Acetato de Prednisolona 1%

ALCON

Atualizado em 03/06/2015

Acetato de Prednisolona 1%

Solução Oftálmica Estéril

USO ADULTO

Forma Farmacêutica e Apresentação do Acetato de Prednisolona

Suspensão oftálmica estéril apresentada em frasco plástico conta-gotas contendo 5ml.

Composição do Acetato de Prednisolona

Cada ml contém: Acetato de prednisolona ....................10,0 mg
Veículo constituído de fosfato de sódio dibásico, polissorbato 80, edetato dissódico, glicerol, hipromelose, ácido cítrico e/ou hidróxido de sódio, cloreto de benzalcônio como conservante e água purificada q.s.p. 1,0 ml.

Informação ao Paciente do Acetato de Prednisolona

O acetato de prednisolona inibe a resposta inflamatória.
O produto deve ser conservado em local fresco e ao abrigo da luz.
Prazo de validade: 36 meses. Não utilize medicamento com prazo de validade vencido.
Informe seu médico a ocorrência de gravidez1 na vigência do tratamento ou após o seu término. Informe o médico se está amamentando.
Para evitar a contaminação do produto não toque o conta-gotas do frasco em qualquer superfície. AGITE BEM ANTES DE USAR.
Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico. A dosagem do medicamento deve ser reduzida gradativamente antes de sua suspensão. Não repita a prescrição sem antes ser examinado pelo médico.
Informe o médico se ocorrerem reações desagradáveis como: ardor2, prurido3 intenso, inchaço4 ou vermelhidão da pálpebra.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.
Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento.
NÃO USE REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE5.

Características do Acetato de Prednisolona

O acetato de prednisolona é um glicocorticóide sintético, que apresenta 3 a 5 vezes a potência antiinflamatória da hidrocortisona. Os glicocorticóides inibem o edema6, a deposição de fibrina7, a dilatação capilar8 e a migração fagocítica da resposta inflamatória aguda, bem como a proliferação capilar8, depósito de colágeno9 e formação scar.

Indicações do Acetato de Prednisolona

O produto é indicado nas inflamações10 da conjuntiva11 bulbar e palpebral, nas inflamações10 da córnea12 e segmento anterior do globo, suscetíveis a esteróides.

Contra-Indicações do Acetato de Prednisolona

Infecções13 oculares purulentas14 agudas, herpes simples superficial aguda (ceratite dendrítica), vaccinia, varicela15 e a maioria das doenças virais da córnea12 e conjuntiva11, tuberculose16 ocular, doenças fúngicas17 do olho18 e hipersensibilidade a qualquer dos componentes da formulação.

Advertências do Acetato de Prednisolona

Nas doenças que causam adelgaçamento da córnea12, são conhecidos casos de perfuração com o uso de esteróides tópicos.Devido à ausência de agente antimicrobiano, se ocorrer uma infecção19 devem ser tomadas medidas para combater os organismos envolvidos.
Em infecções13 oculares purulentas14, o uso de esteróide tópico20 pode mascarar ou aumentar a infecção19 existente.
O uso de medicação esteróide em presença de herpes simples requer precaução e deve ser acompanhado de freqüentes exames com microscópio com lâmpada de fenda.
Como tem sido relatado o aparecimento de infecções13 fúngicas17 com o uso prolongado de esteróides tópicos, deve-se suspeitar de invasões fúngicas17 em qualquer ulceração21 da córnea12, quando o esteróide foi usado ou está em uso.
O uso de corticosteróides tópicos pode provocar o aumento da pressão intra-ocular em certos pacientes, o que pode ocasionar dano ao nervo óptico e falhas no campo visual22. É aconselhável a monitorização freqüente da pressão intra-ocular.

Precauções do Acetato de Prednisolona

Tem sido relatada formação de catarata23 subcapsular posterior após o uso prolongado de corticosteróides oftálmicos tópicos. Pacientes com história de ceratite por herpes simples devem ser tratados com precaução.

