Preço de OCERAL em Fairfield/SP: R$ 28,95

OCERAL

BAYER

Atualizado em 09/12/2014

OCERAL

Oxiconazol

ANTIMICóTICO DE AMPLO ESPECTRO PARA TRATAMENTO

TÓPICO1 DE INFECÇÕES2 DA PELE3 POR FUNGOS

Identificação do Produto de Oceral

Nome genérico

Oxiconazol

Formas Farmacêuticas e Apresentações de Oceral

 Creme  20 g
 Solução  20 ml

USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Composição de Oceral

Cada 1 g de creme contém 10 mg de oxiconazol, sob a forma de nitrato, numa emulsão facilmente lavável.

Cada 1 ml de solução alcoólica contém 10 mg de oxiconazol, sob a forma de nitrato.

Informação ao Paciente de Oceral

Este medicamento é usado para o tratamento de todas as formas de micose4 superficial da pele3, assim como as que afetam as dobras cutâneas5, inclusive o pé de atleta ("frieira"), tronco, couro cabeludo e área genital externa (no tratamento profilático do parceiro).

Oceral® deve ser aplicado uma vez ao dia, de preferência à noite, sobre as partes cutâneas5 afetadas. A duração do tratamento depende do caso porém, em termos gerais, não deve ser inferior a três semanas. Para prevenir a recorrência6, o tratamento com Oceral® deve ser mantido
por uma ou duas semanas após a completa recuperação da pele3.

Em raros casos, podem ocorrer reações cutâneas5, tais como sensação de leve ardência ou prurido7.

A solução de Oceral® não deve entrar em contato com os olhos8 ou membranas mucosas9.

Este produto deve ser conservado ao abrigo do calor. Seu prazo de validade é de 36 meses (vide embalagem externa).

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS
CRIANÇAS.

NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO. PODE SER
PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE10.

Informação Técnica de Oceral

Propriedades e Efeitos de Oceral

O espectro de ação de Oceral® inclui todos os principais agentes patogênicos causadores de infecções2 fúngicas11 da pele3, a saber: dermatófilos, leveduras ou fungos leveduriformes. Esta
substância também apresenta efeito acentuado contra bactérias Gram-positivas (estafilococos e
estreptococos).

Farmacocinética de Oceral

A absorção pela derme12 é muito pequena; a maior parte da substância ativa aplicada permanece sobre a camada córnea13 da pele3 e no seu interior.

Indicações de Oceral

Todas as infecções2 cutâneas5 devidas a dermatófitos14 (do gênero Trichophyton, Epidermophyton e Microsporum), leveduras (em particular Candida albicans), fungos leveduriformes (Malassezia furfur, patógeno envolvido na pitiríase versicolor) e infecções2 mistas por fungos e bactérias Gram-positivas.

Oceral® pode ser utilizado em doenças por fungos que afetam as extremidades (como a Tinea pedis), tronco, couro cabeludo e área genital externa (vulvite15 concomitante, balanite micótica, inclusive no tratamento profilático do parceiro), assim como nas micoses que afetam as dobras
cutâneas5.

Contra-Indicações de Oceral

Hipersensibilidade aos componentes.

Efeitos Colaterais16 de Oceral

Oceral® é geralmente bem tolerado. Em raros casos, podem ocorrer reações cutâneas5, tais como sensação de leve ardência ou prurido7.

Precaução de Oceral

A solução de Oceral® não deve entrar em contato com os olhos8 ou membranas mucosas9.

Posologia e Administração de Oceral

Oceral® deve ser aplicado sobre as lesões17 cutâneas5, uma vez ao dia, de preferência à noite, ou a critério médico.

Oceral® creme é adequado para todas as indicações mencionadas; deve ser levemente esfregado com o dedo.

Oceral® solução deve ser aplicada entre os dedos dos pés, e sobre o couro cabeludo.

A duração do tratamento depende de cada caso, porém em termos gerais, não deve ser inferior a três semanas. Para prevenir a recorrência6, o tratamento com Oceral® deve ser mantido por uma a duas semanas após a completa recuperação da pele3.

SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR, NãO DESAPARECENDO OS SINTOMAS18 PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA.

OCERAL - Laboratório

BAYER
Rua Domingos Jorge, 1100
São Paulo/SP - CEP: 04779-900
Tel: 08007231010
Fax: 55 (011)548-0485
Site: http://www.bayer.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "BAYER"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
2 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
3 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
4 Micose: Infecção produzida por fungos. Pode ser superficial, quando afeta apenas pele, mucosas e seus anexos, ou profunda, quando acomete órgãos profundos como pulmões, intestinos, etc.
5 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
6 Recorrência: 1. Retorno, repetição. 2. Em medicina, é o reaparecimento dos sintomas característicos de uma doença, após a sua completa remissão. 3. Em informática, é a repetição continuada da mesma operação ou grupo de operações. 4. Em psicologia, é a volta à memória.
7 Prurido: 1.    Na dermatologia, o prurido significa uma sensação incômoda na pele ou nas mucosas que leva a coçar, devido à liberação pelo organismo de substâncias químicas, como a histamina, que irritam algum nervo periférico. 2.    Comichão, coceira. 3.    No sentido figurado, prurido é um estado de hesitação ou dor na consciência; escrúpulo, preocupação, pudor. Também pode significar um forte desejo, impaciência, inquietação.
8 Olhos:
9 Mucosas: Tipo de membranas, umidificadas por secreções glandulares, que recobrem cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
10 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
11 Fúngicas: Relativas à ou produzidas por fungo.
12 Derme: Camada interna das duas principais camadas da pele. A derme é formada por tecido conjuntivo, vasos sanguíneos, glândulas sebáceas e sudoríparas, nervos, folículos pilosos e outras estruturas. É constituída por uma fina camada superior que é a derme papilar e uma camada mais grossa, mais baixa, que é a derme reticular.
13 Camada córnea: A camada córnea é uma das cinco camadas que compõem a epiderme. Ela é constituída por células mortas, sem núcleo, achatadas e em forma de lâminas. Estas lâminas se sobrepõem formando uma estrutura rígida e hidrófila, com função de proteção contra agentes físicos, químicos e biológicos, além de impedir a evaporação de água. Nesta camada, ocorre o desprendimento constante dos queratinócitos e com renovação constante da epiderme.
14 Dermatófitos: Qualquer fungo microscópico que parasita a pele, as unhas ou os pelos.
15 Vulvite: Inflamação dos genitais externos da mulher produzida por uma infecção bacteriana ou micótica. Os sintomas são coceira, secreção brancacenta eliminada através da vagina, etc.
16 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
17 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
18 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.

Tem alguma dúvida sobre OCERAL?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.