PRESERV GEL

BLAUSIEGEL

Atualizado em 09/12/2014

Preserv Gel®

Apresentações de Preserv Gel

Embalagem com uma bisnaga de 40gEmbalagem com uma bisnaga de 50g
Embalagem com uma bisnaga de 100g
Embalagem com 5 bisnagas de 5g cada, para uso único.

Composição de Preserv Gel

Cada grama1 do Gel Lubrificante, contém:
Propilenoglicol    0,01g
Lubragel ....................0,10g
Excipientes q.s.p.    1,00 g

PRESERV GEL® LUBRIFICANTE ÍNTIMO é um gel incolor e transparente, não gorduroso, semelhante à lubrificação natural, que proporciona uma lubrificação segura, confortável e discreta.
O gel não é notado, não interfere na relação sexual e não há perda de sensibilidade. É inodoro e solúvel em água. Espalha-se e é removido com facilidade. Não mancha, não é irritante. Sem contra-indicações, é seguro para tecidos delicados, sendo assimilável pela mucosa2 vaginal.

Indicações de Preserv Gel

PRESERV GEL® LUBRIFICANTE ÍNTIMO é especialmente formulado para lubrificação sexual; é indicado para os casos onde há falta de lubrificação íntima (secura vaginal), ou, quando se deseja uma lubrificação adicional. Sua finalidade é aliviar o desconforto e a irritação local causados pela secura vaginal, durante o ato sexual. A lubrificação natural da vagina3, também conhecida como lubrificação íntima, é um processo natural que ocorre no corpo da mulher, preparando-a para o ato sexual.
A falta desse tipo de lubrificação é uma ocorrência comum,  causada por mudanças hormonais pré e pós-parto, cirurgias diversas, problemas emocionais, psicológicos ou sexuais com o parceiro, pela menopausa4, pelo uso excessivo de duchas vaginais e inflamações5 (como a vaginite6), por reações a alguns medicamentos.
OBS: O produto não soluciona as causas de secura vaginal. Para orientação sobre tratamento dessas ocorrência, procure o médico.
PRESERV GEL® LUBRIFICANTE ÍNTIMO também pode ser usado para facilitar a inserção de termômetros na via retal, tampões, clísteres e enemas7 e para aumentar a lubrificação quando do uso com preservativo.

Modo de Usar de Preserv Gel

Aplicar PRESERV GEL® LUBRIFICANTE ÍNTIMO, na quantidade desejada na área externa da vagina3 no pênis8. As aplicações podem ser repetidas por um ou ambos os parceiros. Deve ser aplicado antes do ato sexual para proporcionar uma lubrificação adequada.

Uso com Preservativo de Preserv Gel

Aplique PRESERV GEL®  LUBRIFICANTE ÍNTIMO diretamente no preservativo ou externamente, na área genital. O gel não estraga o preservativo além de proporcionar maior conforto. PRESERV GEL® LUBRIFICANTE ÍNTIMO reduz o risco de ruptura de preservativos, aliviando o desconforto no ato sexual. É indicado para o uso com preservativos, pois não danifica materiais de látex.

Atenção de Preserv Gel

O uso de produtos, como: pomadas medicinais, cremes hidratantes, loções para bebês9, vaselina e outros lubrificantes à base de óleo mineral (petróleo) ou vegetal, podem causar o rompimento de preservativos.
Este produto não se destina ao uso para fins contraceptivos, por não conter espermicida. Se ocasionalmente ocorrer irritação da vagina3 e/ou pênis8, interrompa imediatamente o uso do produto e consulte o médico.

SOLÚVEL EM ÁGUA.
PODE SER USADO COM PRESERVATIVO DE LÁTEX
PARA USO COM DIAFRAGMA10, RECOMENDA-SE O GEL ESPERMICIDA PRESERV.
MANTER FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

    Mantenha o produto em temperatura ambiente. Não congele. Manter em local fresco e protegido da luz e umidade.

Nº do Lote, Data de Fabricação e Validade: Vide Cartucho.


PRESERV GEL - Laboratório

BLAUSIEGEL
Rodovia Raposo Tavares km 30,5 No. 2833
Cotia/SP - CEP: 06705-030
Tel: (11) 4612-2922
Site: http://www.blausiegel.net

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Grama: 1. Designação comum a diversas ervas da família das gramíneas que formam forrações espontâneas ou que são cultivadas para criar gramados em jardins e parques ou como forrageiras, em pastagens; relva. 2. Unidade de medida de massa no sistema c.g.s., equivalente a 0,001 kg . Símbolo: g.
2 Mucosa: Tipo de membrana, umidificada por secreções glandulares, que recobre cavidades orgânicas em contato direto ou indireto com o meio exterior.
3 Vagina: Canal genital, na mulher, que se estende do ÚTERO à VULVA. (Tradução livre do original
4 Menopausa: Estado fisiológico caracterizado pela interrupção dos ciclos menstruais normais, acompanhada de alterações hormonais em mulheres após os 45 anos.
5 Inflamações: Conjunto de processos que se desenvolvem em um tecido em resposta a uma agressão externa. Incluem fenômenos vasculares como vasodilatação, edema, desencadeamento da resposta imunológica, ativação do sistema de coagulação, etc. Quando se produz em um tecido superficial (pele, tecido celular subcutâneo) pode apresentar tumefação, aumento da temperatura local, coloração avermelhada e dor (tétrade de Celso, o cientista que primeiro descreveu as características clínicas da inflamação).
6 Vaginite: Inflamação da mucosa que recobre a vagina. Em geral é devido a uma infecção bacteriana ou micótica. Manifesta-se por ardor, dor espontânea ou durante o coito (dispareunia) e secreção mucosa ou purulenta pela mesma.
7 Enemas: Introdução de substâncias líquidas ou semilíquidas através do esfíncter anal, com o objetivo de induzir a defecação ou administrar medicamentos.
8 Pênis: Órgão reprodutor externo masculino. É composto por uma massa de tecido erétil encerrada em três compartimentos cilíndricos fibrosos. Dois destes compartimentos, os corpos cavernosos, ficam lado a lado ao longo da parte superior do órgão. O terceiro compartimento (na parte inferior), o corpo esponjoso, abriga a uretra.
9 Bebês: Lactentes. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).
10 Diafragma: 1. Na anatomia geral, é um feixe muscular e tendinoso que separa a cavidade torácica da cavidade abdominal. 2. Qualquer membrana ou placa que divide duas cavidades ou duas partes da mesma cavidade. 3. Em engenharia mecânica, em um veículo automotor, é uma membrana da bomba injetora de combustível. 4. Na física, é qualquer anteparo com um orifício ou fenda, ajustável ou não, que regule o fluxo de uma substância ou de um feixe de radiação. 5. Em ginecologia, é um método contraceptivo formado por uma membrana de material elástico que envolve um anel flexível, usado no fundo da vagina de modo a obstruir o colo do útero. 6. Em um sistema óptico, é uma abertura que controla a seção reta de um feixe luminoso que passa através desta, com a finalidade de regular a intensidade luminosa, reduzir a aberração ou aumentar a profundidade focal.
Artigos relacionados

Tem alguma dúvida sobre PRESERV GEL?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.