Reações Adversas do Acetato de Prednisolona

As reações adversas incluem, em ordem decrescente de freqüência, elevação da pressão intra-ocular (PIO) com possível desenvolvimento de glaucoma24 e dano não freqüente ao nervo óptico, formação de catarata23 subcapsular posterior e atraso na cicatrização. Embora o aparecimento de efeitos sistêmicos25 seja extremamente incomum, foram relatadas ocorrências de hipercorticoidismo sistêmico26 após o uso tópico20 de esteróides. Preparações contendo corticosteróides têm sido relatadas como causadoras de uveíte27 anterior aguda e perfuração do globo. Ceratite, conjuntivite28, úlcera29 corneana, midríase30, hiperemia31 conjuntival, perda da acomodação e ptose32 foram relatadas ocasionalmente após o uso local de corticosteróides.
Existem ocorrências de desenvolvimento de infecção19 ocular secundária (bacteriana, fúngica33 e viral). O uso de esteróides a longo prazo predispõe ao aparecimento de infecções13 fúngicas17 e virais da córnea12. A possibilidade de invasão fúngica33 deve ser considerada em qualquer ulceração21 corneana persistente onde tenham sido usados esteróides.
Foram relatados queimação e ardência temporárias e outros sintomas34 leves de irritação ocular com o uso de suspensão de acetato de prednisolona 1%. Outras reações adversas incluem: distúrbios visuais (visão35 borrada) e reações alérgicas.

Posologia do Acetato de Prednisolona

AGITE BEM ANTES DE USAR.
Instilar 1 a 2 gotas no saco conjuntival, 2 a 4 vezes por dia.
Durante as 24 a 48 horas iniciais, a dosagem pode ser aumentada em 2 gotas a cada hora. Deve ser tomado cuidado a fim de não descontinuar prematuramente o tratamento.

Superdosagem do Acetato de Prednisolona

A superdosagem normalmente não causa problemas agudos. Se for ingerido acidentalmente, beber bastante líquido para diluir.

Pacientes Idosos do Acetato de Prednisolona

Não existem estudos específicos em pacientes idosos.
NÃO USE REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE5.

