Beminal Plus

EUROFARMA

Atualizado em 03/06/2015

Beminal Plus®

polivitamínico e poliminerais

Forma Farmacêutica e Apresentação de Beminal Plus

Embalagem com 30 comprimidos revestidos.

USO ADULTOPRODUTO DE USO EXCLUSIVO EM ADULTOS.
O USO EM CRIANÇAS (menores de 12 anos) REPRESENTA RISCO À SAÚDE1.

USO ORAL

Composição de Beminal Plus

Cada comprimido revestido contém:
nitrato de tiamina (Vitamina2 B1) .................... 30 mg
ácido ascórbico (Vitamina2 C) .................... 600 mg
acetato de tocoferol (Vitamina2 E) ....................45 mg
riboflavina (Vitamina2 B2) ....................10 mg
nicotinamida ....................100 mg
cloridrato de piridoxina (Vitamina2 B6) ....................10 mg
cianocobalamina (Vitamina2 B12) ....................15 mcg
pantotenato de Cálcio ....................25 mg
zinco (na forma de sulfato) ....................22,5 mg
Excipientes q.s.p. .................... 1 comprimido
Excipientes: talco, metilcelulose, celulose microcristalina, dióxido de silício coloidal, estearato de magnésio, polietilenoglicol, monoleato de glicerila, dióxido de titânio, etilcelulose, dioctilftalato, goma laca, etilvanilina, corante laca amarelo crepúsculo FDC nº 6, álcool etílico, álcool isopropílico e cloreto de metileno.

Informações ao Paciente de Beminal Plus

Ação esperada do medicamentoBEMINAL PLUS® é um suplemento polivitamínico, o qual contém vitaminas B1, B2, B6, B12, C,
E, nicotinamida, pantotenato de cálcio e zinco atuando em todos os estados em que é necessária a suplementação3 destes elementos.

Cuidados de armazenamento
BEMINAL PLUS® deve ser guardado no acondicionamento original bem fechado, em temperatura ambiente (entre 15º e 30º C). Proteja da luz e umidade.

Prazo de validade
Desde que observados os devidos cuidados de conservação, o prazo de validade de BEMINAL PLUS® é de 18 meses, contados a partir da data de fabricação impressa em suas embalagens
externas.

NUNCA USE MEDICAMENTOS COM O PRAZO DE VALIDADE VENCIDO POIS PODE SER
PREJUDICIAL À SUA SAÚDE1.

Gravidez4 e amamentação5
Como em todos os medicamentos, se você estiver grávida ou amamentando, procure orientação médica antes de usar este produto.
Informe seu médico a ocorrência de gravidez4 na vigência do tratamento ou após o seu término.
Informe seu médico se estiver amamentando.

Cuidados de administração
Não ultrapasse as dosagens recomendadas, exceto com orientação médica.
SIGA A ORIENTAÇÃO DO SEU MÉDICO, RESPEITANDO SEMPRE OS HORÁRIOS, AS
DOSES E A DURAÇÃO DO TRATAMENTO.

Interrupção do tratamento
NÃO INTERROMPER O TRATAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO.

Reações adversas
INFORME SEU MÉDICO O APARECIMENTO DE REAÇÕES DESAGRADÁVEIS, tais como:
náuseas6, diarréias, vômitos7, visão8 turva, dor de cabeça9, cansaço não habitual e sonolência.

Ingestão concomitante com outras substâncias
Caso esteja utilizando outros medicamentos, consulte seu médico antes de iniciar o uso de
BEMINAL PLUS®.
Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou
durante o tratamento.

Contra-indicações e precauções
Este produto é contra-indicado nos casos de hipersensibilidade conhecida aos componentes
da fórmula.
PRODUTO DE USO EXCLUSIVO EM ADULTOS. O USO EM CRIANÇAS MENORES DE 12
ANOS REPRESENTA RISCO À SAÚDE1.

NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO
PARA SUA SAÚDE1.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Informações Técnicas de Beminal Plus

