KATADOLON

ACHÈ

Atualizado em 09/12/2014

Maleato de flupirtina
     Cápsulas

Propriedades de Katadolon

     KATADOLON contém como princípio ativo o maleato de flupirtina, analgésico1 que atua a nível central, apesar de não possuir as características dos opiáceos. Atua aliviando a dor de forma prolongada, sendo em geral, muito bem tolerado; seu efeito analgésico1 não diminui durante o tratamento.      Nas pesquisas até agora realizadas, não foram detectados riscos de hábito e dependência do tipo opiáceo.
     As funções respiratória e cardiocirulatória não são afetadas.

Indicações de Katadolon

     Dores de origem neurológica (nevraugias e neurites2); dores por doenças neoplásticas, cefaléias3 (de origem vascular4 e enxaquecas5), episódios dolorosos pós-operatórios, dores por ferimentos, queimaduras, cauterizações, dismenorréia6, odontalgias, lombalgias e outras dores por doenças articulares degenerativas7 e esqueléticas.

Posologia e Administração de Katadolon

     A dosagem deve ser adaptada à origem e intensidade da dore à sensibilidade individual.      CÁPSULAS: 1 cápsula, 3 a 4 vezes ao dia.
     Em estados dolorosos mais intensos, pode-se elevar a dose para 2 cápsulas, 3 vezes ao dia.
     Aconselha-se não superar a dose diária de 600mg (6 cápsulas) de maleato de flupirtina.
     Em pacientes com mais de 65 anos, a posologia é de apenas 1 cápsula pela manhã e à tarde, no início do tratamento.
     Dependendo da intensidade da dor e da tolerabilidade, a dose poderá ser aumentada. Em pacientes com a função renal8 nitidamente reduzida ou com a taxa de glóbulos brancos diminuída, não deve ser ultrapassada a dose diária correspondente a 3 cápsulas de KATADOLON

Contra-Indicações de Katadolon

     Hipersensibilidade conhecida ao maleato de flupirtina.
     KATADOLON não deve ser administrado em pacientes com risco de peturbação cerebral funcional de origem hepática9 e em pacientes com obstrução biliar, pois nestes pacientes pode ocorrer pertubação motora com aparecimento ou agravamento d ealteração da função cerebral. Devido ao efeito músculo-relaxante do maleato de flupirtina, os pacientes com astenia10 muscular (Miastenia11 grave) não devem ser tratados com KATADOLON.
     Apesar de não haver evidências de teratogenicidade em estudos animais, o uso de KATADOLON, da mesma forma que outros medicamentos, não deve ser indicado durante a gestação, a menos que os benefícios previstos compensem os possíveis riscos. Lactantes12 em tratamento com KATADOLON não devem amamentar durante este período, uma vez que não há dados disponíveis sobre a passagem da substância ativa para o leite materno.

Precauções de Katadolon

     KATADOLON deve ser utilizado durante períodos curtos, não devendo ultrapassar 4 semanas, a não ser que esteja indicado. Em pacientes com função hepática9 ou renal8 diminuída, deve-se realizaro controle, respectivamente, das enzimas hepáticas13 e da taxa de creatinida. Em pacientes com mais de 65 anos ou com função renal8 nitidamente diminuída ou com redução do número de glóbulos brancos é necessário um ajuste da dose.

Reações Adversas de Katadolon

     Ocasionalmente podem ocorrer sonolência, tonturas14, náuseas15, dores de estômago16, vômitos17, diarréias e constipação18 intestinal.
     Raramente, sudorese19, ressecamento da boca20 e distúrbios visuais. Estas reações são doses-dependentes e, por conseguinte, até certo ponto controláveis. EM muitos casos elas desaparecem no decorrer do tratamento. A taxa das enzimas hepáticas13 (transaminases) raramente aumenta. Podem se desenvolver reações cutâneas21 associadas a sintomas22 como: rash23 cutâneo24, urticária25 e prurido26, eventualmente acompanhados por elevação da temperatura corporal.

Interaçoes Medicamentosas de Katadolon

     O maleato de flupirtina pode potencializar o efeito do álcool e de medicamentos com propriedades sedativas, alterando a capacidade de reação, de modo a comprometer a participação ativa do paciente no trânsito ou no manuseio de máquinas. Pode ocasionar também a potencialização da atividade dos medicamentos anticoagulantes27, aconselhando-se, portanto, a concomitante de maleato de flupirtina e paracetamol só deve ser preconizada28 sob orientação médica.

