ACARSAN Líquido

BIOSINTETICA

Atualizado em 03/06/2015

Benzoato de Benzila

Forma Farmacêutica e Apresentação de Acarsan Líquido

Emulsão tópica. Frascos contendo 80 ml.

Composição de Acarsan Líquido

Cada 1 ml contém:

Benzoato de benzila.................... 0,25 g
Veículo antisséptico1 q.s.p. .................... 1 ml


USO PEDIÁTRICO E/OU ADULTO - USO TÓPICO2 (USO EXTERNO)

Informações ao Paciente de Acarsan Líquido

Conservar o produto ao abrigo do calor excessivo.

Prazo de validade: vide cartucho. Este, como qualquer outro medicamento, não deve ser usado com o prazo de validade vencido. O produto atua combatendo a sarna3, o piolho e chatos.
Evite o contato do medicamento com os olhos4 e mucosas5.
Cuidados de uso: Trata-se de um medicamento de uso tópico2, sobre a pele6 (USO EXTERNO).

Siga corretamente o modo de usar; não desaparecendo os sintomas7, procure orientação médica.

Normas de Higiene de Acarsan Líquido

1.Ferver a roupa de cama e de uso pessoal, mantendo-as limpas.
2.Manter as unhas8 curtas e limpas. No caso de pediculose (piolhos) e fitiríase (chatos) manter os cabelos curtos e limpos.
3.Evitar o exagero no coçar e colocar luvas de proteção nas crianças.
4.Procurar descobrir possíveis portadores e possíveis contatos com eles e seus objetos de uso.
5.Alertar os responsáveis pelas instituições coletivas freqüentadas pelo portador do parasita9.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.


Para crianças, aconselha-se a diluição do produto, a fim de minimizar o risco de irritação. . O uso  em gestantes, lactantes10 e na presença de lesões11 de pele6, deve ser feito sob orientação médica.
Algumas vezes, as lesões11 são provocadas pela própria coceira, causada pelos parasitas e isto deve
ser verificado antes de iniciar o tratamento.

Informação Técnica de Acarsan Líquido

Modo de Ação de Acarsan Líquido

ACARSAN (Benzoato de benzila) é um agente parasiticida, eficaz no tratamento da escabiose12 e pediculose. Possui também ação antisséptica contra bactérias, evitando assim o  estabelecimento de infecções13 secundárias.

Indicações de Acarsan Líquido

No tratamento da escabiose12 (sarna3), da fitiríase (chatos), pediculose (piolhos) e outras doenças parasitárias cutâneas14 e do couro cabeludo.

Contra-Indicações de Acarsan Líquido

Hipersensibilidade ao benzoato de benzila. Lesões11 da pele6.

Precauções de Acarsan Líquido

Este medicamento não pode ser ingerido. Seu uso é tópico2, sobre a pele6 (USO EXTERNO). Não deve ser usado perto dos olhos4 ou mucosas5. Alertar responsáveis por instituições coletivas freqüentadas pelo portador do parasita9. Se for absolutamente necessário o uso em presença de lesões11 causadas pelo ato de coçar, torna-se recomendável o aconselhamento médico.

Reações Adversas de Acarsan Líquido

Benzoato de benzila é irritante aos olhos4 e às mucosas5, podendo irritar a pele6. Reações de hipersensibilidade tem sido relatadas. Quando ingerido, benzoato de benzila pode causar estimulação do CNS e convulsões.

Restrições ou Cuidados de Acarsan Líquido

O produto é de exclusivo uso tópico2. Não deve ser ingerido ou ser usado perto dos olhos4 ou mucosas5. Evitar o contato do produto com alimentos.

Posologia Exclusivamente Para Uso Externo de Acarsan Líquido

Agitar antes de usar.

Antes da aplicação do medicamento, tome um banho quente, esfregando bem a pele6 com auxílio de um sabonete suave. Seque o corpo e aplique ACARSAN sobre toda a área corporal (no caso de sarna3) ou na região púbica (chatos) evitando o contato com os olhos4 e  mucosas5. Quando a primeira camada estiver seca, aplique uma segunda camada do medicamento. Após 24 horas, tome outro banho, colocando roupas limpas. Fazer o tratamento durante 5 a 7 dias seguidos. No caso de pediculose (piolhos), aplique ACARSAN no couro cabeludo, friccionando bem. Repita a aplicação após uma semana de intervalo. Durante o período de tratamento, é aconselhável o uso de ACARSAN Sabonete na higiene diária de toda a família para evitar a disseminação da parasitose. Raramente é                              necessária a repetição desse esquema.

Ingestão Acidental de Acarsan Líquido

Em caso de ingestão, deve-se induzir o vômito15. Manter o paciente em repouso e procurar orientação médica.

O tratamento do envenenamento envolve aspiração e lavagem gástrica16, além de medidas sintomáticas apropriadas.

Se ocorrer contato com os olhos4, lavá-los com bastante água limpa e procurar um oftalmologista17.


VENDA SOB PRESCRISÃO MÉDICA

Ver informações do laboratório

ACARSAN Líquido - Laboratório

BIOSINTETICA
Rua Periquito, 236 - Vl. Uberabinha
São Paulo/SP - CEP: 04514-050
Tel: 55 (011) 5561-2614
Fax: 55 (011)5561-2072
Site: http://www.biosintetica.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "BIOSINTETICA"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Antisséptico: Que ou o que impede a contaminação e combate a infecção.
2 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
3 Sarna: Doença produzida por um parasita chamado Sarcoptes scabiei. Infesta a superfície da pele produzindo coceira e vesículas branco peroladas juntamente com lesões por coçadura. Localiza-se mais freqüentemente nas pregas interdigitais, inguinais e submamárias. É contagiosa, passando de pessoa para pessoa por contato íntimo, e por isto muito freqüente em aglomerações humanas (asilos, creches, abrigos). Nestes casos toda a população deve ser tratada ao mesmo tempo.
4 Olhos:
5 Mucosas: Tipo de membranas, umidificadas por secreções glandulares, que recobrem cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
6 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
7 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
8 Unhas: São anexos cutâneos formados por células corneificadas (queratina) que formam lâminas de consistência endurecida. Esta consistência dura, confere proteção à extremidade dos dedos das mãos e dos pés. As unhas têm também função estética. Apresentam crescimento contínuo e recebem estímulos hormonais e nutricionais diversos.
9 Parasita: Organismo uni ou multicelular que vive às custas de outro, denominado hospedeiro. A presença de parasitos em um hospedeiro pode produzir diferentes doenças dependendo do tipo de afecção produzida, do estado geral de saúde do hospedeiro, de mecanismos imunológicos envolvidos, etc. São exemplos de parasitas: a sarna, os piolhos, os áscaris (lombrigas), as tênias (solitárias), etc.
10 Lactantes: Que produzem leite; que aleitam.
11 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
12 Escabiose: Doença contagiosa da pele causada nos homens pelo Sarcoptes scabiei e nos animais por diversos ácaros. Caracteriza-se por intenso prurido e eczema. Popularmente conhecida como sarna ou pereba.
13 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
14 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
15 Vômito: É a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Pode ser classificado como: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
16 Lavagem gástrica: É a introdução, através de sonda nasogástrica, de líquido na cavidade gástrica, seguida de sua remoção.
17 Oftalmologista: Médico especializado em diagnosticar e tratar as doenças que acometem os olhos. Podem prescrever óculos de grau e lentes de contato.

Tem alguma dúvida sobre ACARSAN Líquido?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.