VITANOL-A

STIEFEL

Atualizado em 09/12/2014

VITANOL-A
Tretinoína

Gel alcoólico a 0,01% - 0,025% - 0,05%
Creme a 0,025% - 0,05% - 0,1%

USO EXTERNO EM ADULTOS E EM PACIENTES ACIMA DE 12 ANOS

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

Apresentação: bisnaga com 30 g

Composição da Vitanol-a

VITANOL-A® gel - cada g contém:                   0,01%     0,025%         0,05%
Tretinoína ....................           0,10 mg     0,25 mg     0,50 mg
Gel excipiente q.s.p. .........          1,00 g         1,00 g         1,00 g
O excipiente contém: butilhidroxitolueno, hidroxipropilcelulose, álcool etílico.

VITANOL-A® creme - cada g contém:
                   0,025%     0,05%         0,1%
Tretinoína ....................           0,25 mg     0,50 mg     1,00 mg
Creme excipiente q.s.p. .....       1,00 g     1,00 g         1,00 g

O excipiente contém: álcool cetílico, butilhidroxianisol, butilidroxitolueno, ciclometicone trimetilsiloxisilicato, glicerol, metilparabeno, propilparabeno, triglicérides1 do ácido cáprico/caprílico, pentilenoglicol, octildodecanol, ciclometicone e dimeticone crospolímero, álcool cetearílico e glucosídeo cetearílico, ectoína,    hidroxietilacrilato/acriloildimetiltaurato de sódio e polisorbato 60, água purificada.

Informações ao Paciente da Vitanol-a

VITANOL-A® é indicado no tratamento das linhas de expressão, manchas e asperezas da pele2 facial, características do envelhecimento da pele2 pelo sol e também no tratamento da acne3 vulgar, especialmente da acne3 leve ou de grau I, onde predominam os cravinhos e bolinhas de pus4.
Armazenar o produto à temperatura ambiente e proteger da luz e umidade.

Prazo de validade do produto:
VITANOL-A® gel e VITANOL-A® creme: 24 meses

"NÃO USE O PRODUTO COM PRAZO DE VALIDADE VENCIDO.
PODE SER PREJUDICIAL À SAÚDE5".

Informar ao seu médico a ocorrência de gravidez6 na vigência do tratamento ou após seu
término. Informar ao médico se está amamentando.

"ATENÇÃO: RISCO PARA MULHERES GRÁVIDAS.
PODE CAUSAR PROBLEMAS AO FETO7".

Cuidados de Administração da Vitanol-a

Lavar e secar cuidadosamente as áreas afetadas, à noite, de preferência antes dedormir; aplicar uma fina camada de VITANOL-A® creme ou gel, massageando
levemente em círculos. Pela manhã, ao acordar, lavar suavemente as áreas nas quais se
aplicou o produto e secar com toalha limpa, sem esfregar. A exposição ao sol ou a
lâmpadas artificiais durante o tratamento deve ser evitada, pois a pele2 estará mais
sensível e sujeita a queimaduras. Durante o dia, recomenda-se o uso de um filtro solar
com FPS de, no mínimo, 15. O uso do protetor solar deve ser mantido mesmo após o
término do tratamento com VITANOL-A® .
Evite usar excessivamente. Use apenas pequena quantidade em cada aplicação. O
excesso não garantirá resultados mais rápidos e eficientes e poderá irritar a pele2.
Os efeitos da terapia com VITANOL-A® no fotoenvelhecimento cutâneo8 são evidenciados
após 24 semanas de tratamento.
Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração
do tratamento.
Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
Durante as primeiras semanas de terapia da acne3, pode-se notar uma exacerbação
aparente das lesões9, devido à ação da tretinoína, mas que faz parte do processo de cura.
Informe ao seu médico o aparecimento de reações desagradáveis. Poderão ocorrer
vermelhidão e ardor10 local transitórios, considerados normais na terapia com tretinoína.
Se esses sintomas11 forem intensos, deve-se consultar o médico.
Todas as reações desagradáveis são reversíveis com a suspensão do tratamento.

"TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS".

