VALERIANE

NIKKHO

Atualizado em 09/12/2014

VALERIANE
Valeriana officinalis L.
extrato seco
Medicamento Fitoterápico

Forma Farmacêutica e Apresentação de Valeriane

Drágea1. Embalagem contendo 20 drágeas2.USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Composição de Valeriane

Cada drágea1 contém:
extrato seco de Valeriana officinalis L. 50 mg (*), excipiente q.s.p.    1 drágea1
(*) Padronizado com 0,4 mg (0,8%) de ácidos valerênicos, excipientes: cellactose, aerosil, estearato de magnésio, metilparabeno, goma arábica, goma laca, sacarose, silicato de magnésio hidratado, carbonato de cálcio, óxido de magnésio e corante FD&C Blue nº1.
Nomenclatura Botânica, Família e Parte Utilizada da Planta Valeriana officinalis L., Valerianaceae, raiz.

Informações ao Paciente de Valeriane

VALERIANE® destina-se ao alívio dos estados de tensão, estresse, distúrbios neurovegetativos e do sono. VALERIANE® deve ser guardado na sua embalagem original, ao abrigo do calor excessivo, umidade e luz solar direta. Nestas condições, este medicamento possui prazo de validade a partir da data de fabricação (vide embalagem externa). Este, como qualquer outro produto, não deve ser usado, após vencido o prazo de validade ou caso suas características físicas estejam alteradas. Ao comprar um medicamento, verifique se a embalagem está íntegra. VALERIANE®, assim como qualquer outro medicamento, não deve ser utilizado durante a gravidez3 e amamentação4, a não ser sob estrita orientação médica. Informe ao seu médico a ocorrência de gravidez3 ou se está amamentando na vigência do tratamento ou após o seu término. Para que o tratamento com VALERIANE® forneça os resultados esperados, siga a orientação do seu médico, respeitando sempre o modo de usar, os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento, sem o conhecimento do seu médico. Não desaparecendo os sintomas5, retorne ao seu médico. Informe ao seu médico o aparecimento de reações desagradáveis.TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.
Não há restrições quanto à alimentação. Embora existam relatos de efeitos aditivos com o uso de Valeriana officinalis L. concomitante com depressores do Sistema Nervoso Central6, tais como álcool, benzodiazepínicos, barbitúricos e opiáceos, em animais de laboratório, os mesmos não foram observados em seres humanos, até o momento. Entretanto, mesmo assim, não se recomenda o uso de VALERIANE® com tais substâncias. Informe ao seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento.
NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE7.

Informação Técnica de Valeriane

VALERIANE® é um medicamento fitoterápico, sem efeitos hepatotóxicos ou nefrotóxicos, à base de extrato seco de Valeriana officinalis L., que contém sesquiterpenos (ácido valerênico e seus derivados - valerenal, ácido acetoxivalerênico e ácido hidroxivalerênico) e valepotriatos (diidrovaltrato, valtrato e acevaltrato), estandardizados e estabilizados. Os valepotriatos possuem uma ação a nível do corpo amigdalóide e sobre o hipocampo8, demonstrando uma certa semelhança com os timolépticos e com os benzodiazepínicos. Possuem, ainda, uma ação espasmolítica, provavelmente por influenciarem na entrada de cálcio nas células musculares9. Os sesquiterpenos, cujo principal constituinte é o ácido valerênico - encontrado na Valeriana officinalis L. - , agem, a nível bioquímico, inibindo o sistema enzimático responsável pela degradação do ácido gama-aminobutírico cerebral, resultando numa redução da atividade do Sistema Nervoso Central6 e num efeito estabilizante sobre o Sistema Nervoso Autônomo10, desta forma, restaurando seu equilíbrio. Não potencializa os efeitos depressores do álcool, nem os efeitos dos hipnóticos.

Indicações de Valeriane

VALERIANE® está indicado para o tratamento das alterações provocadas pelo desequilíbrio do Sistema Nervoso Autônomo10, estados de tensão, estresse e nos distúrbios do sono.

Contra-Indicações de Valeriane

VALERIANE® está contra-indicado em pacientes com hipersensibilidade aos componentes da fórmula.

Precauções e Advertências de Valeriane

Durante a gravidez3 e lactação11, o produto deve ser utilizado sob estrita orientação médica. Como qualquer outro medicamento, não se recomenda sua utilização no primeiro trimestre da gravidez3.Atenção: Este medicamento contém Açúcar12, portanto, deve ser usado com cautela em portadores de Diabetes13.
Durante o tratamento, o paciente não deve dirigir veículos ou operar máquinas, pois sua habilidade e atenção podem estar prejudicadas.

