Preço de SALDER S em Fairfield/SP: R$ 20,68

SALDER S

MEDLEY

Atualizado em 09/12/2014

Salderâ S
Ácido salicílico
Enxofre

- FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO:
Sabonete medicinal - cartucho contendo uma unidade de 80 g.

USO PEDIÁTRICO OU ADULTO

Composição de Salder S

Cada 100 g contém: Ácido salicílico....................3 g
Enxofre precipitado....................10 g
Excipientes q.s.p.    ....................100 g
( povidona k-30, essência, trietanolamina, edetato tetrassódico e massa base)

Informações ao Paciente de Salder S

 ·    Ação esperada do medicamento: SALDER S  está indicado no tratamento da pitiríase versicolor, micoses superficiais da pele1 e seborréia2, sendo ainda auxiliar no tratamento da  acne3.
·    Cuidados de armazenamento: O produto deve ser conservado em temperatura ambiente e ao abrigo da luz.
·    Prazo de validade: Não use o medicamento se o seu prazo de validade estiver vencido, o que pode ser verificado na embalagem externa do produto.
·    Reações adversas: Embora em concentração adequada, o ácido salicílico, componente da fórmula de SALDER S, pode causar em pessoas sensíveis por uso prolongado, erupção4 cutânea5, dermatite6 ou prurido7. Esses inconvenientes, se ocorrerem, desaparecerão com a suspensão do tratamento.

"TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS."

"NÃO USE REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE8."

Informações Técnicas de Salder S

A epiderme9 consiste de camada de epitélio10 pavimentoso estratificado, ligadas entre si mediante desmossomas e tonofibrilas, compostas em grande parte de queratina.A camada superficial, o epitélio10 cornificado, compõe-se de células11 pavimentosas colabadas, constituindo uma densa rede feita de queratina e lipoproteínas.
Certos fungos, particularmente dermatófitos12 necessitam da queratina para seu desenvolvimento, residindo por isso, no estrato córneo em tais lugares que oferecem alto grau de hidratação e alto pH.
Um método eficiente para suprimir as micoses é a remoção do estrato córneo, processo denominado "descamação13", obtido através de dissolução da queratina pelas assim chamadas substâncias "queratolíticas". Tanto o ácido salicílico quanto o enxofre são substâncias de reconhecida capacidade queratolítica. Além disso, ambas as substâncias exercem função antimicótica e bacteriostática, razão pela qual são amplamente usadas no tratamento tópico14 de várias afecções15 cutâneas16, particularmente de pitiríase versicolor, acne3, seborréia2 e dermatite6 seborréica, sendo nestas duas últimas de alta importância a sua ação removedora de acúmulo de lípides na superfície cutânea5.
Assim sendo, recomenda-se no combate de afecções15 mencionadas, o uso do ácido salicílico e do enxofre elementar (precipitado ou sublimado) e, particularmente de combinação destas duas substâncias. O ácido salicílico provoca descamação13 através da solubilização do cemento17 intercelular que liga as escamas à camada córnea18, tendo função ceratolítica em várias doenças cutâneas16 associadas com hiperceratose (por exemplo: ictiose, dermatite6 seborréica, psoríase19, dermatite6 eczematosa crônica, hiperceratose das palmas e solas, ceratose pilaris, verrugas, ceratose actínica20, etc.).
A dermatite6 seborréica é uma erupção4 inflamatória, eritematosa21 e descamativa que ocorre basicamente nas áreas que tem um grande número e alta atividade de glândulas sebáceas22, como o couro cabeludo, face23 e  tronco, o enxofre deve ser convertido a ácido pentatiônico (H2S2O6) para exercer ação germicida. Supõe-se que certos microorganismos ou as células11 epidérmicas efetuem a oxidação do enxofre a ácido pentatiônico quando o elemento é aplicado sobre a pele1. Tem ação queratolítica sobre doenças cutâneas16, não associadas à infecções24.

- INDICAÇÕES:

SALDER S -  Sabonete Medicinal é indicado para o tratamento da pitiríase versicolor, causada pela Malassezia furfur.
Por sua atividade fungicida, anti-seborréica e queratolítica, constitui terapia adjuvante e eficaz no tratamento da acne3 vulgaris e seborréia2.

Contra-Indicação de Salder S

Hipersensibilidade a qualquer um dos seus componentes.

Precauções de Salder S

Evite contato com os olhos25 e mucosas26. Enxagüe com bastante água.

Reações Adversas de Salder S

Devido ao ácido salicílico, podem ocorrer dermatite6, prurido7 e erupções cutâneas16, em pessoas sensíveis e por uso prolongado. Esses sintomas27 desaparecerão com a suspensão do tratamento.

Modo de Usar de Salder S

Aplicar em substituição ao sabonete comum, na face23, couro cabeludo ou áreas afetadas usando água tépida e massageando sua espuma com a ponta dos dedos por alguns minutos. Enxaguar bem. Repetir a aplicação 2 a 3 vezes ao dia, ou de acordo com a orientação médica.

"SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR. NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS27, PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA."

