ANGIODARONA

CAZI

Atualizado em 03/06/2015

Angiodarona
Antiarrítmico1

Uso adulto

Forma Farmacêutica e Apresentação da Angiodarona

Comprimido: Caixa com 20 unidades

Composição  Cada comprimido contém: Amiodarona 200 mg; Excipiente q.s.p. 1 comprimido.

Indicações da Angiodarona

Arritmias2 ventriculares, taquicardias e extra-sistolia. Arritmias2 supraventriculares; fibrilação de flutter atrial crônico3, arritmias2 paroxísticas atriais e arritmias2 supraventriculares associadas a síndrome4 Wolff-Parkinson-White.

Contra-Indicações da Angiodarona

Bradicardias sinusais, bloqueio sinoatrial, excitabilidade atrial ou ventricular associada a bloqueio atrioventricular, hipotensão arterial5 grave.  Gravidez6, salvo em casos excepcionais em razão do risco tiroideano fetal. Hiper e Hipotiroidismo.

Precauções da Angiodarona

Devido à presença do iodo na fórmula, o tratamento de pacientes com antecedentes tiroideanos pessoais e familiares, se necessário, deve ser feito com posologia mínima ativa sob supervisão médica. Deve-se evitar associações com IMAO7 e betabloqueadores e ter cautela no emprego com outros antiarrítmicos.

Efeitos Colaterais8 da Angiodarona

Praticamente não são observados. Em pacientes particularmente sensíveis, e em doses elevadas, às vezes assinalam-se manifestações cutâneas9 (eritema10, coloração da pele11, prurido12), o que significa depósito de iodo a esse nível, ou microdepósitos localizados na córnea13, que se reduzem com a administração intermitente14 do produto.

Posologia da Angiodarona

ANGIODARONA é recomendado da seguinte forma: Dose máxima: 6 comprimidos por dia. Dose mínima: 1 comprimido por dia. Dose de ataque: 3 comprimidos por dia. Dose de manutenção: 1 a 2 comprimidos por dia. O produto deve ser administrado durante ou após as refeições. Aconselha-se a terapêutica15 em cáries16 intermitentes17, em geral de 3 semanas por mês, com os comprimidos administrados em 1, 2 ou 3 vezes ao dia, durante ou após as refeições. Aconselha-se ainda seu uso durante cinco dias (segunda a sexta) com dias de descanso (sábado e domingo). Por ser uma medicação de ação cumulativa, a eventual falha na administração por alguns dias, não irá diminuir seus efeitos benéficos e farmacológicos.


Venda Sob Prescrição Médica.

ANGIODARONA - Laboratório

CAZI
Rua Antônio Lopes, 17 Jandira
São Paulo/SP - CEP: 06600-000
Tel: 011 427-5155
Fax: 011 427-5144

Ver outros medicamentos do laboratório "CAZI"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Antiarrítmico: Medicamento usado para tratar altrações do ritmo cardíaco
2 Arritmias: Arritmia cardíaca é o nome dado a diversas perturbações que alteram a frequência ou o ritmo dos batimentos cardíacos.
3 Crônico: Descreve algo que existe por longo período de tempo. O oposto de agudo.
4 Síndrome: Conjunto de sinais e sintomas que se encontram associados a uma entidade conhecida ou não.
5 Hipotensão arterial: Diminuição da pressão arterial abaixo dos valores normais. Estes valores normais são 90 milímetros de mercúrio de pressão sistólica e 50 milímetros de pressão diastólica.
6 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
7 IMAO: Tipo de antidepressivo que inibe a enzima monoaminoxidase (ou MAO), hoje usado geralmente como droga de terceira linha para a depressão devido às restrições dietéticas e ao uso de certos medicamentos que seu uso impõe. Deve ser considerada droga de primeira escolha no tratamento da depressão atípica (com sensibilidade à rejeição) ou agente útil no distúrbio do pânico e na depressão refratária. Pode causar hipotensão ortostática e efeitos simpaticomiméticos tais como taquicardia, suores e tremores. Náusea, insônia (associada à intensa sonolência à tarde) e disfunção sexual são comuns. Os efeitos sobre o sistema nervoso central incluem agitação e psicoses tóxicas. O término da terapia com inibidores da MAO pode estar associado à ansiedade, agitação, desaceleração cognitiva e dor de cabeça, por isso sua retirada deve ser muito gradual e orientada por um médico psiquiatra.
8 Efeitos colaterais: 1. Ação não esperada de um medicamento. Ou seja, significa a ação sobre alguma parte do organismo diferente daquela que precisa ser tratada pelo medicamento. 2. Possível reação que pode ocorrer durante o uso do medicamento, podendo ser benéfica ou maléfica.
9 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
10 Eritema: Vermelhidão da pele, difusa ou salpicada, que desaparece à pressão.
11 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
12 Prurido: 1.    Na dermatologia, o prurido significa uma sensação incômoda na pele ou nas mucosas que leva a coçar, devido à liberação pelo organismo de substâncias químicas, como a histamina, que irritam algum nervo periférico. 2.    Comichão, coceira. 3.    No sentido figurado, prurido é um estado de hesitação ou dor na consciência; escrúpulo, preocupação, pudor. Também pode significar um forte desejo, impaciência, inquietação.
13 Córnea: Membrana fibrosa e transparente presa à esclera, constituindo a parte anterior do olho.
14 Intermitente: Nos quais ou em que ocorrem interrupções; que cessa e recomeça por intervalos; intervalado, descontínuo. Em medicina, diz-se de episódios de febre alta que se alternam com intervalos de temperatura normal ou cujas pulsações têm intervalos desiguais entre si.
15 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
16 Cáries: Destruição do esmalte dental produzida pela proliferação de bactérias na cavidade oral.
17 Intermitentes: Nos quais ou em que ocorrem interrupções; que cessa e recomeça por intervalos; intervalado, descontínuo. Em medicina, diz-se de episódios de febre alta que se alternam com intervalos de temperatura normal ou cujas pulsações têm intervalos desiguais entre si.
Artigos relacionados

Tem alguma dúvida sobre ANGIODARONA?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.