Interações Medicamentosas de Valeriane

Embora existam relatos de efeitos aditivos com o uso de Valeriana officinalis L. concomitante com depressores do Sistema Nervoso Central6, tais como álcool, benzodiazepínicos, barbitúricos e opiáceos, em animais de laboratório, os mesmos não foram observados em seres humanos, até o momento. Entretanto, mesmo assim, não se recomenda o uso de VALERIANE® com tais substâncias.

Reações Adversas de Valeriane

Em geral, VALERIANE® é bem tolerado. Entretanto, raramente, podem ocorrer sensações de queimação retroesternal, dispepsia14, diarréia15 ou reações alérgicas cutâneas16. Em indivíduos suscetíveis, raramente podem ocorrer efeitos semelhantes aos da cafeína, como taquicardia17 e insônia. Tais efeitos desaparecem com a interrupção do medicamento.

Posologia e Modo de Usar de Valeriane

Adultos e crianças acima de 12 anos: 1 drágea1, duas vezes ao dia, ou 2 drágeas2, antes de deitar, a critério médico.Crianças abaixo de 12 anos: 1 drágea1 ao dia, sob estrita orientação médica.

Superdosagem de Valeriane

Até o momento, não existem relatos de casos de superdosagem.

Pacientes Idosos de Valeriane

Não há advertências ou recomendações especiais, sobre o uso do produto em pacientes idosos.
Reg. MS nº 1.0014.0070
Farm. Responsável: Dr. José Vicente Corrêa da Silva - CRF/RJ nº 3899
QUÍMICA E FARMACÊUTICA NIKKHO DO BRASIL Ltda.
Rua Jaime Perdigão, 431/445 - Ilha do Governador
Rio de Janeiro - RJ - BRASIL
C.N.P.J. 33.517.558/0001-06
Serviço de Atendimento ao Consumidor: 0800 282 9911 e (9-021-21) 3393-4266
INDÚSTRIA BRASILEIRA
VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA
Número do lote, data de fabricação e prazo de validade: VIDE EMBALAGEM EXTERNA.


VALERIANE - Laboratório

NIKKHO
Rua Jaime Perdigão, 431/445
Ilha do Governador/RJ - CEP: 21920-240
Tel: 0800 282 9911
Fax: (9-021-21) 3393-4266

Ver outros medicamentos do laboratório "NIKKHO"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Drágea: Comprimido ou pílula contendo preparado farmacêutico.
2 Drágeas: Comprimidos ou pílulas contendo preparado farmacêutico.
3 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
4 Amamentação: Ato da nutriz dar o peito e o lactente mamá-lo diretamente. É um fenômeno psico-sócio-cultural. Dar de mamar a; criar ao peito; aleitar; lactar... A amamentação é uma forma de aleitamento, mas há outras formas.
5 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
6 Sistema Nervoso Central: Principais órgãos processadores de informação do sistema nervoso, compreendendo cérebro, medula espinhal e meninges.
7 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
8 Hipocampo: Elevação curva da substância cinzenta, que se estende ao longo de todo o assoalho no corno temporal do ventrículo lateral (Tradução livre de Córtex Entorrinal; Via Perfurante;
9 Células Musculares: Células contráteis maduras, geralmente conhecidas como miócitos, que formam um dos três tipos de músculo. Os três tipos de músculo são esquelético (FIBRAS MUSCULARES), cardíaco (MIÓCITOS CARDÍACOS) e liso (MIÓCITOS DE MÚSCULO LISO). Provêm de células musculares embrionárias (precursoras) denominadas MIOBLASTOS.
10 Sistema nervoso autônomo: Parte do sistema nervoso que controla funções como respiração, circulação do sangue, controle de temperatura e da digestão.
11 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
12 Açúcar: 1. Classe de carboidratos com sabor adocicado, incluindo glicose, frutose e sacarose. 2. Termo usado para se referir à glicemia sangüínea.
13 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
14 Dispepsia: Dor ou mal-estar localizado no abdome superior. O mal-estar pode caracterizar-se por saciedade precoce, sensação de plenitude, distensão ou náuseas. A dispepsia pode ser intermitente ou contínua, podendo estar relacionada com os alimentos.
15 Diarréia: Aumento do volume, freqüência ou quantidade de líquido nas evacuações.Deve ser a manifestação mais freqüente de alteração da absorção ou transporte intestinal de substâncias, alterações estas que em geral são devidas a uma infecção bacteriana ou viral, a toxinas alimentares, etc.
16 Cutâneas: Que dizem respeito à pele, à cútis.
17 Taquicardia: Aumento da frequência cardíaca. Pode ser devido a causas fisiológicas (durante o exercício físico ou gravidez) ou por diversas doenças como sepse, hipertireoidismo e anemia. Pode ser assintomática ou provocar palpitações.

Tem alguma dúvida sobre VALERIANE?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.