VARIKROMO (GLICERINA CROMADA)

GEYER

Atualizado em 09/12/2014

Ação Terapêutica1 do Varikromo

VARIKROMO é uma solução esclerosante estéril de glicerina associada ao alúmen de cromo (Sulfato de cromo e potássio) sendo este um poderoso fator coagulante, age aumentando a potência esclerosante da glicerina, e prevenindo até certo ponto, a ligeira hematúria2 induzida com a utilização apenas de glicerina.

Substâncias do Varikromo


Glicerina P.A.; Sulfato de Cromo e Potássio P.A..

Contra-Indicações do Varikromo

De ordem geral : Estados febris, infecções3 agudas, neoplasias4, pacientes acamados por qualquer motivo, tramboflebite aguda ou recente com edema5 do membro, discrasias sangüineas, diabetes6 na vigência de microangiopatia, tireotoxicose, pacientes edemaciados7, insuficiência hepática8 ou renal9 grave. Nas gestantes, não está indicado após o segundo mês devido aos fatores hormonais e físicos que favorecem a êxtase venosa. Durante a amamentação10, deve-se iniciar o tratamento após o terceiro mês, a fim de evitar intercorrências com o aleitamento.
De ordem local : moléstias agudas ou crônicas da pele11 próximo da área que se pretende esclerosar, edema5 generalizado do membro ou localizado na zona em que se deseja injetar.

Indicações do Varikromo


VARIKROMO é um fleboesclerosante indicado no tratamento das pequenas vênulas12 varicosas (micro-varizes13 e telangectasias venosas). Devido à remota possibilidade de reações alérgicas importantes, VARIKROMO, é um esclerosante que permite sua utilização em outras áreas do corpo, tais como : telangectasias da face14, vênulas12 do busto, do abdomen, das costas15 e dos membros toráxicos inclusive o dorso16 das mãos17, com resultados iguais àqueles obtidos nos membros pélvicos18. Também, está indicado na esclerose19 dos hemangiomas superficiais simples, dos nevus vasculares20 e dos hemangiomas cavernosos iniciais ou puntiformes onde são, às vezes, necessárias várias sessões até a obtenção do efeito desejado.
VARIKROMO só deve ser aplicado por médicos especialistas que tenham conhecimento da técnica a ser executada.

Apresentação do Varikromo

Caixa com 06 ampolas de 2ml
Caixa com 100 ampolas de 2ml
Caixa com 06 ampolas de 5ml
Caixa com 100 ampolas de 5ml.

Composição do Varikromo

Glicerina P.A. .................... 0,42g
Sulfato de cromo e potássio P.A. .................... 0,01g
(alúmen de cromo)
Água para injeção21 q.s.p. .................... 1ml


Posologia e Administração do Varikromo

De modo geral a dose e a técnica a ser aplicada ficam rigorosamente à critério do angiologista. Porém, é aconselhável não exceder a dose total de 5ml de VARIKROMO por semana de tratamento esclerosante, sendo melhor a injeção21 de até 2ml em duas sessões semanais com intervalo de dois dias entre elas. Como VARIKROMO é especialmente indicado para as micro-varizes13 superficiais, recomenda-se usar, de preferência, seringa22 de até 3ml e agulha com bisel curto e o mais fina possível. As injeções podem ser aplicadas tanto com o paciente em pé como deitado, sendo contra-indicado o uso de garrote.. Na primeira sessão do tratamento esclerosante, injetar aproximadamente 0,2ml intravenoso a fim de testar a tolerância individual ou a presença de reações alérgicas. É recomendado o uso de compressão elástica após cada sessão por um período mínimo de 3 horas. Em outras regiões que não os membros pélvicos18 é indicado o uso de proteção do local da punção com esparadrapo. Recomenda-se que o paciente, depois de 10 a 15 minutos de repouso com os membros na posição horizontal, deva deambular23. Na presença de hematomas24 no dia seguinte ao da aplicação é aconselhável o uso de cremes ou géis heparinóides a fim de abreviar sua absorção. O VARIKROMO usado com boa técnica é praticamente indolor mesmo quando houver extravasamento. Não deixa pigmentação, não é tóxico e é fácil de ser injetado, fluindo suave pela seringa22.

Precauções do Varikromo


Nunca aplicar VARIKROMO por injeção21 intra-arterial. Aconselha-se ao paciente, no dia da aplicação, a não fazer exercícios nem expor-se ao sol.

