MINIDEX

ALCON

Atualizado em 09/12/2014

Minidex®

Dexametasona
Solução Oftálmica Estéril

USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Forma Farmacêutica e Apresentação de Minidex

Frascos plásticos conta-gotas contendo 5ml de solução oftálmica.

Composição de Minidex

Cada ml contém:

Dexametasona....................0,00005g
Hipromelose....................0,005g

Veículo constituído de cloreto de sódio , fosfato de sódio dibásico, com edetato dissódico e cloreto de benzalcônio como conservantes e água purificada q.s.p. 1 ml

Indicações de Minidex

Como antiinflamatório nos processes alérgicos e inflamatórios superficiais do globo ocular1 e anexos2.

Contra-Indicações de Minidex

Hipersensibilidade aos componentes da fórmula. Na ceratite dendrítica, na ceratite por vacínia, na varicela3 e em outras viroses de córnea4 e conjuntiva5. Na tuberculose6 ocular e nas infecções7 bacterianas ou por fungos, não acompanhadas da antibioticoterapia específica.

Precauções de Minidex

O uso intensivo e prolongado de corticóide tópico8 está relacionado como um possível fator na etiologia9 da catarata10 subcapsular posterior. O uso de corticóide nas formas parenquimatosas do herpes simples requer cautela e freqüentes exames biomicroscópicos. Nos processos infecciosos por bactérias ou fungos, o uso de corticóides associado à antibioticoterapia específica requer rigoroso acompanhamento médico. O uso tópico8 de corticóides pode provocar uma elevação patológica da pressão intra-ocular, sendo necessário o controle da pressão periodicamente. Em patologias da córnea4 e esclera11 que se acompanham de adelgaçamento da túnica externa, pode ocorrer perfuração do globo com o uso tópico8 de corticóide.Recomenda-se, durante o tratamento com corticóide tópico8, uma reavaliação da terapêutica12 e a sua substituição se a reação inflamatória não regredir num período de tempo razoável.

Posologia e Modo de Usar de Minidex

Nos processos inflamatórios agudos e graves, recomenda-se uma gota13 no fundo do saco conjuntival de hora em hora, reduzindo-se a freqüência das instilações para cada 2 ou 4 horas quando se notar melhora no quadro clínico. Como dose de manutenção, recomenda-se uma gota13 de 6 em 6 horas. Nos processos inflamatórios crônicos instilar uma gota13 4 a 6 vezes por dia, ou a critério médico.


NÃO USE REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE14.

MINIDEX - Laboratório

ALCON
AV. N. SRA. DA ASSUNCAO, 736
SAO PAULO/SP - CEP: 05359001
Tel: (011 )268-7433
Fax: (011 )819-2171

Ver outros medicamentos do laboratório "ALCON"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Globo ocular: O globo ocular recebe este nome por ter a forma de um globo, que por sua vez fica acondicionado dentro de uma cavidade óssea e protegido pelas pálpebras. Ele possui em seu exterior seis músculos, que são responsáveis pelos movimentos oculares, e por três camadas concêntricas aderidas entre si com a função de visão, nutrição e proteção. A camada externa (protetora) é constituída pela córnea e a esclera. A camada média (vascular) é formada pela íris, a coroide e o corpo ciliar. A camada interna (nervosa) é constituída pela retina.
2 Anexos: 1. Que se anexa ou anexou, apenso. 2. Contíguo, adjacente, correlacionado. 3. Coisa ou parte que está ligada a outra considerada como principal. 4. Em anatomia geral, parte acessória de um órgão ou de uma estrutura principal. 5. Em informática, arquivo anexado a uma mensagem eletrônica.
3 Varicela: Doença viral freqüente na infância e caracterizada pela presença de febre e comprometimento do estado geral juntamente com a aparição característica de lesões que têm vários estágios. Primeiro são pequenas manchas avermelhadas, a seguir formam-se pequenas bolhas que finalmente rompem-se deixando uma crosta. É contagiosa, mas normalmente não traz maiores conseqüências à criança. As bolhas e suas crostas, se não sofrerem infecção secundária, não deixam cicatriz.
4 Córnea: Membrana fibrosa e transparente presa à esclera, constituindo a parte anterior do olho.
5 Conjuntiva: Membrana mucosa que reveste a superfície posterior das pálpebras e a superfície pericorneal anterior do globo ocular.
6 Tuberculose: Doença infecciosa crônica produzida pelo bacilo de Koch (Mycobacterium tuberculosis). Produz doença pulmonar, podendo disseminar-se para qualquer outro órgão. Os sintomas de tuberculose pulmonar consistem em febre, tosse, expectoração, hemoptise, acompanhada de perda de peso e queda do estado geral. Em países em desenvolvimento (como o Brasil) aconselha-se a vacinação com uma cepa atenuada desta bactéria (vacina BCG).
7 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
8 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
9 Etiologia: 1. Ramo do conhecimento cujo objeto é a pesquisa e a determinação das causas e origens de um determinado fenômeno. 2. Estudo das causas das doenças.
10 Catarata: Opacificação das lentes dos olhos (opacificação do cristalino).
11 Esclera: Túnica fibrosa, branca e opaca, mais externa do globo ocular, revestindo-o inteiramente com exceção do segmento revestido anteriormente pela córnea. É essencialmente avascular, porém contém aberturas para a passagem de vasos sanguíneos, linfáticos e nervos. Recebe os tendões de inserção dos músculos extraoculares e no nível da junção esclerocorneal contém o seio venoso da esclera. Sinônimos: Esclerótica
12 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
13 Gota: 1. Distúrbio metabólico produzido pelo aumento na concentração de ácido úrico no sangue. Manifesta-se pela formação de cálculos renais, inflamação articular e depósito de cristais de ácido úrico no tecido celular subcutâneo. A inflamação articular é muito dolorosa e ataca em crises. 2. Pingo de qualquer líquido.
14 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.

Tem alguma dúvida sobre MINIDEX?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.