Características
BEMINAL PLUS® possui em sua composição uma associação balanceada de vitaminas e zinco. O nitrato de tiamina (vitamina2 B1) é convertido pelo trifosfato de adenosina a uma forma biologicamente ativa, a coenzima pirofosfato de tiamina. Seu papel no metabolismo10 dos carboidratos é de descarboxilação do ácido pirúvico11 e outros alfa-ceto ácidos. A necessidade de tiamina pode ser maior quando a dieta é rica em carboidratos. O ácido ascórbico (vitamina2 C) é essencial para a formação e manutenção da substância basal intercelular e do colágeno12, para biossíntese de catecolaminas, para síntese de carnitina e de esteróides, para conversão de ácido fólico em ácido folínico e para o metabolismo10 da tirosina13. A vitamina2 C possui também ação antioxidante. Os antioxidantes possuem a capacidade de estabilizar moléculas altamente reativas e potencialmente prejudiciais chamadas radicais livres. A ocorrência de danos em membranas lipídicas, em enzimas e no material nucleico celular tem sido associada à formação
de radicais livres. A capacidade antioxidade de diminuir a carga de radicais livres altamente reativa, pode proteger a integridade da estrutura celular e dos tecidos do sistema imunológico14,
bem como outros sistemas orgânicos. O acetato de tocoferol (vitamina2 E) é essencial na nutrição15 humana. Muitas de suas ações estão relacionadas às suas propriedades antioxidantes. A vitamina2 E protege os constituintes celulares da oxidação e previne a formação de produtos tóxicos; preserva a parede celular dos eritrócitos16 protegendos-os contra a hemólise17; pode atuar como cofator em sistemas enzimáticos. Tem sido também atribuída à vitamina2 E a capacidade de aumentar a utilização de vitamina2 A e a supressão da agregação plaquetária. A riboflavina (vitamina2 B2) atua no organismo como coenzima nas formas de flavina-adenina dinucleotídeo e flavina mononucleotídeo, os quais desempenham uma papel metabólico vital em numerosos sistemas de respiração tecidual. A nicotinamida é um componente de duas coenzimas, (ADN, ADPN), as quais são necessárias à respiração celular, glicogenólise18 e ao metabolismo10 de lipídios, aminoácidos, proteínas19 e da purina. O cloridrato de piridoxina (vitamina2 B6) age como coenzima no metabolismo10 de proteínas19, carboidratos e gorduras. No metabolismo10 protéico ela participa da descarboxilação de aminoácidos, na conversão de triptofano em niacina ou serotonina, na deaminação, transaminação e transulfuração de aminoácidos. No metabolismo10 dos carboidratos é responsável pela quebra do glicogênio20 em glicose21 - 1 - fosfato. O pantotenato de cálcio (ácido pantotênico) é um precursor da coenzima A, cofator para uma variedade de reações catalisadas por enzimas envolvendo transferência de grupos acetila. Está associado ao metabolismo10 oxidativo de carboidratos, gluconeogênese, síntese de ácidos graxos, esteróis, hormônios esteróides e porfirinas. A cianocobalamina (vitaminas B12) age como coenzima em várias funções metabólicas, dentre as quais o metabolismo10 de gorduras e carboidratos e a síntese proteica. É essencial ao crescimento, reprodução22 celular, hematopoese e na síntese de nucleoproteínas e mielina23. O zinco é essencial ao crescimento normal e na recomposição tecidual. Atua como integrante de uma variedade de enzimas importantes ao metabolismo10 de proteínas19 e carboidratos. É necessário na síntese e mobilização da ligação proteica do retinol no fígado24. Todas estas vitaminas mais o zinco presentes em BEMINAL PLUS® possuem um papel importante em situações de stress biológico as quais aumentam as necessidades de suplementação3 de vitaminas e zinco.

Indicações de Beminal Plus

BEMINAL PLUS® é um suplemento polivitamínico que contém vitaminas B1, B2, B6, B12, C, E,nicotinamida, pantotenato de cálcio e zinco atuando em todos os estados em que é necessária
a suplementação3 destes elementos.

Contra-Indicações de Beminal Plus

Hipersensibilidade aos componentes da fórmula. Encefalopatia25 de Wernicke. Como tratamento da hipoprotrombinemia devido à deficiência de vitamina2 K Como tratamento da anemia perniciosa26.

Precauções e Advertências de Beminal Plus

Diabéticos, pacientes pré-dispostos A cálculos renais recorrentes, pacientes submetidos à dietas hipossódicas ou sob terapia anticoagulante27, devem consultar um médico antes do uso.Produto de uso exclusivo em adultos. O uso em crianças menores de 12 anos representa risco à saúde1.

Interações Medicamentosas de Beminal Plus

Pode impedir a absorção da tetraciclina, potencializar os efeitos hipoprotrombinêmicos dos anticoagulantes28 orais, reduzir a ação de alguns anticoagulantes28, reduzir o efeito da levodopa, do fenobarbital e da fenitoína. O uso concomitante com antiácidos29 pode impedir a absorção.
Também pode interagir com óleos minerais, quenodiol, isoniazida, lovastatina, estrógenos, aminossalicilatos, e fibras.

Interferência em Exames Laboratoriais de Beminal Plus

Altas doses podem interferir em exames laboratoriais envolvendo reações de oxirredução como, por exemplo, na determinação de glucose no sangue30 e urina31 e na determinação de sangue30 oculto nas fezes.

Reações Adversas de Beminal Plus

Em casos raros e somente com o uso de doses excessivas, podem ocorrer visão8 turva, náuseas6, vômitos7, diarréias, cefaléia32, sensação de cansaço ou fraqueza, distúrbios gastrintestinais, dormência33 de extremidades e acidez urinária excessiva.

