LEIBA

UNIAO QUIMICA

Atualizado em 09/12/2014

LEIBA
Lactobacillus acidophilus
Cápsula / Suspensão oral

Formas Farmacêuticas e Apresentações da Leiba

Suspensão oral    cx com 5 e 10 flaconetesCapsula    frasco com 12 capsula

USO PEDIÁTRICO E ADULTO

- COMPOSIÇÃO:
Flaconetes
Cada tubo com 10 ml contém:    200 milhões de lactobacilos acidophilus .
Cápsula
Cada cápsula contém    200 milhões de lactobacillus acidophilus.
Excipientes: Suspensão oral : suco de tomate , extrato de carne , digerido peptico de tecido1 animal , lactose2 , carbonato de cálcio e água purificada
Capsula : lactose2 , silicato de magnésio .


Informações ao Paciente da Leiba

AÇÃO ESPERADA DO MEDICAMENTO:
Melhora o funcionamento intestinal , dificultando o desenvolvimento de flora bacteriana patogênica3 .          

CUIDADOS DE CONSERVAÇÃO:
Conserve o produto na embalagem original e ao abrigo do calor e protegido da luz .

PRAZO DE VALIDADE :
12 meses a partir da data de fabricação (vide cartucho). Não use medicamento com o prazo de validade vencido, pois, além de não obter o efeito desejado, você estará prejudicando sua saúde4.

GRAVIDEZ5 E LACTAÇÃO6:
Informe seu médico a ocorrência de gravidez5 na vigência do tratamento ou após o seu término. Informe ao médico se está  amamentando.

CUIDADOS DE ADMINISTRAÇÃO:
Informe seu médico a  ocorrência de gravidez5 na vigência do tratamento ou após o seu  término .
Informe seu médico se está amamentando.  
Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.
Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.
Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando , antes do início, ou durante o tratamento.
NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA A SAÚDE4.

- INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Características da Leiba

LEIBA é constituída de Lactobacillus acidophilus vivos, que fermentam os hidratos de carbono originando o ácido lático, que faz baixar o ph, acidificando o meio intestinal. Esse meio acidificado vai impedir ou dificultar o desenvolvimento de flora patogênica3, que pode se desenvolver  em meio pouco ácido ou  fracamente alcalino.Portanto, o tratamento das síndromes disenteriformes com  Lactobacillus acidophilus não é diretamente dirigido contra o agente etiológico7. O que se procura é modificar o meio intestinal, com manutenção da flora intestinal normal.
Esses lactobacillus  exibem  ainda,  a característica de  serem resistentes a diversos  antibióticos usuais e às sulfas.

Indicações da Leiba

No tratamento das enterocolites e suas manifestações.
Durante a terapêutica8 por antibióticos  e quimioterápicos por via oral, principalmente em síndromes disenteriformes quando então os L. acidophilus protegem a flora intestinal normal.

Posologia da Leiba

Cápsulas:
Crianças:  1 a 2 cápsulas, 3 vezes ao dia.
Adultos:  2 a 3  cápsulas,  3 vezes ao dia.
As cápsulas deverão ser ingeridas com um pouco de água ou de leite.
Flaconetes:
Crianças: 1 a 2 tubos, 3 vezes ao dia, puros ou diluídos em água.
Adulto: 2 a 3 tubos, 3 vezes ao dia, puros ou diluídos em água.
Essas doses podem ser aumentadas, a critério médico, dada a atoxicidade do produto.

SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR . NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS9, PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA.

LEIBA - Laboratório

UNIAO QUIMICA
Rua Cel. Luiz Tenório de Brito, 90
Embu-Guaçu/SP - CEP: 06900-000
Tel: SAC 0800 11 1559

Ver outros medicamentos do laboratório "UNIAO QUIMICA"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.
2 Lactose: Tipo de glicídio que possui ligação glicosídica. É o açúcar encontrado no leite e seus derivados. A lactose é formada por dois carboidratos menores, chamados monossacarídeos, a glicose e a galactose, sendo, portanto, um dissacarídeo.
3 Patogênica: 1. Relativo a patogenia, patogênese ou patogenesia. 2. Que provoca ou pode provocar, direta ou indiretamente, uma doença.
4 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
5 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
6 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
7 Etiológico: Relativo à etiologia; que investiga a causa e origem de algo.
8 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
9 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
Artigos relacionados

Tem alguma dúvida sobre LEIBA?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.