SALDER S - Laboratório

MEDLEY
Rua Macedo Costa, 55
Campinas/SP - CEP: 13080-180
Tel: (19 )744-8324
Fax: (019) 744-8227
Site: http://www.medley.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "MEDLEY"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
2 Seborréia: Também conhecida como dermatite seborreica, caspa ou eczema, é uma afecção crônica que se manifesta em partes do corpo onde existe maior produção de óleo pelas glândulas sebáceas ou a presença de um fungo, o Pityrosporum ovale. Manifesta-se sob a forma de lesões avermelhadas que descamam e coçam principalmente no couro cabeludo, sobrancelhas, barba, perto do nariz, atrás e dentro das orelhas, no peito, nas costas e nas dobras de pele (axilas, virilhas e debaixo dos seios). Nos bebês, é conhecida como crosta láctea, uma placa gordurosa que adere ao couro cabeludo, mas que pode também aparecer na região das fraldas. Não é contagiosa.
3 Acne: Doença de predisposição genética cujas manifestações dependem da presença dos hormônios sexuais. As lesões começam a surgir na puberdade, atingindo a maioria dos jovens de ambos os sexos. Os cravos e espinhas ocorrem devido ao aumento da secreção sebácea associada ao estreitamento e obstrução da abertura do folículo pilosebáceo, dando origem aos comedões abertos (cravos pretos) e fechados (cravos brancos). Estas condições favorecem a proliferação de microorganismos que provocam a inflamação característica das espinhas, sendo o Propionibacterium acnes o agente infeccioso mais comumente envolvido.
4 Erupção: 1. Ato, processo ou efeito de irromper. 2. Aumento rápido do brilho de uma estrela ou de pequena região da atmosfera solar. 3. Aparecimento de lesões de natureza inflamatória ou infecciosa, geralmente múltiplas, na pele e mucosas, provocadas por vírus, bactérias, intoxicações, etc. 4. Emissão de materiais magmáticos por um vulcão (lava, cinzas etc.).
5 Cutânea: Que diz respeito à pele, à cútis.
6 Dermatite: Inflamação das camadas superficiais da pele, que pode apresentar-se de formas variadas (dermatite seborreica, dermatite de contato...) e é produzida pela agressão direta de microorganismos, substância tóxica ou por uma resposta imunológica inadequada (alergias, doenças auto-imunes).
7 Prurido: 1.    Na dermatologia, o prurido significa uma sensação incômoda na pele ou nas mucosas que leva a coçar, devido à liberação pelo organismo de substâncias químicas, como a histamina, que irritam algum nervo periférico. 2.    Comichão, coceira. 3.    No sentido figurado, prurido é um estado de hesitação ou dor na consciência; escrúpulo, preocupação, pudor. Também pode significar um forte desejo, impaciência, inquietação.
8 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
9 Epiderme: Camada superior ou externa das duas camadas principais da pele.
10 Epitélio: Epitélio ou tecido epitelial é um tecido constituído por células justapostas, ou seja, intimamente unidas entre si. Sua principal função é revestir a superfície externa do corpo, os órgãos e as cavidades corporais internas. Os epitélios são eficientes barreiras contra a entrada de agentes invasores e a perda de líquidos corporais. Eles têm também funções secretoras, sensoriais e de absorção. O tecido epitelial é um dos quatro tipos de tecidos básicos do nosso organismo, juntamente com os tecidos conjuntivo, muscular e nervoso.
11 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
12 Dermatófitos: Qualquer fungo microscópico que parasita a pele, as unhas ou os pelos.
13 Descamação: 1. Ato ou efeito de descamar(-se); escamação. 2. Na dermatologia, fala-se da eliminação normal ou patológica da camada córnea da pele ou das mucosas. 3. Formação de cascas ou escamas, devido ao intemperismo, sobre uma rocha; esfoliação térmica.
14 Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
15 Afecções: Quaisquer alterações patológicas do corpo. Em psicologia, estado de morbidez, de anormalidade psíquica.
16 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
17 Cemento: Tecido conjuntivo rígido, semelhante à osso, revestindo a raiz de um dente desde a junção cemento-esmalte até o ápice, e que reveste o ápice do canal radicular, também auxiliando na sustentação do dente por funcionar como estrutura de fixação para o ligamento periodontal. (Tradução livre do original
18 Camada córnea: A camada córnea é uma das cinco camadas que compõem a epiderme. Ela é constituída por células mortas, sem núcleo, achatadas e em forma de lâminas. Estas lâminas se sobrepõem formando uma estrutura rígida e hidrófila, com função de proteção contra agentes físicos, químicos e biológicos, além de impedir a evaporação de água. Nesta camada, ocorre o desprendimento constante dos queratinócitos e com renovação constante da epiderme.
19 Psoríase: Doença imunológica caracterizada por lesões avermelhadas com descamação aumentada da pele dos cotovelos, joelhos, couro cabeludo e costas juntamente com alterações das unhas (unhas em dedal). Evolui através do tempo com melhoras e pioras, podendo afetar também diferentes articulações.
20 Actínica: Referente às radiações capazes de ativar transformações químicas em certas substâncias (por exemplo, a luz do sol ao incidir sobre o tecido humano ou vegetal).
21 Eritematosa: Relativo a ou próprio de eritema. Que apresenta eritema. Eritema é uma vermelhidão da pele, devido à vasodilatação dos capilares cutâneos.
22 Glândulas Sebáceas: Órgãos formados por pequenas bolsas, localizados na DERME. Cada glândula apresenta um único ducto que emerge de um grupo de alvéolos ovais. Cada alvéolo é constituído por uma membrana basal transparente, encerrando células epiteliais. Os ductos da maior parte das glândulas sebáceas se abrem nos folículos pilosos, porém alguns se abrem na superfície da PELE. Glândulas sebáceas secretam SEBO.
23 Face: Parte anterior da cabeça que inclui a pele, os músculos e as estruturas da fronte, olhos, nariz, boca, bochechas e mandíbula.
24 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
25 Olhos:
26 Mucosas: Tipo de membranas, umidificadas por secreções glandulares, que recobrem cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
27 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.

Tem alguma dúvida sobre SALDER S?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.