HIDRAFIX Solução hidratante oral

NYCOMED PHARMA

Atualizado em 08/12/2014

           

Apresentações de Hidrafix Solução Hidratante Oral

Frascos com 250 ml, nos sabores framboesa, laranja, limão e uva.

Uso Pediátrico e Adulto

Composição de Hidrafix Solução Hidratante Oral

Cada ml contém:        
Cloreto de Sódio     2,34 mg
Cloreto de Potássio 1,49 mg
Citrato de Sódio     1,96 mg
Glicose1 19,83 mg
Veículo aromatizado q.s.p. 1 ml

Cada 1000 ml proporciona 60 mEq de Sódio, 20 mEq de Potássio, 60 mEq de Cloreto, 20 mEq de Citrato e 110 mMol de Glicose1.

Informação ao Paciente de Hidrafix Solução Hidratante Oral

Conserve o produto na embalagem original, ao abrigo do calor e da luz.Prazo de validade: 24 meses a partir da data da fabricação (vide cartucho). Após abertura do frasco, o produto deve ser mantido em local fresco, devendo ser utilizado dentro de 24 horas. Passado esse prazo, o que restar da solução deve ser eliminado e, se necessário, abrir novo frasco. Não use medicamento com o prazo de validade vencido.
A ação esperada deste medicamento é prevenir a desidratação2 ou manter a recuperação de água e sais que se conseguiu na reidratação. Hidrafix "pronto para beber" deve ser administrado à vontade, mas intercalando-se com outros líquidos (água, sucos, chás, leite, sopas), por um ou dois dias, ou pelo tempo que o médico indicar.
Informe seu médico a ocorrência de gravidez3 na vigência do tratamento.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.
Leia com atenção as "Contra-Indicações" e "Precauções"; em caso de dúvida, consulte seu médico.
NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE4.
A diarréia5 e a desidratação2 podem ser evitadas com cuidados de higiene: lave bem as mãos6 e os seios7 antes de amamentar; lave bem as mãos6 e os utensílios antes de preparar a comida; toda a louça onde a criança come deve ser bem limpa; mantenha os alimentos protegidos do calor e cobertos, para evitar insetos e pó.
Em dias de calor, vista a criança com roupas leves e ofereça líquidos à vontade.
O leite materno é o melhor alimento para crianças pequenas e ajuda a evitar diarréia5 e desidratação2; amamente seu filho sempre que possível.

Informação Técnica de Hidrafix Solução Hidratante Oral

Hidrafix é um medicamento cuja composição permite repor a água corporal e eletrólitos8 (sódio, potássio, cloreto, citrato) que são perdidos durante episódios de diarréia5 aguda, com ou sem vômitos9, em crianças e adultos. Corrige-se assim os desequilíbrios hidroeletrolítico10 e ácido-básico.

-Indicações:

Para prevenção de perdas de água e sais minerais (desidratação2) e manutenção da hidratação após a fase de reidratação.

Contra-Indicações de Hidrafix Solução Hidratante Oral

Hipersensibilidade aos componentes da fórmula.Vigência de íleo11-paralítico, obstrução e perfuração intestinal e vômitos9 incoercíveis.

Precauções de Hidrafix Solução Hidratante Oral

Administração com cautela se a função renal12 estiver diminuída.

Interações Medicamentosas de Hidrafix Solução Hidratante Oral

Até o momento não foram relatados casos de interação medicamentosa com o uso do produto. Pode ser usado como tratamento complementar, associado a outros medicamentos, dependendo da etiologia13 da moléstia.

Reações Adversas de Hidrafix Solução Hidratante Oral

Ainda não foram relatadas reações adversas com o uso do produto.

Posologia de Hidrafix Solução Hidratante Oral

Hidrafix "pronto para beber" deve ser oferecido ao paciente com freqüência, alternando-se com outros líqüidos (leite, sucos, chás, sopas, água). Adicionalmente, pode-se administrar o produto após cada evacuação líqüida.

Conduta na Superdosagem de Hidrafix Solução Hidratante Oral

Na eventualidade de ingestão de doses muito acima das preconizadas pode ocorrer hipernatremia14 e/ou hiperpotassemia. As formas leves são geralmente assintomáticas. Hipernatremia14 severa pode manifestar-se por febre15 elevada, sede, oligúria16, alteração da consciência, irritabilidade, hiper-reflexia, rigidez de nuca e convulsões; quando não corrigida, pode levar a lesão17 cerebral. Hiperpotassemia severa pode causar fraqueza e paralisia18 musculares, arritmias19 cardíacas, falência circulatória e parada cardíaca.
Tratamento: acompanhamento de dosagens freqüentes de eletrólitos8 sangüíneos. Administração de água, alternadamente com a solução para TRO, ou substituição por hidratação I.V., orientada por dosagens de eletrólitos8 sangüíneos. Em hiperpotassemia, acompanhamento por ECG; medidas paliativas de curta duração, visando impedir ação tóxica sobre o miocárdio20, como injeção21 I.V. de gluconato de cálcio, infusão de soluções alcalinizantes, infusão de insulina22 e glicose1 (1U/4g) para favorecer a entrada de potássio nas células23. Nos casos mais graves de hipernatremia14 e/ou hiperpotassemia é indicada diálise24 peritonial.

SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR; NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS25, PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA.

HIDRAFIX Solução hidratante oral - Laboratório

NYCOMED PHARMA
Rua do Estilo Barroco, 721
Santo Amaro/SP - CEP: 04709-011
Tel: 11 5188 4400
Site: http://www.nycomed.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "NYCOMED PHARMA"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
2 Desidratação: Perda de líquidos do organismo pelo aumento importante da freqüência urinária, sudorese excessiva, diarréia ou vômito.
3 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
4 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
5 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
6 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
7 Seios: Em humanos, uma das regiões pareadas na porção anterior do TÓRAX. As mamas consistem das GLÂNDULAS MAMÁRIAS, PELE, MÚSCULOS, TECIDO ADIPOSO e os TECIDOS CONJUNTIVOS.
8 Eletrólitos: Em eletricidade, é um condutor elétrico de natureza líquida ou sólida, no qual cargas são transportadas por meio de íons. Em química, é uma substância que dissolvida em água se torna condutora de corrente elétrica.
9 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
10 Hidroeletrolítico: Aproximadamente 60% do peso de um adulto são representados por líquido (água e eletrólitos). O líquido corporal localiza-se em dois compartimentos, o espaço intracelular (dentro das células) e o espaço extracelular (fora das células). Os eletrólitos nos líquidos corporais são substâncias químicas ativas. Eles são cátions, que carregam cargas positivas, e ânions, que transportam cargas negativas. Os principais cátions são os íons sódio, potássio, cálcio, magnésio e hidrogênio. Os principais ânions são os íons cloreto, bicarbonato, fosfato e sulfato.
11 Íleo: A porção distal and mais estreita do INTESTINO DELGADO, entre o JEJUNO e a VALVA ILEOCECAL do INTESTINO GROSSO. Sinônimos: Ileum
12 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
13 Etiologia: 1. Ramo do conhecimento cujo objeto é a pesquisa e a determinação das causas e origens de um determinado fenômeno. 2. Estudo das causas das doenças.
14 Hipernatremia: Excesso de sódio no sangue, indicativo de desidratação.
15 Febre: É a elevação da temperatura do corpo acima dos valores normais para o indivíduo. São aceitos como valores de referência indicativos de febre: temperatura axilar ou oral acima de 37,5°C e temperatura retal acima de 38°C. A febre é uma reação do corpo contra patógenos.
16 Oligúria: Clinicamente, a oligúria é o débito urinário menor de 400 ml/24 horas ou menor de 30 ml/hora.
17 Lesão: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
18 Paralisia: Perda total da força muscular que produz incapacidade para realizar movimentos nos setores afetados. Pode ser produzida por doença neurológica, muscular, tóxica, metabólica ou ser uma combinação das mesmas.
19 Arritmias: Arritmia cardíaca é o nome dado a diversas perturbações que alteram a frequência ou o ritmo dos batimentos cardíacos.
20 Miocárdio: Tecido muscular do CORAÇÃO. Composto de células musculares estriadas e involuntárias (MIÓCITOS CARDÍACOS) conectadas, que formam a bomba contrátil geradora do fluxo sangüíneo. Sinônimos: Músculo Cardíaco; Músculo do Coração
21 Injeção: Infiltração de medicação ou nutrientes líquidos no corpo através de uma agulha e seringa.
22 Insulina: Hormônio que ajuda o organismo a usar glicose como energia. As células-beta do pâncreas produzem insulina. Quando o organismo não pode produzir insulna em quantidade suficiente, ela é usada por injeções ou bomba de insulina.
23 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
24 Diálise: Quando os rins estão muito doentes, eles deixam de realizar suas funções, o que pode levar a risco de vida. Nesta situação, é preciso substituir as funções dos rins de alguma maneira, o que pode ser feito realizando-se um transplante renal, ou através da diálise. A diálise é um tipo de tratamento que visa repor as funções dos rins, retirando as substâncias tóxicas e o excesso de água e sais minerais do organismo, estabelecendo assim uma nova situação de equilíbrio. Existem dois tipos de diálise: a hemodiálise e a diálise peritoneal.
25 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.

Tem alguma dúvida sobre HIDRAFIX Solução hidratante oral?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.