Evitar o uso de outros produtos de ação adstringente ou abrasiva. As pessoas tratadas
com VITANOL-A® podem continuar o uso de cosméticos, mas a área a ser tratada deve
ser cuidadosamente lavada e seca antes das aplicações.
VITANOL-A® é indicado somente para uso tópico12 em adultos e em crianças acima de 12 anos.
Evitar o contato com os olhos13, pálpebras14, boca15 e outras membranas mucosas16.
Não deve ser administrado a pacientes com queimaduras cutâneas17, eczema18, ou
qualquer outra doença cutânea19 crônica.
Informe ao seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início,
ou durante o tratamento.
Deve-se adotar um método efetivo para evitar a gravidez6 durante o tratamento com
VITANOL-A® . Em caso de gravidez6, o tratamento deve ser prontamente interrompido.

"NÃO USE MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO.
PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE5".

Informações Técnicas da Vitanol-a

O mecanismo de ação dos retinóides no fotoenvelhecimento cutâneo8 não foi ainda bem
estabelecido. Estudos demonstram que os retinóides podem aumentar a espessura
epidermal e da camada granular, reduzir o conteúdo de melanina20 e compactar o estrato
córneo, podendo estar relacionados ainda com a síntese dérmica de colágeno21.
A tretinoína foi isolada por Arens e Van Drop em 1946, como um produto intermediário da
síntese de vitamina22 A e introduzido como agente queratolítico por Stüttgen. Em 1969,
Kligman e cols relataram sua eficácia na acne3 vulgar, onde interfere na formação do comedão,
impedindo a formação de rolhas queratinizadas sólidas. Inibe a síntese de tonofibrilas, diminui
a união entre as células23 queratinizadas e acelera a regeneração do epitélio24 folicular.

Indicações da Vitanol-a

VITANOL-A® é indicado somente para uso tópico12, em adultos e crianças acima de 12 anos.VITANOL-A® é indicado no tratamento do fotoenvelhecimento cutâneo8, proporcionando
a melhora de alguns sinais25 associados a esta condição. É indicado também no
tratamento da acne3 vulgar, especialmente da acne3 punctata, onde predominam os
comedões, pápulas26 e pústulas27.

Contra-Indicações da Vitanol-a

Os estudos efetuados em laboratório e as experiências clínicas realizadas, até o
momento, não mostram qualquer contra-indicação ao uso tópico12 da tretinoína, mas o
produto não deve ser usado por pessoas hipersensíveis à tretinoína ou aos outros
componentes da fórmula. Também não deve ser usado quando houver escarificações e
processos cutâneos inflamatórios ou infecções28 de outras origens.
Não deve ser administrado a pacientes com queimaduras cutâneas17, eczema18, ou
qualquer outra doença cutânea19 crônica.

Precauções da Vitanol-a

A tretinoína é um irritante dérmico, e os resultados de irritação contínua da pele2 pormais de 48 semanas são desconhecidos. Existem evidências de alterações de
melanócitos29 e queratinócitos30, além de um aumento na elastose dérmica de alguns
pacientes tratados com tretinoína por mais de 48 semanas. O significado destas
mudanças ainda é desconhecido.
A segurança e a efetividade da tretinoína em indivíduos com pele2 moderada ou
altamente pigmentada não foram estabelecidas, assim como para pacientes31 pediátricos
menores de 12 anos e em pacientes com um histórico de câncer32 de pele2.
VITANOL-A® somente deverá ser utilizado sob orientação médica, acompanhada de
alguns cuidados especiais, tais como aplicação do produto durante à noite e não
exposição a raios solares e lâmpadas artificiais sem proteção adequada durante o
tratamento, já que a pele2, devido a ação da tretinoína, estará mais sensível e mais
propensa à queimaduras.
Durante o dia, recomenda-se o uso de um filtro solar com FPS de, no mínimo, 15. O uso
do protetor solar deve ser mantido mesmo após o término do tratamento com VITANOL-A®.
Como ainda não foi rigorosamente estudado o efeito da tretinoína durante a gravidez6 e
a lactação33, o uso do produto durante esses períodos deve ser evitado.
VITANOL-A® não deve ser aplicado na área dos olhos13, pálpebras14, boca15, narinas e
membranas mucosas16. O uso excessivo traz vermelhidão, descamação34, desconforto, com
resultados indesejáveis.

Interações Medicamentosas da Vitanol-a

Durante o tratamento com VITANOL-A® , deve-se evitar o uso de medicação tópica
simultânea, devido à possível interação com a tretinoína. Cuidado especial deve ser
tomado ao se usar preparações contendo substâncias descamantes (ácido salicílico,
peróxido de benzoíla, resorcinol). Recomenda-se, também, cuidado com o uso de
sabonetes e xampus abrasivos, sabonetes e cosméticos com forte efeito secante e
produtos com altas concentrações de álcool e adstringentes.
VITANOL-A® não deve ser administrado a pacientes que fazem uso de drogas
potencialmente fotosenssibilizantes, tais como tiazidas, tetraciclinas, fluoroquinolonas,
fenotiazinas e sulfonamidas, devido à possibilidade de aumento da fototoxicidade.

