AMOXICILINA

DUCTO

Atualizado em 03/06/2015

Composição da Amoxicilina

cada cápsula contém: amoxicilina 500 mg;excipiente q.s.p. 1 cápsula; excipiente: aerosil. Suspensão (preparação extemporânea): cada 5 ml (colher das de chá) contém: amoxicilina 250 mg; excipiente q.s.p. 5 ml; excipientes: sacarose, amido, ciclamato de sódio, carboximetil celulose, essência, corante.

Posologia e Administração da Amoxicilina

cápsulas: adultos: 1 cápsula de Amoxicilina 500 mg de 8 em 8 horas. Suspensão: crianças de 3 a 12 anos: 1 colher das de chá (5 ml) de Amoxicilina 250 mg/5 ml, de 8 em 8 horas. Superdosagem: problemas cutâneos, como urticária1 podem ser manifestações da superdosagem. Contudo, desaparecem espontaneamente quando o tratamento é interrompido. Amoxicilina pode ser removida por hemodiálise2.

Precauções da Amoxicilina

podem ser verificadas superinfecções3 por germes resistentes ao antibiótico quando o produto for usado por longo tempo. Gravidez4 e lactação5: não deve ser administrado em gestantes no primeiro trimestre de gravidez4. O uso em pacientes idosos (acima de 65 anos) requer um rigoroso controle médico com ajuste de posologia. - Interações medicamentosas: o espectro de ativação da Amoxicilina deve ser aumentado com o uso concomitante de inibidor betalactose. Amoxicilina é resistente à secreção ácida gástrica.

Reações Adversas da Amoxicilina

podem ocorrer reações alérgicas, especialmente em pessoas que tiverem antecedentes de asma6, urticária1 e febre7 de feno e em tais casos, a medicação deverá ser interrompida.

Contra-Indicações da Amoxicilina

hipersensibilidade às penicilinas. Infecções8 por estafilococos penicilinorresistentes e nas produzidas por bacilo9 piociânico, rickéttsias e vírus10.

Indicações da Amoxicilina

infecções8 causadas por actinomicetos, infecções8 do trato biliar11, infecções8 no osso e articulações12, bronquites, endocardites, gastrenterites (incluindo infecções8 de Escherichia coli e Salmonella, mas não de Shigelloses), gonorréia13, infecções8 bucais, otite14, pneumonia15, febre tifóide16 e paratifóide e infecções8 do trato urinário17.

Apresentação da Amoxicilina

Amoxicilina 250 mg/5 ml suspensão: pó para preparo 80 ml (16 doses). Amoxicilina 500 mg: embalagem com 6 cápsulas.


AMOXICILINA - Laboratório

DUCTO
Rua VPR 3, Quadra 2-A, Mód. 20/21
Anápolis/GO - CEP: 75133-600
Tel: (62 )310-2500
Fax: (62 )800-2122

Ver outros medicamentos do laboratório "DUCTO"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.
2 Hemodiálise: Tipo de diálise que vai promover a retirada das substâncias tóxicas, água e sais minerais do organismo através da passagem do sangue por um filtro. A hemodiálise, em geral, é realizada 3 vezes por semana, em sessões com duração média de 3 a 4 horas, com o auxílio de uma máquina, dentro de clínicas especializadas neste tratamento. Para que o sangue passe pela máquina, é necessária a colocação de um catéter ou a confecção de uma fístula, que é um procedimento realizado mais comumente nas veias do braço, para permitir que estas fiquem mais calibrosas e, desta forma, forneçam o fluxo de sangue adequado para ser filtrado.
3 Superinfecções: Geralmente ocorrem quando os antibióticos alteram o equilíbrio do organismo, permitindo o crescimento de agentes oportunistas, como os enterococos. As superinfecções podem ser muito difícil de tratar, porque é necessário optar por antibióticos eficazes contra todos os agentes que podem causá-las.
4 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
5 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
6 Asma: Doença das vias aéreas inferiores (brônquios), caracterizada por uma diminuição aguda do calibre bronquial em resposta a um estímulo ambiental. Isto produz obstrução e dificuldade respiratória que pode ser revertida de forma espontânea ou com tratamento médico.
7 Febre: É a elevação da temperatura do corpo acima dos valores normais para o indivíduo. São aceitos como valores de referência indicativos de febre: temperatura axilar ou oral acima de 37,5°C e temperatura retal acima de 38°C. A febre é uma reação do corpo contra patógenos.
8 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
9 Bacilo: 1. Bactéria em forma de bastonete. 2. Designação comum às bactérias do gênero Bacillus, cujas espécies são saprófitas ou patogênicas para os seres humanos e para os mamíferos.
10 Vírus: Pequeno microorganismo capaz de infectar uma célula de um organismo superior e replicar-se utilizando os elementos celulares do hospedeiro. São capazes de causar múltiplas doenças, desde um resfriado comum até a AIDS.
11 Trato Biliar: Os DUCTOS BILIARES e a VESÍCULA BILIAR.
12 Articulações:
13 Gonorreia: Infecção bacteriana que compromete o trato genital, produzida por uma bactéria chamada Neisseria gonorrhoeae. Produz uma secreção branca amarelada que sai pela uretra juntamente com ardor ao urinar. É uma causa de infertilidade masculina.Em mulheres, a infecção pode não ser aparente. Se passar despercebida, pode se tornar crônica e ascender, atingindo os anexos uterinos (trompas, útero, ovários) e causar Doença Inflamatória Pélvica e mesmo infertilidade feminina.
14 Otite: Toda infecção do ouvido é chamada de otite.
15 Pneumonia: Inflamação do parênquima pulmonar. Sua causa mais freqüente é a infecção bacteriana, apesar de que pode ser produzida por outros microorganismos. Manifesta-se por febre, tosse, expectoração e dor torácica. Em pacientes idosos ou imunodeprimidos pode ser uma doença fatal.
16 Febre tifóide: Infecção produzida por uma bactéria chamada Salmonella tiphy, adquirida através de alimentos contaminados e caracterizada por febre persistente, aumento do tamanho dos tecidos linfáticos (baço, gânglios linfáticos, etc.) e erupções cutâneas. Sem tratamento adequado pode ser muito grave.
17 Trato Urinário:
Artigos relacionados

Tem alguma dúvida sobre AMOXICILINA?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.