática4 apresentarem anormalidades.  Se a paciente apresentar sintomas16 de hemorragia13 dentária deverá comunicar, imediatamente, ao seu médico.

Reações Adversas de Ginecoside


As seguintes reaçòes adversas têm sido associada a terapia com Ginecoside:  hemorragia13 intermenstrual, acúmulo de líquido no tecido17 celular (edema18), produção excessiva de muco cervical, alteraçòes nos seios19 (dor, flacidez, hipertrofia20, secreção), náusea21, vômito22, icterícia23, distúrbios da visão24 e cefaléia25.  Assim como os demais preparados estrogênicos, pode ocorrer o aparecimento de manifestações tromboembólicas.

GINECOSIDE - Laboratório

DARROW
Rua Marquês de Olinda, 69
Rio de Janeiro/RJ - CEP: 22251-040
Tel: 0800218150
Site: http://www.darrow.com.br

Ver outros medicamentos do laboratório "DARROW"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
2 Drágea: Comprimido ou pílula contendo preparado farmacêutico.
3 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
4 Hepática: Relativa a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
5 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
6 Estrógeno: Grupo hormonal produzido principalmente pelos ovários e responsáveis por numerosas ações no organismo feminino (indução da primeira fase do ciclo menstrual, desenvolvimento dos ductos mamários, distribuição corporal do tecido adiposo em um padrão feminino, etc.).
7 Hemorragia vaginal: Hemorragia vaginal anormal é a perda de sangue por via vaginal fora do período menstrual ou que surge em grandes quantidades (durante mais de sete dias). É preciso considerar a situação menstrual da mulher: se ela tem menstruações normais, irregulares, com falhas, se é muito jovem, se está perto da menopausa ou se já está na menopausa.
8 Hiperplasia endometrial: Caracterizada por alterações biomorfológicas do endométrio (estroma e glândulas), que variam desde um estado fisiológico exacerbado até o carcinoma “in situ”. É o resultado de uma estimulação estrogênica persistente na ausência ou insuficiência de estímulo progestínico.O fator prognóstico mais importante nas pacientes afetadas é a atipia celular: cerca de 20% das pacientes com hiperplasia atípica evoluem para câncer invasivo.
9 Hiperlipidemia: Condição em que os níveis de gorduras e colesterol estão mais altos que o normal.
10 Porfiria: Constituem um grupo de pelo menos oito doenças genéticas distintas, além de formas adquiridas, decorrentes de deficiências enzimáticas específicas na via de biossíntese do heme, que levam à superprodução e acumulação de precursores metabólicos, para cada qual correspondendo um tipo particular de porfiria. Fatores ambientais, tais como: medicamentos, álcool, hormônios, dieta, estresse, exposição solar e outros desempenham um papel importante no desencadeamento e curso destas doenças.
11 Amenorréia secundária: É a ausência de menstruação por um período maior do que três meses consecutivos em uma mulher que anteriormente já apresentou ciclos menstruais.
12 Drágeas: Comprimidos ou pílulas contendo preparado farmacêutico.
13 Hemorragia: Saída de sangue dos vasos sanguíneos ou do coração para o exterior, para o interstício ou para cavidades pré-formadas do organismo.
14 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
15 Veias: Vasos sangüíneos que levam o sangue ao coração.
16 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
17 Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.
18 Edema: 1. Inchaço causado pelo excesso de fluidos no organismo. 2. Acúmulo anormal de líquido nos tecidos do organismo, especialmente no tecido conjuntivo.
19 Seios: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
20 Hipertrofia: 1. Desenvolvimento ou crescimento excessivo de um órgão ou de parte dele devido a um aumento do tamanho de suas células constituintes. 2. Desenvolvimento ou crescimento excessivo, em tamanho ou em complexidade (de alguma coisa). 3. Em medicina, é aumento do tamanho (mas não da quantidade) de células que compõem um tecido. Pode ser acompanhada pelo aumento do tamanho do órgão do qual faz parte.
21 Náusea: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
22 Vômito: É a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Pode ser classificado como: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
23 Icterícia: Coloração amarelada da pele e mucosas devido a uma acumulação de bilirrubina no organismo. Existem dois tipos de icterícia que têm etiologias e sintomas distintos: icterícia por acumulação de bilirrubina conjugada ou direta e icterícia por acumulação de bilirrubina não conjugada ou indireta.
24 Visão: 1. Ato ou efeito de ver. 2. Percepção do mundo exterior pelos órgãos da vista; sentido da vista. 3. Algo visto, percebido. 4. Imagem ou representação que aparece aos olhos ou ao espírito, causada por delírio, ilusão, sonho; fantasma, visagem. 5. No sentido figurado, concepção ou representação, em espírito, de situações, questões etc.; interpretação, ponto de vista. 6. Percepção de fatos futuros ou distantes, como profecia ou advertência divina.
25 Cefaleia: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaleia ou dor de cabeça tensional, cefaleia cervicogênica, cefaleia em pontada, cefaleia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaleias ou dores de cabeça. A cefaleia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).

Tem alguma dúvida sobre GINECOSIDE?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.