Reações Adversas do Varikromo


Em raros casos pode ocorrer dias após a aplicação, principalmente relacionado à exposição solar, o aparecimento de micro-pápulas25 que desaparecem completamente com o uso local de betametasona.
Quando a esclerose19 é realizada próxima a região pré-tibial,pode ocorrer dor mais intensa relacionada com a drenagem26 local e que desaparece completamente com o exercício tipo pedalar deitado.
A pigmentação e a necrose27 cutânea28 são extremamente raras com as doses recomendadas e uma injeção21 estravascular mínima acarreta apenas uma pequena equimose29 temporária sem qualquer dano cutâneo30.
A hematúria2 acompanhada por cólica ureteral pode ocorrer transitoriamente após a injeção21 de altas doses.
Reconhecidamente, a incidência31 de reações adversas com VARIKROMO é rara.


VARIKROMO (GLICERINA CROMADA) - Laboratório

GEYER
Rua Pelotas, 280
Porto Alegre/RS - CEP: 90220-110
Tel: (051) 228.2111
Fax: (051) 228.2356

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
2 Hematúria: Eliminação de sangue juntamente com a urina. Sempre é anormal e relaciona-se com infecção do trato urinário, litíase renal, tumores ou doença inflamatória dos rins.
3 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
4 Neoplasias: Termo que denomina um conjunto de doenças caracterizadas pelo crescimento anormal e em certas situações pela invasão de órgãos à distância (metástases). As neoplasias mais frequentes são as de mama, cólon, pele e pulmões.
5 Edema: 1. Inchaço causado pelo excesso de fluidos no organismo. 2. Acúmulo anormal de líquido nos tecidos do organismo, especialmente no tecido conjuntivo.
6 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
7 Edemaciados: Em que se formou edema ou inchaço.
8 Insuficiência hepática: Deterioração grave da função hepática. Pode ser decorrente de hepatite viral, cirrose e hepatopatia alcoólica (lesão hepática devido ao consumo de álcool) ou medicamentosa (causada por medicamentos como, por exemplo, o acetaminofeno). Para que uma insuficiência hepática ocorra, deve haver uma lesão de grande porção do fígado.
9 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
10 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
11 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
12 Vênulas: Vasos minúsculos que coletam sangue proveniente de plexos capilares e unem-se para formarem veias.
13 Varizes: Dilatação anormal de uma veia. Podem ser dolorosas ou causar problemas estéticos quando são superficiais como nas pernas. Podem também ser sede de trombose, devido à estase sangüínea.
14 Face: Parte anterior da cabeça que inclui a pele, os músculos e as estruturas da fronte, olhos, nariz, boca, bochechas e mandíbula.
15 Costas:
16 Dorso: Face superior ou posterior de qualquer parte do corpo. Na anatomia geral, é a região posterior do tronco correspondente às vértebras; costas.
17 Mãos: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
18 Pélvicos: Relativo a ou próprio de pelve. A pelve é a cavidade no extremo inferior do tronco, formada pelos dois ossos do quadril (ilíacos), sacro e cóccix; bacia. Ou também é qualquer cavidade em forma de bacia ou taça (por exemplo, a pelve renal).
19 Esclerose: 1. Em geriatria e reumatologia, é o aumento patológico de tecido conjuntivo em um órgão, que ocorre em várias estruturas como nervos, pulmões etc., devido à inflamação crônica ou por razões desconhecidas. 2. Em anatomia botânica, é o enrijecimento das paredes celulares das plantas, por espessamento e/ou pela deposição de lignina. 3. Em fitopatologia, é o endurecimento anormal de um tecido vegetal, especialemnte da polpa dos frutos.
20 Vasculares: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.
21 Injeção: Infiltração de medicação ou nutrientes líquidos no corpo através de uma agulha e seringa.
22 Seringa: Dispositivo usado para injetar medicações ou outros líquidos nos tecidos do corpo. A seringa de insulina é formada por um tubo plástico com um êmbolo e uma agulha pequena na ponta.
23 Deambular: Andar à toa; vaguear, passear.
24 Hematomas: Acúmulo de sangue em um órgão ou tecido após uma hemorragia.
25 Pápulas: Lesões firmes e elevadas, com bordas nítidas e diâmetro que varia de 1 a 5 milímetros (até 1 centímetro, segundo alguns autores).
26 Drenagem: Saída ou retirada de material líquido (sangue, pus, soro), de forma espontânea ou através de um tubo colocado no interior da cavidade afetada (dreno).
27 Necrose: Conjunto de processos irreversíveis através dos quais se produz a degeneração celular seguida de morte da célula.
28 Cutânea: Que diz respeito à pele, à cútis.
29 Equimose: Mancha escura ou azulada devido à infiltração difusa de sangue no tecido subcutâneo. A maioria aparece após um traumatismo, mas pode surgir espontaneamente em pessoas que apresentam fragilidade capilar ou alguma coagulopatia. Após um período de tempo variável, a equimose desaparece passando por diferentes gradações: violácea, acastanhada, esverdeada e amarelada.
30 Cutâneo: Que diz respeito à pele, à cútis.
31 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.

Tem alguma dúvida sobre VARIKROMO (GLICERINA CROMADA)?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.