Ver informações do laboratório

Acetato de Prednisolona 1% - Laboratório

ALCON
AV. N. SRA. DA ASSUNCAO, 736
SAO PAULO/SP - CEP: 05359001
Tel: (011 )268-7433
Fax: (011 )819-2171

Ver outros medicamentos do laboratório "ALCON"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
2 Ardor: 1. Calor forte, intenso. 2. Mesmo que ardência. 3. Qualidade daquilo que fulge, que brilha. 4. Amor intenso, desejo concupiscente, paixão.
3 Prurido: 1.    Na dermatologia, o prurido significa uma sensação incômoda na pele ou nas mucosas que leva a coçar, devido à liberação pelo organismo de substâncias químicas, como a histamina, que irritam algum nervo periférico. 2.    Comichão, coceira. 3.    No sentido figurado, prurido é um estado de hesitação ou dor na consciência; escrúpulo, preocupação, pudor. Também pode significar um forte desejo, impaciência, inquietação.
4 Inchaço: Inchação, edema.
5 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
6 Edema: 1. Inchaço causado pelo excesso de fluidos no organismo. 2. Acúmulo anormal de líquido nos tecidos do organismo, especialmente no tecido conjuntivo.
7 Fibrina: Proteína formada no plasma a partir da ação da trombina sobre o fibrinogênio. Ela é o principal componente dos coágulos sanguíneos.
8 Capilar: 1. Na medicina, diz-se de ou tubo endotelial muito fino que liga a circulação arterial à venosa. Qualquer vaso. 2. Na física, diz-se de ou tubo, em geral de vidro, cujo diâmetro interno é diminuto. 3. Relativo a cabelo, fino como fio de cabelo.
9 Colágeno: Principal proteína fibrilar, de função estrutural, presente no tecido conjuntivo de animais.
10 Inflamações: Conjunto de processos que se desenvolvem em um tecido em resposta a uma agressão externa. Incluem fenômenos vasculares como vasodilatação, edema, desencadeamento da resposta imunológica, ativação do sistema de coagulação, etc. Quando se produz em um tecido superficial (pele, tecido celular subcutâneo) pode apresentar tumefação, aumento da temperatura local, coloração avermelhada e dor (tétrade de Celso, o cientista que primeiro descreveu as características clínicas da inflamação).
11 Conjuntiva: Membrana mucosa que reveste a superfície posterior das pálpebras e a superfície pericorneal anterior do globo ocular.
12 Córnea: Membrana fibrosa e transparente presa à esclera, constituindo a parte anterior do olho.
13 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
14 Purulentas: Em que há pus ou cheio de pus; infeccionadas. Que segrega pus. No sentido figurado, cuja conduta inspira nojo; repugnante, asqueroso, sórdido.
15 Varicela: Doença viral freqüente na infância e caracterizada pela presença de febre e comprometimento do estado geral juntamente com a aparição característica de lesões que têm vários estágios. Primeiro são pequenas manchas avermelhadas, a seguir formam-se pequenas bolhas que finalmente rompem-se deixando uma crosta. É contagiosa, mas normalmente não traz maiores conseqüências à criança. As bolhas e suas crostas, se não sofrerem infecção secundária, não deixam cicatriz.
16 Tuberculose: Doença infecciosa crônica produzida pelo bacilo de Koch (Mycobacterium tuberculosis). Produz doença pulmonar, podendo disseminar-se para qualquer outro órgão. Os sintomas de tuberculose pulmonar consistem em febre, tosse, expectoração, hemoptise, acompanhada de perda de peso e queda do estado geral. Em países em desenvolvimento (como o Brasil) aconselha-se a vacinação com uma cepa atenuada desta bactéria (vacina BCG).
17 Fúngicas: Relativas à ou produzidas por fungo.
18 Olho: s. m. (fr. oeil; ing. eye). Órgão da visão, constituído pelo globo ocular (V. este termo) e pelos diversos meios que este encerra. Está situado na órbita e ligado ao cérebro pelo nervo óptico. V. ocular, oftalm-. Sinônimos: Olhos
19 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
20 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
21 Ulceração: 1. Processo patológico de formação de uma úlcera. 2. A úlcera ou um grupo de úlceras.
22 Campo visual: É toda a área que é visível com os olhos fixados em determinado ponto.
23 Catarata: Opacificação das lentes dos olhos (opacificação do cristalino).
24 Glaucoma: É quando há aumento da pressão intra-ocular e danos ao nervo óptico decorrentes desse aumento de pressão. Esses danos se expressam no exame de fundo de olho e por alterações no campo de visão.
25 Sistêmicos: 1. Relativo a sistema ou a sistemática. 2. Relativo à visão conspectiva, estrutural de um sistema; que se refere ou segue um sistema em seu conjunto. 3. Disposto de modo ordenado, metódico, coerente. 4. Em medicina, é o que envolve o organismo como um todo ou em grande parte.
26 Sistêmico: 1. Relativo a sistema ou a sistemática. 2. Relativo à visão conspectiva, estrutural de um sistema; que se refere ou segue um sistema em seu conjunto. 3. Disposto de modo ordenado, metódico, coerente. 4. Em medicina, é o que envolve o organismo como um todo ou em grande parte.
27 Uveíte: Uveíte é uma inflamação intraocular que compromete total ou parcialmente a íris, o corpo ciliar e a coroide (o conjunto dos três forma a úvea), com envolvimento frequente do vítreo, retina e vasos sanguíneos.
28 Conjuntivite: Inflamação da conjuntiva ocular. Pode ser produzida por alergias, infecções virais, bacterianas, etc. Produz vermelhidão ocular, aumento da secreção e ardor.
29 Úlcera: Ferida superficial em tecido cutâneo ou mucoso que pode ocorrer em diversas partes do organismo. Uma afta é, por exemplo, uma úlcera na boca. A úlcera péptica ocorre no estômago ou no duodeno (mais freqüente). Pessoas que sofrem de estresse são mais susceptíveis a úlcera.
30 Midríase: Dilatação da pupila. Ela pode ser fisiológica, patológica ou terapêutica.
31 Hiperemia: Congestão sanguínea em qualquer órgão ou parte do corpo.
32 Ptose: Literalmente significa “queda” e aplica-se em distintas situações para significar uma localização inferior de um órgão ou parte dele (ptose renal, ptose palpebral, etc.).
33 Fúngica: Relativa à ou produzida por fungo.
34 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
35 Visão: 1. Ato ou efeito de ver. 2. Percepção do mundo exterior pelos órgãos da vista; sentido da vista. 3. Algo visto, percebido. 4. Imagem ou representação que aparece aos olhos ou ao espírito, causada por delírio, ilusão, sonho; fantasma, visagem. 5. No sentido figurado, concepção ou representação, em espírito, de situações, questões etc.; interpretação, ponto de vista. 6. Percepção de fatos futuros ou distantes, como profecia ou advertência divina.

Tem alguma dúvida sobre Acetato de Prednisolona 1%?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.