Ofloxacino 0,3%

ALCON

Atualizado em 09/12/2014

Ofloxacino 0,3%

Solução Oftálmica Estéril

USO ADULTO

Forma Farmacêutica e Apresentação do Ofloxacino

Solução oftálmica estéril apresentada em frasco plástico conta-gotas contendo 5 ml.

Composição do Ofloxacino

Cada ml contém:

Ofloxacino...................3,0 mg

Veículo constituído de cloreto de sódio, ácido clorídrico1 e/ou hidróxido de sódio, cloreto de benzalcônio como conservante e água purificada q.s.p. 1,0 ml.

Informações ao Paciente do Ofloxacino

O ofloxacino combate as infecções2 causadas por microrganismos sensíveis.O produto deve ser protegido da luz e do calor.
Prazo de validade: 24 meses. Não utilize medicamento com prazo de validade vencido.
Informe seu médico a ocorrência de gravidez3 na vigência do tratamento ou após o seu término. Informe o médico se está amamentando.
Para evitar a contaminação do produto não toque o conta-gotas do frasco em qualquer superfície.
Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
Informe o médico se ocorrerem reações desagradáveis.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento.

NÃO USE REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE4.

Informações Técnicas do Ofloxacino

O ofloxacino, potente fluoroquinolona de terceira geração, é um agente bactericida cujo mecanismo de ação pode ser explicado pela inibição das enzimas sintetizadoras de DNA, observando-se lise5 bacteriana quando se usam as concentrações inibitórias mínimas (CIM). Os estudos disponíveis demonstram que o ofloxacino tem amplo espectro de ação contra a maioria dos microorganismos Gram-positivos e Gram-negativos mais comuns: Staphylococcus sp., Streptococcus sp., S. pneumoniae, pneumococos, Micrococcus sp., Corynebacterium sp., Branhamella catarralis, Pseudomonas sp., P. aeruginosa, Haemophilus influenzae, Moraxella sp., Serratia sp., Proteus sp., Klebsiella sp. e Chlamydia trachomatis. Em coelhos com úlcera6 da córnea7 infectada por Pseudomonas aeruginosa o ofloxacino exerce ação preventiva e terapêutica8. Os estudos em animais demonstraram que a aplicação de aproximadamente 40 ng de solução oftálmica de ofloxacino 0,3% em olho9 normal de coelho era seguida de absorção com níveis máximos de 9,27 mg/g na conjuntiva10 bulbar e 1,61 mg/g na esclerótica11 após 5 minutos, caindo depois gradativamente. Os níveis máximos no humor aquoso12 e na córnea7 foram de 0,69 mg/ml e 4,87 mg/g, respectivamente, detectados após 1 hora, diminuindo rapidamente. Também nos estudos em animais, não se observaram sinais13 de irritação ocular ou lesão14 após aplicação tópica de solução oftálmica de ofloxacino 0,3%.

Indicações do Ofloxacino

Ofloxacino 0,3% solução oftálmica estéril é indicado nos processos de blefarite15, dacriocistite16, conjuntivite17, meibomite, ceratite, úlcera6 da córnea7, infecção18 pós-operatória e profilaxia de infecção18 no pós-operatório, cujo agente etiológico19 seja um microrganismo sensível ao ofloxacino.

Contra-Indicações do Ofloxacino

Ofloxacino 0,3% solução oftálmica estéril é contra-indicado em pacientes com antecedentes de hipersensibilidade ao ofloxacino.

Precauções do Ofloxacino

Ofloxacino 0,3% solução oftálmica estéril não deve ser usado por período prolongado. Seu uso é exclusivamente tópico20.

Gravidez3 e lactação21: Não existe estudo nesse período e, por essa razão o produto deve ser utilizado durante a gravidez3 ou lactação21 somente quando os benefícios justificarem os riscos potenciais.

Interações Medicamentosas do Ofloxacino

Não são conhecidas interações com outros medicamentos.

Reações Adversas do Ofloxacino

Raramente foram relatadas reações adversas com o uso de ofloxacino 0,3% solução oftálmica estéril. Em menos de 1% dos casos foi relatado o aparecimento de alteração na pele22 do tipo eczema23 de intensidade leve, na face24.

