USO EM IDOSOS, CRIANÇAS E OUTROS GRUPOS DE RISCO XYLOCAINA POMADA 5%

Atualizado em 25/05/2016

Ver item Posologia.


- INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS


Quando a lidocaína é usada em altas doses, deve-se considerar o risco adicional de toxicidade1 sistêmica em pacientes recebendo outros anestésicos locais ou agentes relacionados estruturalmente com anestésicos locais, por exemplo, antiarrítmicos como a mexiletina e tocainida.

Estudos de interações específicas com lidocaína e drogas antiarrítmicas classe III (ex.: amiodarona) não foram realizados, porém deve-se ter cuidado.


Drogas que reduzem a depuração plasmática de lidocaína (ex.: cimetidina ou betaboqueadores) podem causar concentrações plasmáticas potencialmente tóxicas quando a lidocaína é administrada em altas doses e repetidamente por um longo período. Tais interações, entretanto, não tem importância clínica relevante durante o tratamento a curto prazo com lidocaína (ex.: XYLOCAÍNA Pomada) com as doses recomendadas.

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Toxicidade: Capacidade de uma substância produzir efeitos prejudiciais ao organismo vivo.

Tem alguma dúvida sobre USO EM IDOSOS, CRIANÇAS E OUTROS GRUPOS DE RISCO XYLOCAINA POMADA 5%?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.