NEBACETIN Pó Spray

NYCOMED PHARMA

Atualizado em 09/12/2014

               

Apresentação de Nebacetin Pó Spray

Tubo nebulizador (aerosol) com 30 ml.

Uso Adulto ou Pediátrico

Composição de Nebacetin Pó Spray

Cada ml contém:
Sulfato de Neomicina 1083,3 U.I.
Bacitracina 83,3 U.I.
Veículo q.s.p.  1,0 ml

Informação ao Paciente de Nebacetin Pó Spray

Conserve o produto na embalagem original. CUIDADO: Conteúdo sob pressão. O vasilhame, mesmo vazio, não deve ser perfurado. Não use ou guarde em lugar quente, próximo a chamas ou exposto ao sol. Nunca coloque esta embalagem no fogo ou incinerador. Guarde em ambiente fresco ou ventilado.
Prazo de validade: 24 meses a partir da data da fabricação (vide cartucho). Não use medicamento com prazo de validade vencido.
Ação esperada do medicamento: antiinfeccioso tópico1 de uso externo.
Informe seu médico a ocorrência de gravidez2 ou lactação3 na vigência do tratamento.
Cuidados de Administração: Evite o contato do produto com os olhos4. Antes de aplicar o produto, lave a região afetada com água e sabão e seque cuidadosamente o local. Antes da aplicação, agite ligeiramente o frasco em posição vertical; a seguir, pressione levemente a válvula, de modo a obter suficiente nebulização5, direcionando o jato para a região afetada. Depois da aplicação, inverta o tubo e pressione a válvula por um instante para evitar o entupimento da mesma.
Informe seu médico caso apareçam reações desagradáveis como: prurido6, vermelhidão, inchaço7 ou qualquer irritação local não existente antes do uso do produto; ou caso ocorra qualquer diminuição da audição.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.
O produto não deve ser usado por pacientes com hipersensibilidade conhecida aos componentes da fórmula ou fármacos afins.
Não utilizar o produto sobre feridas profundas, queimaduras graves ou extensas áreas lesadas, exceto sob prescrição médica.
NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE8.

Informação Técnica de Nebacetin Pó Spray

Nebacetin reúne os antibióticos Bacitracina e Neomicina. A Bacitracina é um antibiótico polipeptídeo de ação bactericida, interferindo na síntese da parede celular, sendo ativa contra a maioria dos germes Gram-positivos e alguns cocos Gram-negativos. A Neomicina, um antibiótico aminoglicosídeo que interfere na síntese protéica do microorganismo, tem ação bactericida, sendo eficaz contra germes Gram-positivos (estafilococos), e principalmente Gram-negativos.
Apesar de não ser absorvida através da pele9 intacta, a Neomicina aplicada topicamente é facilmente absorvida através de grandes regiões expostas, queimadas, ou com tecido de granulação10. A Bacitracina, por sua vez, não apresenta absorção significativa após aplicação tópica sobre a pele9 intacta ou lesionada, ou sobre membranas mucosas11. Não ocorrendo absorção, a ação do medicamento é limitada ao local de aplicação.
A associação destes dois antibióticos, em seu uso tópico1, além de apresentar um efeito sinérgico, evita o desenvolvimento de microorganismos resistentes à Neomicina.

Indicações de Nebacetin Pó Spray

No tratamento de infecções12 bacterianas da pele9 e mucosas11, causadas por microorganismos sensíveis: piodermites, impetigo13, eczemas14 infectados, furúnculos, antraz, éctima, abscesso15, acne16 infectada, intertrigo17, úlceras18 cutâneas19 e queimaduras infectadas.Na profilaxia de infecções12 cutaneomucosas decorrentes de cortes (inclusive de origem cirúrgica), abrasões, queimaduras pouco extensas, ferimentos, produzidas por microorganismos sensíveis.

- Contra-Indicações:
Hipersensibilidade aos componentes da fórmula ou a fármacos afins.

Precauções de Nebacetin Pó Spray

Pode ocorrer sensibilidade cruzada se o paciente utilizar outros produtos contendo antibióticos aminoglicosídeos. Quando o produto é aplicado em grandes áreas da pele9, com lesão20, pode ocorrer absorção sistêmica significativa, com risco de nefrotoxicidade21 ou ototoxicidade22, especialmente se a função renal23 estiver prejudicada, ou na administração concomitante de fármacos sistêmicos24 nefrotóxicos e ototóxicos. Não empregar para uso oftálmico: evitar o contato do produto com os olhos4, direcionando corretamente o jato do spray para a região afetada.

Interações Medicamentosas de Nebacetin Pó Spray

Não se recomenda o uso simultâneo desta associação com fármacos relacionados, por exemplo, outros aminoglicosídeos, por via sistêmica, já que reações de hipersensibilidade podem ocorrer com maior freqüência.

- Reações Adversas:Podem ocorrer prurido6, "rash25" cutâneo26, vermelhidão, inchaço7 ou outros sinais27 de irritação local.