Posologia do Ofloxacino

Dose Usual: 1 a 2 gotas, no(s) olho9(s) afetado(s), a cada 2 a 4 horas, nos primeiros dois dias de tratamento.
A seguir: 1 a 2 gotas, quatro vezes por dia, pelo período de até dez dias. A dose pode ser aumentada ou diminuída, de acordo com a intensidade do caso e a critério médico.

Superdosagem do Ofloxacino

Em geral, superdosagens não provocam problemas agudos. Se acidentalmente for ingerido, beba bastante líquido para diluir e procure orientação médica.

Pacientes Idosos do Ofloxacino

Não existem restrições de uso em pacientes idosos. A posologia é a mesma que a recomendada para as outras faixas etárias.


NÃO USE REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE4.

Ofloxacino 0,3% - Laboratório

ALCON
AV. N. SRA. DA ASSUNCAO, 736
SAO PAULO/SP - CEP: 05359001
Tel: (011 )268-7433
Fax: (011 )819-2171

Ver outros medicamentos do laboratório "ALCON"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Ácido clorídrico: Ácido clorídrico ou ácido muriático é uma solução aquosa, ácida e queimativa, normalmente utilizado como reagente químico. É um dos ácidos que se ioniza completamente em solução aquosa.
2 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
3 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
4 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
5 Lise: 1. Em medicina, é o declínio gradual dos sintomas de uma moléstia, especialmente de doenças agudas. Por exemplo, queda gradual de febre. 2. Afrouxamento, deslocamento, destruição de aderências de um órgão. 3. Em biologia, desintegração ou dissolução de elementos orgânicos (tecidos, células, bactérias, microrganismos) por agentes físicos, químicos ou enzimáticos.
6 Úlcera: Ferida superficial em tecido cutâneo ou mucoso que pode ocorrer em diversas partes do organismo. Uma afta é, por exemplo, uma úlcera na boca. A úlcera péptica ocorre no estômago ou no duodeno (mais freqüente). Pessoas que sofrem de estresse são mais susceptíveis a úlcera.
7 Córnea: Membrana fibrosa e transparente presa à esclera, constituindo a parte anterior do olho.
8 Terapêutica: Terapia, tratamento de doentes.
9 Olho: s. m. (fr. oeil; ing. eye). Órgão da visão, constituído pelo globo ocular (V. este termo) e pelos diversos meios que este encerra. Está situado na órbita e ligado ao cérebro pelo nervo óptico. V. ocular, oftalm-. Sinônimos: Olhos
10 Conjuntiva: Membrana mucosa que reveste a superfície posterior das pálpebras e a superfície pericorneal anterior do globo ocular.
11 Esclerótica: A túnica fibrosa, branca e opaca, mais externa do globo ocular, revestindo-o inteiramente com exceção do segmento revestido anteriormente pela córnea. É essencialmente avascular, porém contém aberturas para a passagem de vasos sanguíneos, linfáticos e nervos. Recebe os tendões de inserção dos músculos extraoculares e no nível da junção esclerocorneal contém o seio venoso da esclera.
12 Humor aquoso: Fluido aquosa e claro que preenche as câmaras anterior e posterior do olho. Apresenta um índice de refração menor que o cristalino, o qual está envolvido pelo humor aquoso, e está relacionado com o metabolismo da córnea e do cristalino.
13 Sinais: São alterações percebidas ou medidas por outra pessoa, geralmente um profissional de saúde, sem o relato ou comunicação do paciente. Por exemplo, uma ferida.
14 Lesão: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
15 Blefarite: Inflamação do bordo externo das pálpebras ou pestanas. Também conhecida como palpebrite, sapiranga, sapiroca ou tarsite.
16 Dacriocistite: Inflamação do saco lacrimal.
17 Conjuntivite: Inflamação da conjuntiva ocular. Pode ser produzida por alergias, infecções virais, bacterianas, etc. Produz vermelhidão ocular, aumento da secreção e ardor.
18 Infecção: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
19 Etiológico: Relativo à etiologia; que investiga a causa e origem de algo.
20 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
21 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
22 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
23 Eczema: Afecção alérgica da pele, ela pode ser aguda ou crônica, caracterizada por uma reação inflamatória com formação de vesículas, desenvolvimento de escamas e prurido.
24 Face: Parte anterior da cabeça que inclui a pele, os músculos e as estruturas da fronte, olhos, nariz, boca, bochechas e mandíbula.

Tem alguma dúvida sobre Ofloxacino 0,3%?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.