FATOR IX 250/500 UI

GRIFOLS

Atualizado em 08/12/2014

fator IX
250/500

Concentrado de fator IX


Composição de Fator Ix

250 UI: Cada 1 ml contém 25 UI de FATOR IX (globulina1 B anti-hemolítica); 2,5 UI de heparina. 500 UI: Ceda 1 ml contém 50 UI de FATOR IX (globulina1 B antihemolítica); 5 UI de heparina. Proteínas2 0,23 g/l.

Indicações de Fator Ix

Tratamento e profilaxia de hemorragia3 na deficiência congênita4 e adquirida de FATOR IX (hemofilia5 B).

Contra de Fator Ix

-Indicações

Moléstias do fígado6, coagulação7 intravascular8 ou fibrinólise9, trombose10, infarto do miocárdio11 ou presena de coagulação7 disseminada intravascular8. O uso em gestantes e lactentes12 deve ser feito após cuidadosa avaliação.

Efeitos de Fator Ix

colaterais

Raros casos de hiper-sensibilidade. Pode ocorrer desenvolvimento de inibidores de FATOR IX. Reações anafiláticas13 e alérgicas requerem suspensão imediata da infusão.

Posologia de Fator Ix

Emergência14 (1 UI/kg); hemorragias15 bucais e pequenas cirurgias (concentração de FATOR IX é de 30%); hemorragias15 gastrintestinais (concentração é de 30%-50%); profilaxia a longo prazo de hemofilia5 B severa (18 a 30 UI/kg, uma vez por semana ou 9 a 15 UI/kg, duas vezes por semana).

Apresentação de Fator Ix

Frasco com o liofilizado16; frasco com água para injetáveis de 10 ml + equipo para infusão.

Informações detalhadas encontram-se à disposição da classe médica.

Fabricado por BIOTEST PHARMA GMBH -
República Federal da Alemanha.


MARCOS-PEDRILSON Produtos Hospitalares Ltda.

FATOR IX 250/500 UI - Laboratório

GRIFOLS
Umuarama 263. Vila Perneta - Condomínio Portal da Serra.
Pinhais/PR - CEP: 83325-000
Tel: (55) 41 668 2444
Fax: (55) 41 41 668 2495
Email: brasil@grifols.com
Site: http://www.biolaboratorio.com/ds/br/grifolsbr.html

Ver outros medicamentos do laboratório "GRIFOLS"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Globulina: Qualquer uma das várias proteínas globulares pouco hidrossolúveis de uma mesma família que inclui os anticorpos e as proteínas envolvidas no transporte de lipídios pelo plasma.
2 Proteínas: Um dos três principais nutrientes dos alimentos. Alimentos que fornecem proteína incluem carne vermelha, frango, peixe, queijos, leite, derivados do leite, ovos.
3 Hemorragia: Saída de sangue dos vasos sanguíneos ou do coração para o exterior, para o interstício ou para cavidades pré-formadas do organismo.
4 Congênita: 1. Em biologia, o que é característico do indivíduo desde o nascimento ou antes do nascimento; conato. 2. Que se manifesta espontaneamente; inato, natural, infuso. 3. Que combina bem com; apropriado, adequado. 4. Em termos jurídicos, é o que foi adquirido durante a vida fetal ou embrionária; nascido com o indivíduo. Por exemplo, um defeito congênito.
5 Hemofilia: Doença transmitida de forma hereditária na qual existe uma menor produção de fatores de coagulação. Como conseqüência são produzidos sangramentos por traumatismos mínimos, sobretudo em articulações (hemartrose). Sua gravidade depende da concentração de fatores de coagulação no sangue.
6 Fígado: Órgão que transforma alimento em energia, remove álcool e toxinas do sangue e fabrica bile. A bile, produzida pelo fígado, é importante na digestão, especialmente das gorduras. Após secretada pelas células hepáticas ela é recolhida por canalículos progressivamente maiores que a levam para dois canais que se juntam na saída do fígado e a conduzem intermitentemente até o duodeno, que é a primeira porção do intestino delgado. Com esse canal biliar comum, chamado ducto hepático, comunica-se a vesícula biliar através de um canal sinuoso, chamado ducto cístico. Quando recebe esse canal de drenagem da vesícula biliar, o canal hepático comum muda de nome para colédoco. Este, ao entrar na parede do duodeno, tem um músculo circular, designado esfíncter de Oddi, que controla o seu esvaziamento para o intestino.
7 Coagulação: Ato ou efeito de coagular(-se), passando do estado líquido ao sólido.
8 Intravascular: Relativo ao interior dos vasos sanguíneos e linfáticos, ou que ali se situa ou ocorre.
9 Fibrinólise: Processo de dissolução progressiva da fibrina e assim do coágulo, que posteriormente à sua formação deve ser dissolvido.
10 Trombose: Formação de trombos no interior de um vaso sanguíneo. Pode ser venosa ou arterial e produz diferentes sintomas segundo os territórios afetados. A trombose de uma artéria coronariana pode produzir um infarto do miocárdio.
11 Infarto do miocárdio: Interrupção do suprimento sangüíneo para o coração por estreitamento dos vasos ou bloqueio do fluxo. Também conhecido por ataque cardíaco.
12 Lactentes: Que ou aqueles que mamam, bebês. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).
13 Reações anafiláticas: É um tipo de reação alérgica sistêmica aguda. Esta reação ocorre quando a pessoa foi sensibilizada (ou seja, quando o sistema imune foi condicionado a reconhecer uma substância como uma ameaça ao organismo). Na segunda exposição ou nas exposições subseqüentes, ocorre uma reação alérgica. Essa reação é repentina, grave e abrange o corpo todo. O sistema imune libera anticorpos. Os tecidos liberam histamina e outras substâncias. Esse mecanismo causa contrações musculares, constrição das vias respiratórias, dificuldade respiratória, dor abdominal, cãimbras, vômitos e diarréia. A histamina leva à dilatação dos vasos sangüíneos (que abaixa a pressão sangüínea) e o vazamento de líquidos da corrente sangüínea para os tecidos (que reduzem o volume de sangue) o que provoca o choque. Ocorrem com freqüência a urticária e o angioedema - este angioedema pode resultar na obstrução das vias respiratórias. Uma anafilaxia prolongada pode causar arritmia cardíaca.
14 Emergência: 1. Ato ou efeito de emergir. 2. Situação grave, perigosa, momento crítico ou fortuito. 3. Setor de uma instituição hospitalar onde são atendidos pacientes que requerem tratamento imediato; pronto-socorro. 4. Eclosão. 5. Qualquer excrescência especializada ou parcial em um ramo ou outro órgão, formada por tecido epidérmico (ou da camada cortical) e um ou mais estratos de tecido subepidérmico, e que pode originar nectários, acúleos, etc. ou não se desenvolver em um órgão definido.
15 Hemorragias: Saída de sangue dos vasos sanguíneos ou do coração para o exterior, para o interstício ou para cavidades pré-formadas do organismo.
16 Liofilizado: Submetido à liofilização, que é a desidratação de substâncias realizada em baixas temperaturas, usada especialmente na conservação de alimentos, em medicamentos, etc.

Tem alguma dúvida sobre FATOR IX 250/500 UI?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.