Miticoçan (Emulsão)

Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A

Atualizado em 20/11/2019

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

Miticoçan
benzoato de benzila
Emulsão 0,2 mL/mL

FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO

Emulsão tópica
Caixa com 1 frasco com 100 mL

USO TÓPICO1
USO ADULTO e PEDIÁTRICO

COMPOSIÇÃO

Cada mL de Miticoçan emulsão tópica contém:

benzoato de benzila 0,2 mL
excipiente q.s.p. 1 mL

Excipientes: ácido esteárico, trolamina, simeticona e água purificada.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUÊ ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Miticoçan é um medicamento à base de benzoato de benzila, utilizado no tratamento dos piolhos, lêndeas e da sarna2.

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

O benzoato de benzila presente na emulsão tópica e juntamente com a trolamina garante perfeita penetração na pele3 facilitando a retirada dos parasitas. Seu efeito é rápido e seguro, fazendo com que desapareçam prontamente todos os sintomas4, inclusive a coceira, permitindo a cura com um único tratamento.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Você não deve usar Miticoçan caso tenha alergia5 conhecida ao benzoato de benzila ou aos outros componentes do produto.

Não aplicar o produto na pele3 com feridas e queimaduras.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Miticoçan destina-se ao uso externo e não deve ser ingerido nunca, pois poderá ocorrer intoxicação. Miticoçan não deve ser aplicado no rosto, olhos6 e mucosas7, nem em locais da pele3 onde haja feridas. Caso isso ocorra, lavar com água abundantemente.

O produto deve ser utilizado com cuidado em pessoas que já apresentaram alergias a outros produtos de aplicação na pele3.

Miticoçan pode irritar a pele3 e mucosas7, não sendo recomendado o uso de outras substâncias que também possam irritar a pele3.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Não existe uma evidência suficiente que confirme a ocorrência de interações clinicamente relevantes.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Cuidados de conservação

Conservar em temperatura ambiente (entre 15 e 30ºC). Proteger da luz e umidade.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Características físicas e organolépticas do produto

Emulsão líquida, viscosa de cor branca, leitosa, estável e com odor característico.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Miticoçan pode ser utilizado no tratamento de piolhos, lêndeas e da sarna2 por adultos e crianças.

Posologia

Para crianças até dois anos, aconselha-se dissolver o produto na proporção de 1 parte do produto para 2 partes de água.

Crianças maiores que 2 anos e menores de 12 anos, aconselha-se dissolver um 1 parte do produto para 1 de água. Esta orientação é para reduzir o risco de irritação. Para adultos, não é necessário dissolver. Não é necessário utilizar todo o volume em uma única aplicação. Além disso, aconselha-se a fazer uma prova de toque (passar o medicamento) em uma pequena área antes de utilizar o produto. Caso ocorra ardência ou vermelhidão, o produto não deve ser usado.

Modo de usar

Agite antes de usar.

Tratamento de piolhos e lêndeas: após lavar os cabelos, esfregar o produto sobre as regiões afetadas. Aplicar somente o suficiente para umedecer (molhar levemente) o cabelo8. Envolver a cabeça9 com toalha e deixar agir por aproximadamente 3 minutos. Os piolhos mortos e as lêndeas devem ser retirados com um pente fino. Se necessário, a aplicação deve ser repetida. Normalmente o tratamento só deve durar dois dias, pois várias aplicações do produto podem passar a ter papel irritante e aumentar o número das lesões10, ao invés de curativo.

Tratamento da sarna2: fazer uma aplicação, de preferência à noite, após o banho (banhos quentes são contra-indicados). O produto deve ser aplicado sobre a pele3 ainda úmida, especialmente nos locais onde a sarna2 é mais comum como entre os dedos, axilas (debaixo do braço), barriga e nádegas11. Deixar secar, realizar em seguida uma nova aplicação e vestir-se ou deitar-se, sem enxugar o corpo. Na manhã seguinte, tomar novo banho e mudar as roupas do corpo e da cama, que devem ser lavadas e passadas em seguida. Se necessário, o tratamento deve ser repetido após 24 horas, ou a critério médico.

Caso você utilize este medicamento por uma via não recomendada, poderá não obter o efeito desejado e ainda poderão ocorrer reações desagradáveis.

O limite máximo diário de uso é de 1 aplicação por dia.

Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas4, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Retomar o tratamento conforme orientação médica.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

Existem casos de aparecimento de irritação da pele3 e bolhas na pele3 no local da aplicação do benzoato de benzila durante o tratamento de sarna2.

Pode ocorrer irritação dos olhos6 após o uso do benzoato de benzila.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

Recomenda-se procurar o serviço médico o mais rápido possível, para observação e medicação apropriada conforme a gravidade do quadro clínico.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível.

Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

DIZERES LEGAIS


Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas4 procure orientação médica.
 

MS - 1.0573.0334
Farmacêutica Responsável: Gabriela Mallmann - CRF-SP nº 30.138

Fabricado por:
Biosintética Farmacêutica Ltda
São Paulo – SP

Registrado por:
Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A.
Via Dutra, km 222,2
Guarulhos – SP
CNPJ 60.659.463/0001-91
Indústria Brasileira


SAC 0800 701 6900

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
2 Sarna: Doença produzida por um parasita chamado Sarcoptes scabiei. Infesta a superfície da pele produzindo coceira e vesículas branco peroladas juntamente com lesões por coçadura. Localiza-se mais freqüentemente nas pregas interdigitais, inguinais e submamárias. É contagiosa, passando de pessoa para pessoa por contato íntimo, e por isto muito freqüente em aglomerações humanas (asilos, creches, abrigos). Nestes casos toda a população deve ser tratada ao mesmo tempo.
3 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
4 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
5 Alergia: Reação inflamatória anormal, perante substâncias (alérgenos) que habitualmente não deveriam produzi-la. Entre estas substâncias encontram-se poeiras ambientais, medicamentos, alimentos etc.
6 Olhos:
7 Mucosas: Tipo de membranas, umidificadas por secreções glandulares, que recobrem cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
8 Cabelo: Estrutura filamentosa formada por uma haste que se projeta para a superfície da PELE a partir de uma raiz (mais macia que a haste) e se aloja na cavidade de um FOLÍCULO PILOSO. É encontrado em muitas áreas do corpo.
9 Cabeça:
10 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
11 Nádegas:

Tem alguma dúvida sobre Miticoçan (Emulsão)?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.