Composição de Katadolon

     Cada cápsula de KATADOLON contém:

     Maleato de flupirtina.               100mg
     Excipiente q.s.p.                      1 cápsula

Apresentação de Katadolon

     Caixa com 12 cápsulas
     USO ADULTO

KATADOLON - Laboratório

ACHÈ
RODOVIA PRES DUTRA KM 222, 2
GUARULHOS/SP - CEP: 07034-904
Tel: 11 6440-8418
Email: ache@ache.com.br
Site: http://www.ache.com.br

Ver outros medicamentos do laboratório "ACHÈ"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Analgésico: Medicamento usado para aliviar a dor. As drogas analgésicas incluem os antiinflamatórios não-esteróides (AINE), tais como os salicilatos, drogas narcóticas como a morfina e drogas sintéticas com propriedades narcóticas, como o tramadol.
2 Neurites: Inflamação de um nervo. Pode manifestar-se por neuralgia, déficit sensitivo, formigamentos e/ou diminuição da força muscular, dependendo das características do nervo afetado (sensitivo ou motor). Esta inflamação pode ter causas infecciosas, traumáticas ou metabólicas.
3 Cefaléias: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaléia ou dor de cabeça tensional, cefaléia cervicogênica, cefaléia em pontada, cefaléia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaléias ou dores de cabeça. A cefaléia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
4 Vascular: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.
5 Enxaquecas: Sinônimo de migrânea. É a cefaléia cuja prevalência varia de 10 a 20% da população. Ocorre principalmente em mulheres com uma proporção homem:mulher de 1:2-3. As razões para esta preponderância feminina ainda não estão bem entendidas, mas suspeita-se de alguma relação com o hormônio feminino. Resulta da pressão exercida por vasos sangüíneos dilatados no tecido nervoso cerebral subjacente. O tratamento da enxaqueca envolve normalmente drogas vaso-constritoras para aliviar esta pressão. No entanto, esta medicamentação pode causar efeitos secundários no sistema circulatório e é desaconselhada a pessoas com problemas cardiológicos.
6 Dismenorréia: Dor associada à menstruação. Em uma porcentagem importante de mulheres é um sintoma normal. Em alguns casos está associada a doenças ginecológicas (endometriose, etc.).
7 Degenerativas: Relativas a ou que provocam degeneração.
8 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
9 Hepática: Relativa a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
10 Astenia: Sensação de fraqueza, sem perda real da capacidade muscular.
11 Miastenia: Perda das forças musculares ocasionada por doenças musculares inflamatórias. Por ex. Miastenia Gravis. A debilidade pode predominar em diferentes grupos musculares segundo o tipo de afecção (debilidade nos músculos extrínsecos do olho, da pelve, ou dos ombros, etc.).
12 Lactantes: Que produzem leite; que aleitam.
13 Enzimas hepáticas: São duas categorias principais de enzimas hepáticas. A primeira inclui as enzimas transaminasas alaninoaminotransferase (ALT ou TGP) e a aspartato aminotransferase (AST ou TOG). Estas são enzimas indicadoras do dano às células hepáticas. A segunda categoria inclui certas enzimas hepáticas como a fosfatase alcalina (FA) e a gamaglutamiltranspeptidase (GGT) as quais indicam obstrução do sistema biliar, quer seja no fígado ou nos canais maiores da bile que se encontram fora deste órgão.
14 Tonturas: O indivíduo tem a sensação de desequilíbrio, de instabilidade, de pisar no vazio, de que vai cair.
15 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
16 Estômago: Órgão da digestão, localizado no quadrante superior esquerdo do abdome, entre o final do ESÔFAGO e o início do DUODENO.
17 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
18 Constipação: Retardo ou dificuldade nas defecações, suficiente para causar desconforto significativo para a pessoa. Pode significar que as fezes são duras, difíceis de serem expelidas ou infreqüentes (evacuações inferiores a três vezes por semana), ou ainda a sensação de esvaziamento retal incompleto, após as defecações.
19 Sudorese: Suor excessivo
20 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
21 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
22 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
23 Rash: Coloração avermelhada da pele como conseqüência de uma reação alérgica ou infecção.
24 Cutâneo: Que diz respeito à pele, à cútis.
25 Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.
26 Prurido: 1.    Na dermatologia, o prurido significa uma sensação incômoda na pele ou nas mucosas que leva a coçar, devido à liberação pelo organismo de substâncias químicas, como a histamina, que irritam algum nervo periférico. 2.    Comichão, coceira. 3.    No sentido figurado, prurido é um estado de hesitação ou dor na consciência; escrúpulo, preocupação, pudor. Também pode significar um forte desejo, impaciência, inquietação.
27 Anticoagulantes: Substâncias ou medicamentos que evitam a coagulação, especialmente do sangue.
28 Preconizada: Recomendada, aconselhada, pregada.

Tem alguma dúvida sobre KATADOLON?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.