Preço de IMOVANE em Woodbridge/SP: R$ 55,35

IMOVANE

Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda

Atualizado em 08/12/2014

Composição de Imovane

cada comprimido contém: zopiclone 7,5 mg,excipientes q.s.p. 1 comprimido. Excipientes: lactose1, fosfato bicálcico, amido, carboximetilamino sódico, estearato de magnésio, metilhidroxipropil celulose, dióxido de titânio.

Posologia e Administração de Imovane

a dose habitual para adultos é de 1 comprimido (7,5 mg), antes de deitar-se. Em casos de insônia leve, em pacientes idosos e/ou pacientes com insuficiência hepática2, o tratamento pode ser iniciado com a dose de 3,75 mg (meio comprimido). Em pacientes portadores de insônia persistente e severa, a dose pode ser aumentada até 15 mg por dia. Recomenda-se não prolongar o seu uso indefinidamente. - Superdosagem: manifesta-se por sono extremamente profundo, por vezes até comatoso, de acordo com a quantidade ingerida. O tratamento é sintomático3 e deve ser feito em meio especializado.

Precauções de Imovane

apesar de não terem sido encontradas reações embriotóxicas ou teratogênicas nos estudos realizados com animais, Imovane não deve ser administrado à mulheres grávidas; também está desaconselhado no período de lactação4, pois o zopiclone é excretado no leite materno. Em pacientes com miastenia5, devido à possível acentuação da fatigabilidade muscular, a administração de Imovane deve ser feita sob cuidadosa vigilância médica. Em caso de insuficiência respiratória6 moderada, é recomendável adaptar-se a posologia. A mesma atenção deve ser dada a pacientes portadores de insuficiência hepática2 severa e/ou insuficiência renal7. A ingestão de bebidas alcoólicas ou outras drogas depressoras do SNC8, na vigência do tratamento com Imovane, está formalmente desaconselhada. Os pacientes que conduzem veículos ou utilizam-se de máquinas potencialmente perigosas devem tomar cuidados especiais devido ao risco de sonolência residual no dia seguinte à ingestão do medicamento. Interações medicamentosas: o Imovane apresenta sinergismo com os depressores neuromusculares (curarizantes, miorrelaxantes); outros medicamentos depressores do SNC8 (em particular, os neurolépticos9).

Reações Adversas de Imovane

foram observados, de acordo com a dose e a sensibilidade individual do paciente, alguns efeitos desagradáveis, tais como: sonolência matinal residual; sensação de boca10 amarga e/ou secura do boca10; hipotonia11 muscular; amnésia12 anterógrada; sensação de embriaguez; em alguns pacientes, pode-se observar reações paradoxais como irritabilidade, agressividade, subexcitação, síndrome13 de confusão onírico (própria dos sonhos); cefaléia14, astenia15. A retirada abrupta do medicamento após tratamento prolongado pode acarretar a possibilidade de incidentes16 menores, como irritabilidade, ansiedade, mialgias17, tremores, insônia e pesadelos, náuseas18 e vômitos19 e, excepcionalmente, de incidentes16 maiores (geralmente precedidos de sintomas20 menores) como convulsões e estado de mal mioclônico21 com síndrome13 confusional.

Contra-Indicações de Imovane

hipersensibilidade conhecida ao zopiclone; insuficiência respiratória6 severa, crianças menores de 15 anos.

Indicações de Imovane

todos os tipos de insônia, tendo sido demonstrado sua atividade como hipnótico.

Apresentação de Imovane

estojo com 20 comprimidos.


IMOVANE - Laboratório

Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda
Rua Conde Domingos Papais, 413
Suzano/SP - CEP: 08613-010
Site: http://www.sanofi-aventis.com.br
C.N.P.J. 02.685.377/0008-23 - Indústria Brasileira

Ou

Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda
Av Brasil, 22.155- Rio de Janeiro - RJ
CNPJ 02.685.377/0019-86 - Indústria Brasileira
Atendimento ao Consumidor 0800-703-0014
www.sanofi-aventis.com.br

Ver outros medicamentos do laboratório "Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Lactose: Tipo de glicídio que possui ligação glicosídica. É o açúcar encontrado no leite e seus derivados. A lactose é formada por dois carboidratos menores, chamados monossacarídeos, a glicose e a galactose, sendo, portanto, um dissacarídeo.
2 Insuficiência hepática: Deterioração grave da função hepática. Pode ser decorrente de hepatite viral, cirrose e hepatopatia alcoólica (lesão hepática devido ao consumo de álcool) ou medicamentosa (causada por medicamentos como, por exemplo, o acetaminofeno). Para que uma insuficiência hepática ocorra, deve haver uma lesão de grande porção do fígado.
3 Sintomático: 1. Relativo a ou que constitui sintoma. 2. Que é efeito de alguma doença. 3. Por extensão de sentido, é o que indica um particular estado de coisas, de espírito; revelador, significativo.
4 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
5 Miastenia: Perda das forças musculares ocasionada por doenças musculares inflamatórias. Por ex. Miastenia Gravis. A debilidade pode predominar em diferentes grupos musculares segundo o tipo de afecção (debilidade nos músculos extrínsecos do olho, da pelve, ou dos ombros, etc.).
6 Insuficiência respiratória: Condição clínica na qual o sistema respiratório não consegue manter os valores da pressão arterial de oxigênio (PaO2) e/ou da pressão arterial de gás carbônico (PaCO2) dentro dos limites da normalidade, para determinada demanda metabólica. Como a definição está relacionada à incapacidade do sistema respiratório em manter níveis adequados de oxigenação e gás carbônico, foram estabelecidos, para sua caracterização, pontos de corte na gasometria arterial: PaO2 50 mmHg.
7 Insuficiência renal: Condição crônica na qual o corpo retém líquido e excretas pois os rins não são mais capazes de trabalhar apropriadamente. Uma pessoa com insuficiência renal necessita de diálise ou transplante renal.
8 SNC: Principais órgãos processadores de informação do sistema nervoso, compreendendo cérebro, medula espinhal e meninges.
9 Neurolépticos: Medicamento que exerce ação calmante sobre o sistema nervoso, tranquilizante, psicoléptico.
10 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
11 Hipotonia: 1. Em biologia, é a condição da solução que apresenta menor concentração de solutos do que outra. 2. Em fisiologia, é a redução ou perda do tono muscular ou a redução da tensão em qualquer parte do corpo (por exemplo, no globo ocular, nas artérias, etc.)
12 Amnésia: Perda parcial ou total da memória.
13 Síndrome: Conjunto de sinais e sintomas que se encontram associados a uma entidade conhecida ou não.
14 Cefaleia: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaleia ou dor de cabeça tensional, cefaleia cervicogênica, cefaleia em pontada, cefaleia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaleias ou dores de cabeça. A cefaleia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
15 Astenia: Sensação de fraqueza, sem perda real da capacidade muscular.
16 Incidentes: 1. Que incide, que sobrevém ou que tem caráter secundário; incidental. 2. Acontecimento imprevisível que modifica o desenrolar normal de uma ação. 3. Dificuldade passageira que não modifica o desenrolar de uma operação, de uma linha de conduta.
17 Mialgias: Dor que se origina nos músculos. Pode acompanhar outros sintomas como queda no estado geral, febre e dor de cabeça nas doenças infecciosas. Também pode estar associada a diferentes doenças imunológicas.
18 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
19 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
20 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
21 Mioclônico: Contração muscular súbita e involuntária que se verifica especialmente nas mãos e nos pés, devido à descarga patológica de um grupo de células nervosas.

Tem alguma dúvida sobre IMOVANE?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.