BulasMed - Referências completas de medicamentos

bulas.med.br
Buscar bulas Índice de tópicos

Resultados encontrados para Rabdomiólise:

Artigo de revisão mostra que médicos precisam conhecer melhor os efeitos adversos das estatinas como dores musculares, perdas cognitivas e neuropatia periférica

Entre os sintomas colaterais observados estão problemas musculares, perdas cognitivas, neuropatia periférica, dor ou parestesias nos dedos, aumento da glicemia, alterações em tendões, rabdomiólise e disfunções hepáticas, pancreáticas ou sexuais. As estatinas parecem induzir danos à função das mitocôndrias, responsáveis pela produção de energia. - [Mais...]

Cibrato

Nesses caso, o médico deve avaliar imediatamente os níveis séricos de creatinofosfoquinase (CPK) e o tratamento deve ser descontinuado caso seja diagnosticada miopatia ou se os níveis de CPK estiverem muito altos. Os eventos musculares parecem estar relacionados à dose e, portanto, a dose diária de 100 mg não deve ser excedida. Como com outros fibratos, o risco de rabdomiólise (destruição das células musculares) e mioglobinúria (perda de mioglobina, uma proteína típica dos tecidos musculares) pode ser aumentado se o ciprofibrato for utilizado em associação com outros fibratos ou inibidores da hidroxi-metilglutaril-coenzima A redutase (HMG CoA) (enzima relacionada a produção do colesterol pelo organismo). - [Mais...]

Stalevo

em pacientes que estejam tomando certos tipos de antidepressivos (inibidores seletivos da MAO-A e MAO-B simultaneamente, ou inibidores não-seletivos da MAO); em pacientes com história de síndrome neuroléptica maligna e/ou rabdomiólise não-traumática (forma rara de distúrbio muscular). Não deve ser usado durante a gravidez e lactação. Este medicamento é contraindicado para uso por mulheres grávidas e que estão amamentando. - [Mais...]

Lovastatina (Comprimido 20 mg)

Reações incomuns (ocorrem entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento): fadiga, coceira, boca seca, insônia, distúrbios do sono e alteração do paladar. Reações raras (ocorrem entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento): Miopatia e rabdomiólise, aumentos marcantes e persistentes de transaminases séricas; elevações marcantes da CK sérica. - [Mais...]

DIOCOMB SI

Sinvastatina: Efeitos musculares: Sinvastatina e outros inibidores da HMG-CoA redutase ocasionalmente causam miopatia, que se manifesta como dor muscular ou fraqueza associada a grandes elevações de creatinina quinase (CK) ( 10 vezes o limite superior da normalidade). Rabdomiólise, com ou sem insuficiência renal aguda secundária à mioglubinúria, foi raramente relatada. O risco de miopatia é elevado por terapia concomitante com certas drogas. - [Mais...]

FORTOVASE

Visto que concentrações elevadas de sinvastatina e lovastatina podem causar, em casos raros, eventos adversos graves tais como mialgia e rabdomiólise, a associação de saquinavir a essas duas drogas deve ser evitada. Insuficiência hepática: Em casos de insuficiência hepática leve, nenhum ajuste prévio da dose recomendada é necessário. - [Mais...]

Rapamune

Os pacientes que recebem sirolimo e ciclosporina devem ser monitorados quanto ao desenvolvimento de rabdomiólise (quebra das fibras musculares). ciclosporina em microemulsão [(ciclosporina, USP) MODIFICADA] Recomenda-se que o Rapamune seja administrado 4 horas após a dose da ciclosporina em microemulsão [(ciclosporina, USP) MODIFICADA]. - [Mais...]

Sinvastatina (20 mg e 40 mg)

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO sinvastatina Comprimidos 20 mg e 40 mg Medicamento genérico Lei n 9.787, de 1999. FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO: Comprimidos Embalagens com 30 e 500 comprimidos USO ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO: Cada comprimido de sinvastatina 20 mg contém: sinvastatina 20 mg excipientes q.s.p. 1 comprimido Excipientes: celulose microcristalina, lactose, croscarmelose sódica, estearato de magnésio, butil hidroxianisol, ácido ascórbico, ácido cítrico, dióxido de silício, ... - [Mais...]

Claritromicina (Suspensão oral 25 mg/mL e 50 mg/mL)

Este medicamento não deve ser utilizado por pacientes que sofrem de insuficiência hepática (no fígado) grave em combinação com insuficiência renal (nos rins). Este medicamento não deve ser utilizado em combinação com uma estatina (exemplo: lovastatina ou sinvastatina), pois aumenta o risco de o paciente ter miopatia (doença muscular), incluindo rabdomiólise (destruição do músculo esquelético). Este medicamento é contraindicado se você estiver fazendo uso de ticagrelor ou ranolazina. Este medicamento é contraindicado para menores de 6 meses de idade. - [Mais...]

  • Entrar
  • Cadastrar