CIPROSTAT

APSEN

Atualizado em 08/12/2014
CIPROSTAT
Forma Farmacêutica e Apresentações Comprimidos de 50 mg. Caixas com 20 comprimidos.
USO ADULTO

Indicações de Ciprostat

No homem: redução do impulso em desvios sexuais, tratamento antiandrogênico em carcinoma1 de próstata2 inoperável.

Contra-Indicações de Ciprostat

Hepatopatias, antecedente de icterícia3, síndromes de Dubin-Johnson e Rotor, tumores hepáticos atuais ou antecedentes dos mesmos (em carcinoma1 de próstata2, apenas se estes não forem devidos a metástases4), doenças debilitantes (com exceção de carcinoma1 de próstata2), depressão crônica grave, processos tromboembólicos ou antecedentes dos mesmos, diabetes5 grave com alterações vasculares6, anemia7 de células8 falciformes. Em paciente com carcinoma1 de próstata2 com antecedentes de processos tromboembólicos, portadores de anemia7 de células8 falciformes ou diabetes5 grave com alterações vasculares6, a proporção risco/benefício deve ser considerada cuidadosamente em cada caso antes da prescrição de CIPROSTAT.

Precauções e Advertências de Ciprostat

O efeito desinibidor do álcool pode diminuir o efeito inibidor de CIPROSTAT sobre o impulso sexual. A ciproterona não deve ser administrada antes do término da puberdade.
Durante o tratamento devem ser realizados exames periódicos da função hepática9 e adrenocortical, e hemogramas (série vermelha).
Ocasionalmente, o CIPROSTAT pode induzir a sensação de dificuldade respiratória.
Interações Medicamentosas
A necessidade de hipoglicemiantes orais10 ou insulina11 pode-se alterar.
Reações Adversas e Alterações de Exames Laboratoriais
Durante o decorrer de várias semanas, o CIPROSTAT gradualmente limita a capacidade de procriação masculina. Esta capacidade é readquirida em poucos meses após a interrupção do tratamento.
CIPROSTAT ocasionalmente leva a ginecomastia12, algumas vezes combinada a sensibilidade do mamilo ao toque, que normalmente regride após a interrupção do uso do produto. Em tratamento com altas doses pode ocorrer redução da função adrenocortical.
Em casos isolados, distúrbios da função hepática9, alguns deles graves, têm sido relatados com tratamento de altas doses de CIPROSTAT.
Cansaço e diminuição da vitalidade e, ocasionalmente, inquietação temporária ou estados depressivos podem ocorrer. Alterações no peso corporal são possíveis.

Posologia e Modo de Usar de Ciprostat

HOMEM
- Redução do impulso em desvios sexuais:
Os comprimidos devem ser ingeridos, com pequena quantidade de líquido, após as refeições. Salvo prescrição médica em contrário, o tratamento geralmente é iniciado com 1 comprimido 2 vezes ao dia. Se necessário, pode-se aumentar a dose para 2 comprimidos 2 vezes ao dia, ou mesmo 2 comprimidos 3 vezes ao dia, por curto período de tempo. Uma vez obtida melhora clínica satisfatória, deve-se tentar manter o efeito terapêutico com a menor dose possível. Com bastante freqüência, ½ comprimido 2 vezes ao dia é suficiente.
- Tratamento antiandrogênico em carcinoma1 de próstata2 inoperável
Para eliminar o efeito de androgênios adrenocorticais após orquiectomia13:
2 comprimidos 1 a 2 vezes ao dia (100 - 200 mg)
Sem orquiectomia13:
2 comprimidos 2 a 3 vezes ao dia (200 - 300 mg)
Para reduzir o aumento inicial de hormônios sexuais masculinos em tratamento com agonista14 de LH-RH:
Inicialmente, 2 comprimidos de CIPROSTAT 2 vezes ao dia (200 mg) isoladamente por 5-7 dias, seguidos por 2 comprimidos de CIPROSTAT 2 vezes ao dia (200 mg) por 3-4 semanas juntamente com o agonista14 de LH-RH na dose recomendada pelo fabricante.
Para eliminar o efeito de androgênios adrenocorticais no tratamento com agonista14 de LH-RH:
Continuação da terapia antiandrogênica com 2 comprimidos de CIPROSTAT 1 a 2 vezes ao dia (100 - 200 mg).

CIPROSTAT - Laboratório

APSEN
RUA LA PAZ, 37/67. Santo Amaro.
São Paulo/SP - CEP: 04755020
Tel: 0800 165678
Email: infomed@apsen.com.br
Site: http://www.apsen.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "APSEN"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Carcinoma: Tumor maligno ou câncer, derivado do tecido epitelial.
2 Próstata: Glândula que (nos machos) circunda o colo da BEXIGA e da URETRA. Secreta uma substância que liquefaz o sêmem coagulado. Está situada na cavidade pélvica (atrás da parte inferior da SÍNFISE PÚBICA, acima da camada profunda do ligamento triangular) e está assentada sobre o RETO.
3 Icterícia: Coloração amarelada da pele e mucosas devido a uma acumulação de bilirrubina no organismo. Existem dois tipos de icterícia que têm etiologias e sintomas distintos: icterícia por acumulação de bilirrubina conjugada ou direta e icterícia por acumulação de bilirrubina não conjugada ou indireta.
4 Metástases: Formação de tecido tumoral, localizada em um lugar distante do sítio de origem. Por exemplo, pode se formar uma metástase no cérebro originário de um câncer no pulmão. Sua gravidade depende da localização e da resposta ao tratamento instaurado.
5 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
6 Vasculares: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.
7 Anemia: Condição na qual o número de células vermelhas do sangue está abaixo do considerado normal para a idade, resultando em menor oxigenação para as células do organismo.
8 Células: Unidades (ou subunidades) funcionais e estruturais fundamentais dos organismos vivos. São compostas de CITOPLASMA (com várias ORGANELAS) e limitadas por uma MEMBRANA CELULAR.
9 Hepática: Relativa a ou que forma, constitui ou faz parte do fígado.
10 Hipoglicemiantes orais: Medicamentos usados por via oral em pessoas com diabetes tipo 2 para manter os níves de glicose próximos ao normal. As classes de hipoglicemiantes são: inibidores da alfaglicosidase, biguanidas, derivados da fenilalanina, meglitinides, sulfoniluréias e thiazolidinediones.
11 Insulina: Hormônio que ajuda o organismo a usar glicose como energia. As células-beta do pâncreas produzem insulina. Quando o organismo não pode produzir insulna em quantidade suficiente, ela é usada por injeções ou bomba de insulina.
12 Ginecomastia: Aumento anormal de uma ou ambas as glândulas mamárias no homem. Associa-se a diferentes enfermidades como cirrose, tumores testiculares, etc. Em certas ocasiões ocorrem de forma idiopática.
13 Orquiectomia: Remoção cirúrgica do testículo.
14 Agonista: 1. Em farmacologia, agonista refere-se às ações ou aos estímulos provocados por uma resposta, referente ao aumento (ativação) ou diminuição (inibição) da atividade celular. Sendo uma droga receptiva. 2. Lutador. Na Grécia antiga, pessoa que se dedicava à ginástica para fortalecer o físico ou como preparação para o serviço militar.

Tem alguma dúvida sobre CIPROSTAT?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.