VITAMINA C

GEYER

Atualizado em 09/12/2014

Composição da Vitamina1 C

ácido ascórbico 500 mg, veículo q.s.p. 1 ampolade 5 ml. Ácido ascórbico 1 g, veículo q.s.p. 1 ampola de 5 ml. Ácido ascórbico 500 mg, excipiente q.s.p. 1 comprimido.

Posologia e Administração da Vitamina1 C

injetável: adulto: suplemento nutricional: 70 a 150 mg ao dia. Diálise2 crônica: 100 a 200 mg ao dia. Tratamento de deficiência: 300 mg a 1 g ao dia. Acidificante urinário: 4 a 12 g ao dia em doses fracionadas a cada 4 horas. Coadjuvante3 no tratamento da metemoglobinemia: 300 a 600 mg ao dia, em doses fracionadas. Criança: suplemento nutricional: 20 a 50 mg ao dia. Tratamento da deficiência: 100 a 300 mg ao dia, em doses fracionadas.

Precauções da Vitamina1 C

barbitúricos, primidona e salicilatos, em uso simultâneo com o ácido ascórbico, aumentam a excreção deste pela urina4, sendo necessário aumento da dose diária. Fosfato de celulose e sódio, em uso simultâneo com o ácido ascórbico faz com que este metabolize a oxalato. Benzilpenicilina potássica injetável é fisicamente incompatível com o injetável. Com deferoxamina pode potencializar os efeitos tóxicos pelo ferro nos tecidos.

Reações Adversas da Vitamina1 C

pode produzir, em alguns casos, queixas de perturbações digestivas, principalmente diarréia5, pirose6, aumento de diurese7, náuseas8 e vômitos9 quando ingerido por via oral. Em tratamentos prolongados com 2 a 3 g ao dia, pode produzir escorbuto10 pela suspensão do tratamento. O uso prolongado de ácido ascórbico pode produzir precipitação de cálculos de oxalato no trato urinário11 em pacientes com insuficiência renal12, com sintomatologia característica de litíase13 renal14. Em administração intravenosa rápida, pode provocar tontura15 ou desmaio.

Contra-Indicações da Vitamina1 C

a relação risco-benefício deve ser avaliada nas seguintes situações clínicas: litíase13 urinária e úrica, insuficiência renal12, hiperoxalúria ou oxalose, história de cálculos renais, deficiência de glicose16 6-fosfato desidrogenase (doses elevadas podem produzir anemia hemolítica17), talassemia18 (doses elevadas aumentam a absorção de ferro), anemia19 drepanocítica (doses elevadas podem provocar crises).

Indicações da Vitamina1 C

na deficiência de vitamina1 C, no tratamento do escorbuto10, como acidificante da urina4 (potencializa a ação da metenamina), também, como coadjuvante3 no tratamento da metemoglobinemia.

Apresentação da Vitamina1 C

solução injetável, caixa com 100 ampolas de 5 ml. Comprimido 500 mg, frasco com 100 comprimidos.


VITAMINA C - Laboratório

GEYER
Rua Pelotas, 280
Porto Alegre/RS - CEP: 90220-110
Tel: (051) 228.2111
Fax: (051) 228.2356

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Vitamina: Compostos presentes em pequenas quantidades nos diversos alimentos e nutrientes e que são indispensáveis para o desenvolvimento dos processos biológicos normais.
2 Diálise: Quando os rins estão muito doentes, eles deixam de realizar suas funções, o que pode levar a risco de vida. Nesta situação, é preciso substituir as funções dos rins de alguma maneira, o que pode ser feito realizando-se um transplante renal, ou através da diálise. A diálise é um tipo de tratamento que visa repor as funções dos rins, retirando as substâncias tóxicas e o excesso de água e sais minerais do organismo, estabelecendo assim uma nova situação de equilíbrio. Existem dois tipos de diálise: a hemodiálise e a diálise peritoneal.
3 Coadjuvante: Que ou o que coadjuva, auxilia ou concorre para um objetivo comum.
4 Urina: Resíduo líquido produzido pela filtração renal no organismo, estocado na bexiga e expelido pelo ato de urinar.
5 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
6 Pirose: Sensação de dor epigástrica semelhante a uma queimadura, ela pode ser acompanhada de regurgitação de suco gástrico para dentro do esôfago; azia.
7 Diurese: Diurese é excreção de urina, fenômeno que se dá nos rins. É impróprio usar esse termo na acepção de urina, micção, freqüência miccional ou volume urinário. Um paciente com retenção urinária aguda pode, inicialmente, ter diurese normal.
8 Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc .
9 Vômitos: São a expulsão ativa do conteúdo gástrico pela boca. Podem ser classificados em: alimentar, fecalóide, biliar, em jato, pós-prandial. Sinônimo de êmese. Os medicamentos que agem neste sintoma são chamados de antieméticos.
10 Escorbuto: Doença aguda ou crônica causada pela carência de vitamina C, caracterizada por hemorragias, alteração das gengivas e queda da resistência às infecções.
11 Trato Urinário:
12 Insuficiência renal: Condição crônica na qual o corpo retém líquido e excretas pois os rins não são mais capazes de trabalhar apropriadamente. Uma pessoa com insuficiência renal necessita de diálise ou transplante renal.
13 Litíase: Estado caracterizado pela formação de cálculos em diferentes regiões do organismo. A composição destes cálculos e os sintomas que provocam variam de acordo com sua localização no organismo (vesícula biliar, ureter, etc.).
14 Renal: Relacionado aos rins. Uma doença renal é uma doença dos rins. Insuficiência renal significa que os rins pararam de funcionar.
15 Tontura: O indivíduo tem a sensação de desequilíbrio, de instabilidade, de pisar no vazio, de que vai cair.
16 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
17 Anemia hemolítica: Doença hereditária que faz com que os glóbulos vermelhos do sangue se desintegrem no interior dos veios sangüíneos (hemólise intravascular) ou em outro lugar do organismo (hemólise extravascular). Pode ter várias causas e ser congênita ou adquirida. O tratamento depende da causa.
18 Talassemia: Anemia mediterrânea ou talassemia. Tipo de anemia hereditária, de transmissão recessiva, causada pela redução ou ausência da síntese da cadeia de hemoglobina, uma proteína situada no interior do glóbulos vermelhos e que tem a função de transportar o oxigênio. É classificada dentro das hemoglobinopatias. Afeta principalmente populações da Itália e da Grécia (e seus descendentes), banhadas pelo Mar Mediterrâneo.
19 Anemia: Condição na qual o número de células vermelhas do sangue está abaixo do considerado normal para a idade, resultando em menor oxigenação para as células do organismo.

Tem alguma dúvida sobre VITAMINA C?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.