Posologia de Beminal Plus

A dose recomendada é de 1 comprimido ao dia, junto ou após as refeições. Esta dose e freqüência podem ser aumentadas exclusivamente sob supervisão médica e de acordo com as necessidades do paciente.

Superdosagem de Beminal Plus

Sintomas34: náuseas6, diarréias, " rash35"  cutâneo36, vômitos7, visão8 turva, cansaço, desidratação37, agitação, ataxia38 e neuropatia39 sensorial.
Tratamento: reduzir a dosagem ou descontinuar a administração.

EM CASO DE SOBREDOSAGEM ACIDENTAL, PROCURE IMEDIATAMENTE ORIENTAÇÃO
MÉDICA.

VENDA SEM RECEITUÁRIO MÉDICO.
SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR. NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS34, PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA.

Nº lote, data de fabricação e prazo de validade: Vide cartucho.
Para sua segurança, mantenha esta embalagem até o uso total do medicamento.

MS - 1.0043.0714
Farm. Resp.: Dra. Sônia Albano Badaró
CRF-SP 19.258

EUROFARMA LABORATÓRIOS LTDA
Av. Ver. José Diniz, 3.465 - São Paulo - SP
CNPJ 61.190.096/0001-92
Indústria Brasileira

Central de Atendimento Eurofarma
0800-704-3876
euroatende@eurofarma.com.br
www.eurofarma.com.br

