REGAINE

PFIZER

Atualizado em 09/12/2014

Composição de Regaine

cada ml contém: minoxidil 20 mg; excipienteq.s.p. 1 ml.

Posologia e Administração de Regaine

exclusivamente para uso externo. Aplicar uma dose total de 1 ml de Regaine no couro cabeludo 2 vezes ao dia, iniciando a aplicação no centro da área afetada. O método de aplicação varia de acordo com o tipo de aplicador, conforme indicado abaixo. Após a aplicação de Regaine, lavar bem as mãos1. - Atenção: Regaine pode apresentar alterações de coloração (de translúcido para amarelo), sem que isto modifique a qualidade do produto. Embalagem contendo frasco de plástico, acompanhado de bomba spray, extensor para spray e conta-gotas. - bomba spray: adaptar a bomba ao frasco. Após direcionar o frasco para o centro da área calva, pressionar a bomba 1 vez e espalhar Regaine com as pontas dos dedos até atingir toda a área a ser tratada. Repetir até o total de 12 vezes para completar a dose de 1 ml de solução. Extensor para spray: usar com a bomba spray adaptada ao frasco, pressionar 1 vez e espalhar Regaine com as pontas dos dedos até atingir toda a área a ser tratada. Repetir até o total de 12 vezes para completar uma dose de 1 ml da solução. Conta-gotas: encher o conta-gotas até a marca de 1 ml e aplicar as gotas de Regaine no couro cabeludo e espalhar com as pontas dos dedos até atingir toda a área calva. Repetir até que a dose total de 1 ml tenha sido aplicada. Embalagem contendo frasco plástico de 60 ml (refil): para sua maior praticidade, esta embalagem deve ser utilizada com os aplicadores que se encontram na embalagem completa de Regaine. - Atenção: as válvulas spray devem ser inutilizadas após 4 meses de uso contínuo, sob risco de entupimento ou mau funcionamento. Não existem restrições quanto ao uso contínuo do conta-gotas. A dose total diária não deverá exceder 2 ml ou 2 aplicações ao dia.

Precauções de Regaine

pacientes tratados com Regaine devem ser monitorados um mês após iniciar o seu uso e depois disso a cada 6 (seis) meses. Embora os seguintes efeitos não tenham sido associados com o uso tópico2 de Regaine, o Minoxidil pode ser absorvido pela pele3, existindo a possibilidade de ocorrência de efeitos sistêmicos4, tais como: taquicardia5, angina6, edema7 ou potencialização da hipotensão8 ortostática, produzida pela guanetidina. Os pacientes devem ser cuidadosamente observados quanto ao aparecimento de quaisquer sinais9 de efeitos sistêmicos4 provocados por Minoxidil. Na ocorrência de efeitos secundários sistêmicos4, a administração do produto deve ser descontinuada. Se for necessário, retenção de líquido e edema7 podem ser corrigidos com tratamento diurético10. Taquicardia5 e angina6 podem ser controladas com administração de drogas bloqueadoras beta-adrenérgicas ou outros supressores do Sistema Nervoso11 Simpático12. Regaine não deve ser usado concomitantemente com outros agentes tópicos, incluindo corticosteróides, retinóides ou outros que aumentem a absorção cutânea13 da droga. O mesmo se aplica a inflamações14 ou outras afecções15 dermatológicas, onde a diminuição da integridade da barreira epidérmica pode aumentar a absorção percutânea do Minoxidil. Pacientes com hipertensão16, incluindo aqueles sob tratamento com agentes anti-hipertensivos, podem usar Regaine, desde que sob orientação e acompanhamento médico. Regaine, provoca ardência e irritação nos olhos17. No caso de contato acidental com superfícies sensíveis (olhos17, pele3 escoriada, membranas, mucosas18), a área deve ser copiosamente banhada com água corrente e fria. A ingestão acidental da solução pode provocar efeitos adversos graves. A eficácia e tolerância em pacientes com menos de 18 e mais de 65 anos não foram estudadas até o presente momento. Não deve ser administrado a pacientes com hipersensibilidade ao minoxidil, propilenoglicol ou álcool. Não se conhece a ação de Regaine sobre o feto19 humano, portanto, não deve ser usado durante qualquer período de gravidez20. O produto passa para o leite materno, não devendo ser igualmente usado no período de amamentação21. - Interações medicamentosas: não foram constatadas, presentemente, quaisquer interações medicamentosas associadas ao uso de Regaine. Embora não haja evidência clínica, existe a possibilidade de potencialização da hipotensão8 ortostática em pacientes sob tratamento concomitante com a guanetidina.