Posologia de Nebacetin Pó Spray

Antes de usar, agite ligeiramente o frasco em posição vertical. Aplicar sobre a região afetada 2 a 5 vezes ao dia, pressionando a válvula do spray cerca de 2 segundos. Pode-se ou não utilizar curativos semi-oclusivos. Após aplicação, inverta o tubo e pressione a válvula por um instante para evitar entupimento da mesma.

Conduta na Superdosagem de Nebacetin Pó Spray

O quadro clínico por ingestão acidental ou superdosagem ainda não é conhecido. Na eventualidade, adotar as medidas habituais de apoio e controle das funções vitais.

SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR; NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS28, PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA.

NEBACETIN Pó Spray - Laboratório

NYCOMED PHARMA
Rua do Estilo Barroco, 721
Santo Amaro/SP - CEP: 04709-011
Tel: 11 5188 4400
Site: http://www.nycomed.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "NYCOMED PHARMA"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
2 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
3 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
4 Olhos:
5 Nebulização: Método utilizado para administração de fármacos ou fluidificação de secreções respiratórias. Utiliza um mecanismo vaporizador através do qual se favorece a penetração de água ou medicamentos na atmosfera bronquial.
6 Prurido: 1.    Na dermatologia, o prurido significa uma sensação incômoda na pele ou nas mucosas que leva a coçar, devido à liberação pelo organismo de substâncias químicas, como a histamina, que irritam algum nervo periférico. 2.    Comichão, coceira. 3.    No sentido figurado, prurido é um estado de hesitação ou dor na consciência; escrúpulo, preocupação, pudor. Também pode significar um forte desejo, impaciência, inquietação.
7 Inchaço: Inchação, edema.
8 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
9 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
10 Tecido de Granulação: Tecido conjuntivo vascular formado na superfície de um ferimento, úlcera ou tecido inflamado em cicatrização. Constituído por capilares novos e um infiltrado (com células linfóides, macrófagos e células plasmáticas).
11 Mucosas: Tipo de membranas, umidificadas por secreções glandulares, que recobrem cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
12 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
13 Impetigo: Infecção da pele e mucosas, produzida por uma bactéria chamada Estreptococo, e caracterizada pela presença de lesões avermelhadas, com formação posterior de bolhas que contém pus e que, ao romper-se, deixam uma crosta cor de mel. Pode ser transmitida por contato entre as pessoas, como em creches.
14 Eczemas: Afecções alérgicas da pele, elas podem ser agudas ou crônicas, caracterizadas por uma reação inflamatória com formação de vesículas, desenvolvimento de escamas e prurido.
15 Abscesso: Acumulação de pus em uma cavidade formada acidentalmente nos tecidos orgânicos, ou mesmo em órgão cavitário, em consequência de inflamação seguida de infecção.
16 Acne: Doença de predisposição genética cujas manifestações dependem da presença dos hormônios sexuais. As lesões começam a surgir na puberdade, atingindo a maioria dos jovens de ambos os sexos. Os cravos e espinhas ocorrem devido ao aumento da secreção sebácea associada ao estreitamento e obstrução da abertura do folículo pilosebáceo, dando origem aos comedões abertos (cravos pretos) e fechados (cravos brancos). Estas condições favorecem a proliferação de microorganismos que provocam a inflamação característica das espinhas, sendo o Propionibacterium acnes o agente infeccioso mais comumente envolvido.
17 Intertrigo: Infecção da pele que recobre diferentes pregas da superfície corporal. Pode ser ocasionada por fungos ou bactérias e freqüentemente localiza-se entre os dedos (pé de atleta), no sulco submamário, axilas, pregas interglúteas, etc.
18 Úlceras: Feridas superficiais em tecido cutâneo ou mucoso que podem ocorrer em diversas partes do organismo. Uma afta é, por exemplo, uma úlcera na boca. A úlcera péptica ocorre no estômago ou no duodeno (mais freqüente). Pessoas que sofrem de estresse são mais susceptíveis a úlcera.
19 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
20 Lesão: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
21 Nefrotoxicidade: É um dano nos rins causado por substâncias químicas chamadas nefrotoxinas.
22 Ototoxicidade: Dano causado aos sistemas coclear e/ou vestibular resultante de exposição a substâncias químicas.
23 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
24 Sistêmicos: 1. Relativo a sistema ou a sistemática. 2. Relativo à visão conspectiva, estrutural de um sistema; que se refere ou segue um sistema em seu conjunto. 3. Disposto de modo ordenado, metódico, coerente. 4. Em medicina, é o que envolve o organismo como um todo ou em grande parte.
25 Rash: Coloração avermelhada da pele como conseqüência de uma reação alérgica ou infecção.
26 Cutâneo: Que diz respeito à pele, à cútis.
27 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
28 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.

Tem alguma dúvida sobre NEBACETIN Pó Spray?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.