Beminal Plus - Laboratório

EUROFARMA
Av. Ver. José Diniz, 3465 - Campo Belo
São Paulo/SP - CEP: 04603-003
Tel: 0800-704-3876
Email: euroatende@eurofarma.com.br
Site: http://www.eurofarma.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "EUROFARMA"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
2 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.
3 Suplementação: Que serve de suplemento para suprir o que falta, que completa ou amplia.
4 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
5 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
6 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
7 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
8 Visão: 1. Ato ou efeito de ver. 2. Percepção do mundo exterior pelos órgãos da vista; sentido da vista. 3. Algo visto, percebido. 4. Imagem ou representação que aparece aos olhos ou ao espírito, causada por delírio, ilusão, sonho; fantasma, visagem. 5. No sentido figurado, concepção ou representação, em espírito, de situações, questões etc.; interpretação, ponto de vista. 6. Percepção de fatos futuros ou distantes, como profecia ou advertência divina.
9 Cabeça:
10 Metabolismo: É o conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior dos organismos vivos. São essas reações que permitem a uma célula ou um sistema transformar os alimentos em energia, que será ultilizada pelas células para que as mesmas se multipliquem, cresçam e movimentem-se. O metabolismo divide-se em duas etapas: catabolismo e anabolismo.
11 Ácido pirúvico: Piruvato ou ácido pirúvico é um composto orgânico contendo três átomos de carbono (C3H4O3), originado ao fim da glicólise. Em meio aquoso, ele dissocia-se formando o ânion piruvato, que é a forma sob a qual participa de processos metabólicos.
12 Colágeno: Principal proteína fibrilar, de função estrutural, presente no tecido conjuntivo de animais.
13 Tirosina: É um dos aminoácidos polares, sem carga elétrica, que compõem as proteínas, caracterizado pela cadeia lateral curta na qual está presente um anel aromático e um grupamento hidroxila.
14 Sistema imunológico: Sistema de defesa do organismo contra infecções e outros ataques de micro-organismos que enfraquecem o nosso corpo.
15 Nutrição: Incorporação de vitaminas, minerais, proteínas, lipídios, carboidratos, oligoelementos, etc. indispensáveis para o desenvolvimento e manutenção de um indivíduo normal.
16 Eritrócitos: Células vermelhas do sangue. Os eritrócitos maduros são anucleados, têm forma de disco bicôncavo e contêm HEMOGLOBINA, cuja função é transportar OXIGÊNIO. Sinônimos: Corpúsculos Sanguíneos Vermelhos; Corpúsculos Vermelhos Sanguíneos; Corpúsculos Vermelhos do Sangue; Glóbulos Vermelhos; Hemácias
17 Hemólise: Alteração fisiológica ou patológica, com dissolução ou destruição dos glóbulos vermelhos do sangue causando liberação de hemoglobina. É também conhecida por hematólise, eritrocitólise ou eritrólise. Pode ser produzida por algumas anemias congênitas ou adquiridas, como consequência de doenças imunológicas, etc.
18 Glicogenólise: Consiste na conversão de glicogênio em glicose, realizada no fígado, geralmente entre as refeições.
19 Proteínas: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Alimentos que fornecem proteína incluem carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, derivados do leite, ovos.
20 Glicogênio: Polissacarídeo formado a partir de moléculas de glicose, utilizado como reserva energética e abundante nas células hepáticas e musculares.
21 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
22 Reprodução: 1. Função pela qual se perpetua a espécie dos seres vivos. 2. Ato ou efeito de reproduzir (-se). 3. Imitação de quadro, fotografia, gravura, etc.
23 Mielina: Bainha, rica em lipídeos e proteínas, que reveste os AXÔNIOS, tanto no sistema nervoso central como no periférico. É um isolante elétrico que permite a condução dos impulsos nervosos de modo mais rápido e energeticamente mais eficiente. É formada pelas membranas de células da glia (CÉLULAS DE SCHWANN no sistema nervoso periférico e OLIGODENDROGLIA no sistema nervoso central). A deterioração desta bainha nas DOENÇAS DESMIELINIZANTES é um sério problema clínico.
24 Fígado: Órgão que transforma alimento em energia, remove álcool e toxinas do sangue e fabrica bile. A bile, produzida pelo fígado, é importante na digestão, especialmente das gorduras. Após secretada pelas células hepáticas ela é recolhida por canalículos progressivamente maiores que a levam para dois canais que se juntam na saída do fígado e a conduzem intermitentemente até o duodeno, que é a primeira porção do intestino delgado. Com esse canal biliar comum, chamado ducto hepático, comunica-se a vesícula biliar através de um canal sinuoso, chamado ducto cístico. Quando recebe esse canal de drenagem da vesícula biliar, o canal hepático comum muda de nome para colédoco. Este, ao entrar na parede do duodeno, tem um músculo circular, designado esfíncter de Oddi, que controla o seu esvaziamento para o intestino.
25 Encefalopatia: Qualquer patologia do encéfalo. O encéfalo é um conjunto que engloba o tronco cerebral, o cerebelo e o cérebro.
26 Anemia Perniciosa: Doença causada pela incapacidade do organismo absorver a vitamina B12. Mais corretamente, ela se refere a uma doença autoimune que resulta na perda da função das células gástricas parietais, que secretam ácido clorídrico para acidificar o estômago e o fator intrínseco gástrico que facilita a absorção da vitamina B12.
27 Anticoagulante: Substância ou medicamento que evita a coagulação, especialmente do sangue.
28 Anticoagulantes: Substâncias ou medicamentos que evitam a coagulação, especialmente do sangue.
29 Antiácidos: É uma substância que neutraliza o excesso de ácido, contrariando o seu efeito. É uma base que aumenta os valores de pH de uma solução ácida.
30 Sangue: O sangue é uma substância líquida que circula pelas artérias e veias do organismo. Em um adulto sadio, cerca de 45% do volume de seu sangue é composto por células (a maioria glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas). O sangue é vermelho brilhante, quando oxigenado nos pulmões (nos alvéolos pulmonares). Ele adquire uma tonalidade mais azulada, quando perde seu oxigênio, através das veias e dos pequenos vasos denominados capilares.
31 Urina: Resíduo líquido produzido pela filtração renal no organismo, estocado na bexiga e expelido pelo ato de urinar.
32 Cefaleia: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaleia ou dor de cabeça tensional, cefaleia cervicogênica, cefaleia em pontada, cefaleia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaleias ou dores de cabeça. A cefaleia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
33 Dormência: 1. Estado ou característica de quem ou do que dorme. 2. No sentido figurado, inércia com relação a se fazer alguma coisa, a se tomar uma atitude, etc., resultando numa abulia ou falta de ação; entorpecimento, estagnação, marasmo. 3. Situação de total repouso; quietação. 4. No sentido figurado, insensibilidade espiritual de um ser diante do mundo. Sensação desagradável caracterizada por perda da sensibilidade e sensação de formigamento, e que geralmente ocorre nas extremidades dos membros. 5. Em biologia, é um período longo de inatividade, com metabolismo reduzido ou suspenso, geralmente associado a condições ambientais desfavoráveis; estivação.
34 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
35 Rash: Coloração avermelhada da pele como conseqüência de uma reação alérgica ou infecção.
36 Cutâneo: Que diz respeito à pele, à cútis.
37 Desidratação: Perda de líquidos do organismo pelo aumento importante da freqüência urinária, sudorese excessiva, diarréia ou vômito.
38 Ataxia: Reflete uma condição de falta de coordenação dos movimentos musculares voluntários podendo afetar a força muscular e o equilíbrio de uma pessoa. É normalmente associada a uma degeneração ou bloqueio de áreas específicas do cérebro e cerebelo. É um sintoma, não uma doença específica ou um diagnóstico.
39 Neuropatia: Doença do sistema nervoso. As três principais formas de neuropatia em pessoas diabéticas são a neuropatia periférica, neuropatia autonômica e mononeuropatia. A forma mais comum é a neuropatia periférica, que afeta principalmente pernas e pés.

Tem alguma dúvida sobre Beminal Plus?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.