Reações Adversas de Regaine

o efeito adverso observado com maior freqüência foi dermatite22 leve do couro cabeludo. Outras reações relatadas, embora infreqüentemente, incluíram: dermatite22 irritativa (edema7, descamação23 e queimação), reações alérgicas não específicas, eczema24, rinite25 alérgica, edema7 facial, dispnéia26, cefaléia27, neurite28, tontura29, fraqueza, vertigem30, edema7, dor no peito31, alteração na pressão arterial32, palpitações33 e disfunção sexual. Também foram observados, embora muito raramente, os seguintes efeitos indesejáveis: dermatite22 alérgica de contato, foliculite, alopecia34, hipertricose35 e seborréia36. - Superdosagem e ingestão acidental: a ingestão acidental pode produzir efeitos sistêmicos4 relacionados com a ação vasodilatadora da droga (5 ml de Regaine, contém 100 mg de minoxidil, a dose máxima para administração oral desta droga em adultos). Os sinais9 e sintomas37 provocados pela superdosagem da droga provavelmente seriam efeitos cardiovasculares associados com retenção hídrica e taquicardia5. A retenção de líquido pode ser corrigida com terapia diurética apropriada. A taquicardia5 pode ser controlada com a administração de agente bloqueador beta-adrenérgico38. Se observada, hipotensão8 deve ser tratada com infusão intravenosa de salina normal. A radioimunoanálise pode ser realizada para se determinar a concentração de minoxidil no sangue39. Um nível sangüíneo acima de 2000 mg/ml é geralmente considerado como dosagem excessiva para administração oral. Drogas simpatomiméticas, tais como norepinefrina e epinefrina, devem ser evitadas devido à sua excessiva atividade estimulante cardíaca. O minoxidil e seus metabólitos40 são hemodialisáveis.

Contra-Indicações de Regaine

pacientes com história de hipersensibilidade a minoxidil, propilenoglicol ou etanol.

Indicações de Regaine

tratamento de alopecia34 androgênica.

Apresentação de Regaine

Regaine a 2%, 20 mg de minoxidil por ml, é apresentado nas seguintes embalagens: embalagens contendo frasco plástico de 60 ml, acompanhado de bomba spray, extensor para spray e conta-gotas; frasco plástico de 60 ml (refil).


REGAINE - Laboratório

PFIZER
Av. Presidente Tancredo de Almeida Neves, 1555
Guarulhos/SP - CEP: 07112-070
Tel: 0800-16-7575
Site: http://www.pfizer.com.br
CNPJ n° 46.070.868/0001-69