Reações Adversas da Vitanol-a

No início do tratamento, o paciente poderá sentir ardor10, acompanhado de vermelhidão.Se esses sintomas11 forem intensos, o tratamento deve ser interrompido até que a integridade da pele2 seja restabelecida, ou, então, o tratamento deve ser ajustado a níveis que o indivíduo possa tolerar. Hiper ou hipopigmentação temporárias têm sido observadas com o uso contínuo da tretinoína. Durante o tratamento com tretinoína, observou-se grande aumento da suscetibilidade da pele2 do paciente a radiações intensas; portanto, deve-se evitar ao máximo a exposição ao sol, bem como o uso de lâmpadas artificiais. Todas as reações adversas citadas são reversíveis com a suspensão da terapia.

Posologia e Modo de Usar da Vitanol-a

Lavar e secar cuidadosamente as áreas afetadas, à noite, de preferência antes de dormir; aplicar uma fina camada de VITANOL-A® creme ou gel, massageando levemente em círculos. Pela manhã, ao acordar, lavar suavemente as áreas nas quais se aplicou o produto e secar com toalha limpa, sem esfregar.
No tratamento da acne3, pode-se observar a ação terapêutica35 do produto após a segunda
ou terceira semana de uso, tornando-se mais evidente a partir da quinta e sexta semanas. Já no fotoenvelhecimento, o resultado do tratamento é evidenciado após 24 semanas de uso. Em ambos os casos, após a obtenção de resultados satisfatórios, continuar o tratamento com aplicações menos freqüentes.
A periodicidade das aplicações pode variar de paciente para paciente36, dependendo da
tolerância de cada tipo de pele2, e deve ser determinada pelo médico.

Superdosagem da Vitanol-a

O uso excessivo e não orientado pelo médico poderá irritar a pele2. A ingestão oral do medicamento pode ocasionar os mesmos sintomas11 associados à ingestão de doses
excessivas de vitamina22 A, tais como aumento da pressão endocraniana, cefaléia37, náuseas38, vômitos39, irritabilidade, aumento da pressão liquórica e abaulamento40 de fontanela41 em lactentes42.
Em caso de superdosagem, procure orientação médica.

Lote, data de fabricação e prazo de validade: vide cartucho.

Reg. MS 1.0675.0015
Farm. Resp.: Waldir A. K. Bonetti
CRF-SP 12381

Laboratórios Stiefel Ltda.
R. Prof. João C. Salem, 1081/1301
Guarulhos - SP
CNPJ 63.064.653/0001-54
Indústria Brasileira

Serviço de Atendimento ao Consumidor
0800 7043189
sac@stiefel.com.br <mailto:sac@stiefel.com.br>
www.stiefel.com.br


VITANOL-A - Laboratório

STIEFEL
Rua Professor João C. Salem, 1081/1301
Guarulhos/SP
Tel: 0800 7043189
Email: sac@stiefel.com.br
Site: http://www.stiefel.com.br

