Preço de SALAZOPRIN em Cambridge/SP: R$ 47,77

SALAZOPRIN

CAZI

Atualizado em 09/12/2014

SALAZOPRIN

Sulfassalazina

Uso adulto

Forma Farmacêutica e Apresentação de Salazoprin

Comprimidos de 500 mg: Caixa com 20 unidades.

Composição de Salazoprin

Cada comprimido contém: Sulfassalazina, 500 mg, Excipiente q.s.p. 1 comprimido.

Informações ao Paciente de Salazoprin

O medicamento deve ser guardado em temperatura ambiente e protegido da luz e umidade. Nunca use qualquer medicamento com o prazo de validade vencido. O prazo de validade do produto é de 24 meses. Ver embalagem. SALAZOPRIN não deve ser administrado durante a gravidez1 ou e mulheres que estejam amamentando. Neste caso avise o seu médico. Não deve ser tomado por pessoas alérgicas e sulfa e seus derivados e por crianças menores de 2 anos ou adultos acima de 60 anos; nestes, somente com acompanhamento médico quanto a aparecimento de febre2. sangramento, irritação epidérmica. particularmente na região anogenital. Deve ser tomado com líquido, sem mastigar, independentemente das refeições. Não interrompa o tratamento antes do período recomendado pelo seu médico.

Não tome remédio sem consultar seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde3.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Informações Técnicas de Salazoprin

Modo de ação: Sulfassalazina é absorvida parcialmente no trato intestinal superior e volta a entrar no intestino através do bile4 e, junto com a sulfassalazina não-absorvida, é quebrada pelas bactérias do cólon5 em sulfapiridina e ácido 5-aminossalicílico. A sulfassalazina não-absorvida é eliminada pelas fezes. O ácido 5-aminossalicílico é pouco absorvido e se excreta, principalmente inalterado, pelas fezes, e seus derivados N-acetil aparecem na urina6. A sulfapiridina absorvida é excretada junto com seus metabólitos7 acetilados pela urina6, que podem ser encontrados no leite materno.

Indicações de Salazoprin

Agente antiinflamatório intestinal, usado na profilaxia e tratamento das enterites regionais, doença de Crohn8 e colite9 ulcerativa.

Contra-Indicações de Salazoprin

O medicamento é contra-indicado a pacientes alérgicos a sulfonamidas, ácido acetilsalicílico e outros salicilatos. É também contra-indicado durante a gravidez1 e amamentação10.

Precauções de Salazoprin

Deve-se utilizar o medicamento com cuidado em crianças menores de 2 anos, porque não se estabeleceu segurança nesta faixa etária. Em pacientes acima de 60 anos deve-se observar volume urinário, febre2, sangramento, irritação epidérmica, particularmente na região ano-genital.

Interações Medicamentosas de Salazoprin

Álcool: Utilize com cuidado, pois a sulfassalazina pode aumentar o efeito do álcool. Anticoagulantes11: Aumentam o risco do sangramento. Sulfoniluréia: Aumenta o risco de hipoglicemia12. Digoxina: Diminui o efeito digitálico.

Posologia de Salazoprin

A dose inicial é de 1 ou 2 gramas, durante 6 ou 8 horas, até que os sintomas13 estejam adequadamente controlados. A dose de manutenção deve ser de 500 mg a cada 8 horas e não deve exceder 12 gramas por dia.

Venda Sob Prescrição Médica.


CAZI Química Farmacêutica Indústria e Comércio Ltda.

SALAZOPRIN - Laboratório

CAZI
Rua Antônio Lopes, 17 Jandira
São Paulo/SP - CEP: 06600-000
Tel: 011 427-5155
Fax: 011 427-5144

Ver outros medicamentos do laboratório "CAZI"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
2 Febre: É a elevação da temperatura do corpo acima dos valores normais para o indivíduo. São aceitos como valores de referência indicativos de febre: temperatura axilar ou oral acima de 37,5°C e temperatura retal acima de 38°C. A febre é uma reação do corpo contra patógenos.
3 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
4 Bile: Agente emulsificador produzido no FÍGADO e secretado para dentro do DUODENO. Sua composição é formada por s ÁCIDOS E SAIS BILIARES, COLESTEROL e ELETRÓLITOS. A bile auxilia a DIGESTÃO das gorduras no duodeno.
5 Cólon:
6 Urina: Resíduo líquido produzido pela filtração renal no organismo, estocado na bexiga e expelido pelo ato de urinar.
7 Metabólitos: Qualquer composto intermediário das reações enzimáticas do metabolismo.
8 Doença de Crohn: Doença inflamatória crônica do intestino que acomete geralmente o íleo e o cólon, embora possa afetar qualquer outra parte do intestino. A doença cursa com períodos de remissão sintomática e outros de agravamento. Na maioria dos casos, a doença de Crohn é de intensidade moderada e se torna bem controlada pela medicação, tornando possível uma vida razoavelmente normal para seu portador. A causa da doença de Crohn ainda não é totalmente conhecida. Os sintomas mais comuns são: dor abdominal, diarreia, perda de peso, febre moderada, sensação de distensão abdominal, perda de apetite e de peso.
9 Colite: Inflamação da porção terminal do cólon (intestino grosso). Pode ser devido a infecções intestinais (a causa mais freqüente), ou a processos inflamatórios diversos (colite ulcerativa, colite isquêmica, colite por radiação, etc.).
10 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
11 Anticoagulantes: Substâncias ou medicamentos que evitam a coagulação, especialmente do sangue.
12 Hipoglicemia: Condição que ocorre quando há uma queda excessiva nos níveis de glicose, freqüentemente abaixo de 70 mg/dL, com aparecimento rápido de sintomas. Os sinais de hipoglicemia são: fome, fadiga, tremores, tontura, taquicardia, sudorese, palidez, pele fria e úmida, visão turva e confusão mental. Se não for tratada, pode levar ao coma. É tratada com o consumo de alimentos ricos em carboidratos como pastilhas ou sucos com glicose. Pode também ser tratada com uma injeção de glucagon caso a pessoa esteja inconsciente ou incapaz de engolir. Também chamada de reação à insulina.
13 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.

Tem alguma dúvida sobre SALAZOPRIN?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.