Ver outros medicamentos do laboratório "PFIZER"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
2 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
3 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
4 Sistêmicos: 1. Relativo a sistema ou a sistemática. 2. Relativo à visão conspectiva, estrutural de um sistema; que se refere ou segue um sistema em seu conjunto. 3. Disposto de modo ordenado, metódico, coerente. 4. Em medicina, é o que envolve o organismo como um todo ou em grande parte.
5 Taquicardia: Aumento da frequência cardíaca. Pode ser devido a causas fisiológicas (durante o exercício físico ou gravidez) ou por diversas doenças como sepse, hipertireoidismo e anemia. Pode ser assintomática ou provocar palpitações.
6 Angina: Inflamação dos elementos linfáticos da garganta (amígdalas, úvula). Também é um termo utilizado para se referir à sensação opressiva que decorre da isquemia (falta de oxigênio) do músculo cardíaco (angina do peito).
7 Edema: 1. Inchaço causado pelo excesso de fluidos no organismo. 2. Acúmulo anormal de líquido nos tecidos do organismo, especialmente no tecido conjuntivo.
8 Hipotensão: Pressão sanguínea baixa ou queda repentina na pressão sanguínea. A hipotensão pode ocorrer quando uma pessoa muda rapidamente de uma posição sentada ou deitada para a posição de pé, causando vertigem ou desmaio.
9 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
10 Diurético: Grupo de fármacos que atuam no rim, aumentando o volume e o grau de diluição da urina. Eles depletam os níveis de água e cloreto de sódio sangüíneos. São usados no tratamento da hipertensão arterial, insuficiência renal, insuficiência cardiaca ou cirrose do fígado. Há dois tipos de diuréticos, os que atuam diretamente nos túbulos renais, modificando a sua atividade secretora e absorvente; e aqueles que modificam o conteúdo do filtrado glomerular, dificultando indiretamente a reabsorção da água e sal.
11 Sistema nervoso: O sistema nervoso é dividido em sistema nervoso central (SNC) e o sistema nervoso periférico (SNP). O SNC é formado pelo encéfalo e pela medula espinhal e a porção periférica está constituída pelos nervos cranianos e espinhais, pelos gânglios e pelas terminações nervosas.
12 Simpático: 1. Relativo à simpatia. 2. Que agrada aos sentidos; aprazível, atraente. 3. Em fisiologia, diz-se da parte do sistema nervoso vegetativo que põe o corpo em estado de alerta e o prepara para a ação.
13 Cutânea: Que diz respeito à pele, à cútis.
14 Inflamações: Conjunto de processos que se desenvolvem em um tecido em resposta a uma agressão externa. Incluem fenômenos vasculares como vasodilatação, edema, desencadeamento da resposta imunológica, ativação do sistema de coagulação, etc. Quando se produz em um tecido superficial (pele, tecido celular subcutâneo) pode apresentar tumefação, aumento da temperatura local, coloração avermelhada e dor (tétrade de Celso, o cientista que primeiro descreveu as características clínicas da inflamação).
15 Afecções: Quaisquer alterações patológicas do corpo. Em psicologia, estado de morbidez, de anormalidade psíquica.
16 Hipertensão: Condição presente quando o sangue flui através dos vasos com força maior que a normal. Também chamada de pressão alta. Hipertensão pode causar esforço cardíaco, dano aos vasos sangüíneos e aumento do risco de um ataque cardíaco, derrame ou acidente vascular cerebral, além de problemas renais e morte.
17 Olhos:
18 Mucosas: Tipo de membranas, umidificadas por secreções glandulares, que recobrem cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
19 Feto: Filhote por nascer de um mamífero vivíparo no período pós-embrionário, depois que as principais estruturas foram delineadas. Em humanos, do filhote por nascer vai do final da oitava semana após a CONCEPÇÃO até o NASCIMENTO, diferente do EMBRIÃO DE MAMÍFERO prematuro.
20 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
21 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
22 Dermatite: Inflamação das camadas superficiais da pele, que pode apresentar-se de formas variadas (dermatite seborreica, dermatite de contato...) e é produzida pela agressão direta de microorganismos, substância tóxica ou por uma resposta imunológica inadequada (alergias, doenças auto-imunes).
23 Descamação: 1. Ato ou efeito de descamar(-se); escamação. 2. Na dermatologia, fala-se da eliminação normal ou patológica da camada córnea da pele ou das mucosas. 3. Formação de cascas ou escamas, devido ao intemperismo, sobre uma rocha; esfoliação térmica.
24 Eczema: Afecção alérgica da pele, ela pode ser aguda ou crônica, caracterizada por uma reação inflamatória com formação de vesículas, desenvolvimento de escamas e prurido.
25 Rinite: Inflamação da mucosa nasal, produzida por uma infecção viral ou reação alérgica. Manifesta-se por secreção aquosa e obstrução das fossas nasais.
26 Dispnéia: Falta de ar ou dificuldade para respirar caracterizada por respiração rápida e curta, geralmente está associada a alguma doença cardíaca ou pulmonar.
27 Cefaleia: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaleia ou dor de cabeça tensional, cefaleia cervicogênica, cefaleia em pontada, cefaleia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaleias ou dores de cabeça. A cefaleia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
28 Neurite: Inflamação de um nervo. Pode manifestar-se por neuralgia, déficit sensitivo, formigamentos e/ou diminuição da força muscular, dependendo das características do nervo afetado (sensitivo ou motor). Esta inflamação pode ter causas infecciosas, traumáticas ou metabólicas.
29 Tontura: O indivíduo tem a sensação de desequilíbrio, de instabilidade, de pisar no vazio, de que vai cair.
30 Vertigem: Alucinação de movimento. Pode ser devido à doença do sistema de equilíbrio, reação a drogas, etc.
31 Peito: Parte superior do tronco entre o PESCOÇO e o ABDOME; contém os principais órgãos dos sistemas circulatório e respiratório. (Tradução livre do original
32 Pressão arterial: A relação que define a pressão arterial é o produto do fluxo sanguíneo pela resistência. Considerando-se a circulação como um todo, o fluxo total é denominado débito cardíaco, enquanto a resistência é denominada de resistência vascular periférica total.
33 Palpitações: Designa a sensação de consciência do batimento do coração, que habitualmente não se sente. As palpitações são detectadas usualmente após um exercício violento, em situações de tensão ou depois de um grande susto, quando o coração bate com mais força e/ou mais rapidez que o normal.
34 Alopécia: Redução parcial ou total de pêlos ou cabelos em uma determinada área de pele. Ela apresenta várias causas, podendo ter evolução progressiva, resolução espontânea ou ser controlada com tratamento médico. Quando afeta todos os pêlos do corpo, é chamada de alopécia universal.
35 Hipertricose: É a transformação de pêlos velus (de textura fina e distribuídos em todo o corpo) em pêlos terminais (mais grossos e escuros). Não é causada por um aumento na produção de androgênios, podendo ser congênita ou adquirida. A hipertricose adquirida pode ser ocasionada por ingestão de medicamentos, algumas doenças metabólicas, como hipotireoidismo e porfirias, ou doenças nutricionais, como anorexia, desnutrição ou síndromes de má absorção.
36 Seborréia: Também conhecida como dermatite seborreica, caspa ou eczema, é uma afecção crônica que se manifesta em partes do corpo onde existe maior produção de óleo pelas glândulas sebáceas ou a presença de um fungo, o Pityrosporum ovale. Manifesta-se sob a forma de lesões avermelhadas que descamam e coçam principalmente no couro cabeludo, sobrancelhas, barba, perto do nariz, atrás e dentro das orelhas, no peito, nas costas e nas dobras de pele (axilas, virilhas e debaixo dos seios). Nos bebês, é conhecida como crosta láctea, uma placa gordurosa que adere ao couro cabeludo, mas que pode também aparecer na região das fraldas. Não é contagiosa.
37 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
38 Adrenérgico: Que age sobre certos receptores específicos do sistema simpático, como o faz a adrenalina.
39 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
40 Metabólitos: Qualquer composto intermediário das reações enzimáticas do metabolismo.

Tem alguma dúvida sobre REGAINE?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.