Ver outros medicamentos do laboratório "STIEFEL"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Triglicérides: A principal maneira de armazenar os lipídeos no tecido adiposo é sob a forma de triglicérides. São também os tipos de lipídeos mais abundantes na alimentação. Podem ser definidos como compostos formados pela união de três ácidos graxos com glicerol. Os triglicérides sólidos em temperatura ambiente são conhecidos como gorduras, enquanto os líquidos são os óleos. As gorduras geralmente possuem uma alta proporção de ácidos graxos saturados de cadeia longa, já os óleos normalmente contêm mais ácidos graxos insaturados de cadeia curta.
2 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
3 Acne: Doença de predisposição genética cujas manifestações dependem da presença dos hormônios sexuais. As lesões começam a surgir na puberdade, atingindo a maioria dos jovens de ambos os sexos. Os cravos e espinhas ocorrem devido ao aumento da secreção sebácea associada ao estreitamento e obstrução da abertura do folículo pilosebáceo, dando origem aos comedões abertos (cravos pretos) e fechados (cravos brancos). Estas condições favorecem a proliferação de microorganismos que provocam a inflamação característica das espinhas, sendo o Propionibacterium acnes o agente infeccioso mais comumente envolvido.
4 Pus: Secreção amarelada, freqüentemente mal cheirosa, produzida como conseqüência de uma infecção bacteriana e formada por leucócitos em processo de degeneração, plasma, bactérias, proteínas, etc.
5 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
6 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
7 Feto: Filhote por nascer de um mamífero vivíparo no período pós-embrionário, depois que as principais estruturas foram delineadas. Em humanos, do filhote por nascer vai do final da oitava semana após a CONCEPÇÃO até o NASCIMENTO, diferente do EMBRIÃO DE MAMÍFERO prematuro.
8 Cutâneo: Que diz respeito à pele, à cútis.
9 Lesões: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
10 Ardor: 1. Calor forte, intenso. 2. Mesmo que ardência. 3. Qualidade daquilo que fulge, que brilha. 4. Amor intenso, desejo concupiscente, paixão.
11 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
12 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
13 Olhos:
14 Pálpebras:
15 Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes
16 Mucosas: Tipo de membranas, umidificadas por secreções glandulares, que recobrem cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
17 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
18 Eczema: Afecção alérgica da pele, ela pode ser aguda ou crônica, caracterizada por uma reação inflamatória com formação de vesículas, desenvolvimento de escamas e prurido.
19 Cutânea: Que diz respeito à pele, à cútis.
20 Melanina: Cada uma das diversas proteínas de cor marrom ou preta, encontrada como pigmento em vegetais e animais.
21 Colágeno: Principal proteína fibrilar, de função estrutural, presente no tecido conjuntivo de animais.
22 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.
23 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
24 Epitélio: Epitélio ou tecido epitelial é um tecido constituído por células justapostas, ou seja, intimamente unidas entre si. Sua principal função é revestir a superfície externa do corpo, os órgãos e as cavidades corporais internas. Os epitélios são eficientes barreiras contra a entrada de agentes invasores e a perda de líquidos corporais. Eles têm também funções secretoras, sensoriais e de absorção. O tecido epitelial é um dos quatro tipos de tecidos básicos do nosso organismo, juntamente com os tecidos conjuntivo, muscular e nervoso.
25 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
26 Pápulas: Lesões firmes e elevadas, com bordas nítidas e diâmetro que varia de 1 a 5 milímetros (até 1 centímetro, segundo alguns autores).
27 Pústulas: Elevações da pele contendo pus, de até um centímetro de diâmetro.
28 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
29 Melanócitos: Células da pele que produzem o pigmento melanina.
30 Queratinócitos: Queratinócitos ou ceratinócitos são células diferenciadas do tecido epitelial (pele) e invaginações da epiderme para a derme (como os cabelos e unhas) de animais terrestres responsáveis pela síntese da queratina.
31 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
32 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
33 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
34 Descamação: 1. Ato ou efeito de descamar(-se); escamação. 2. Na dermatologia, fala-se da eliminação normal ou patológica da camada córnea da pele ou das mucosas. 3. Formação de cascas ou escamas, devido ao intemperismo, sobre uma rocha; esfoliação térmica.
35 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
36 Para paciente: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Paciente disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.
37 Cefaleia: Sinônimo de dor de cabeça. Este termo engloba todas as dores de cabeça existentes, ou seja, enxaqueca ou migrânea, cefaleia ou dor de cabeça tensional, cefaleia cervicogênica, cefaleia em pontada, cefaleia secundária a sinusite, etc... são tipos dentro do grupo das cefaleias ou dores de cabeça. A cefaleia tipo tensional é a mais comum (acomete 78% da população), seguida da enxaqueca ou migrânea (16% da população).
38 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
39 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
40 Abaulamento: 1. Ato, processo ou efeito de abaular. 2. Convexidade que se dá a diversas superfícies (ruas, estradas, coberturas etc.) para facilitar o escoamento de águas pluviais. 3. Em forma de curva, arqueada ou convexa.
41 Fontanela: Na anatomia geral, é um espaço membranoso entre os ossos do crânio que ainda não se encontra ossificado quando do nascimento do bebê; fontículo ou moleira. Na anatomia zoológica, é uma depressão rasa e pálida da cabeça de certos cupins; fenestra.
42 Lactentes: Que ou aqueles que mamam, bebês. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).

Tem alguma dúvida sobre VITANOL-A?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.