BulasMed - Referências completas de medicamentos

bulas.med.br
Buscar bulas Índice de tópicos

Resultados encontrados para Tendinite:

DALSY

temporário de dores leves e moderadas, tais como: dor de cabeça (enxaqueca e cefaléia vascular), dor de dente, dor muscular, dor na parte inferior das costas (ou dor lombar), dores relacionadas a problemas reumáticos não articulares e periarticulares (como capsulite, bursite, tendinite, tenossinovite, etc), dores associadas a processos inflamatórios e/ou traumáticos (como entorses e distensões) e dores associadas a gripes e resfriados. - [Mais...]

CIPRO

Raramente: dor muscular, inflamação nas articulações (artrite), aumento do tônus muscular e cãibras Muito raramente: fraqueza muscular, inflamação dos tendões (tendinite) e rupturas de tendões (predominantemente do tendão de Aquiles), piora dos sintomas da miastenia grave (fraqueza muscular grave). Distúrbios renais e urinários Ocasionalmente: alteração da função renal. - [Mais...]

Acomplia

Reações adversas consideradas freqüentes (afetam mais do que 1 em cada 100) que ocorreram em pacientes que tomaram ACOMPLIA, incluem: desconforto do estômago, vômitos, distúrbios do sono, nervosismo, depressão, irritabilidade, vertigens, diarréia, ansiedade, comichão, sudorese excessiva, cãimbras ou espasmos musculares, fadiga, manchas negras, dor e inflamação nos tendões (tendinite), perda de memória, dor nas costas (ciática), sensibilidade alterada nas mãos e pés, fogachos, queda, gripe e luxação. - [Mais...]

Micardis

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Micardis telmisartana Comprimidos de 40 mg e 80 mg APRESENTAÇÕES Comprimidos Embalagens com 10 ou 30 comprimidos USO ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada comprimido de Micardis 40 mg contém: telmisartana 40 mg excipiente q.s.p. 1 comprimido Excipientes: povidona, meglumina, hidróxido de sódio, sorbitol, estearato de magnésio. Cada comprimido de Micardis 80 mg contém: telmisartana 80 mg excipiente q.s.p. 1 comprimido Excipientes: povidona, meglumina, hidróxido de ... - [Mais...]

Micardis HCT

Reações raras (ocorre entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento): sepse (infecção generalizada) incluindo desfecho fatal, trombocitopenia (diminuição do número de plaquetas no sangue), eosinofilia (aumento do número de eosinófilos no sangue), reação anafilática (reação alérgica grave), hipersensibilidade, hipoglicemia em pacientes diabéticos (diminuição da glicose no sangue),desconforto abdominal, eczema (manchas na pele avermelhadas e/ou esbranquiçadas com descamação e coceira), farmacodermia (lesões avermelhadas na pele causadas por alergia a medicamentos ou por toxicidade do medicamento), artrose (enrijecimento das articulações), tendinite (dor no tendão). Hidroclorotiazida Reações com frequência desconhecida : sialadenite (inflamação de glândula salivar), trombocitopenia às vezes com púrpura (diminuição do número de plaquetas no sangue podendo levar a sangramentos), anemia aplástica ( diminuição de todos os tipos de células do sangue ), anemia hemolítica (quebra anormal de hemácias nos vasos sanguíneos), depressão da medula óssea (órgão que produz as células do sangue), leucopenia (redução no número de leucócitos, que são células de defesa, no sangue), neutropenia (diminuição do número de neutrófilos no sangue uma das células brancas do sangue mais importantes), agranulocitose (diminuição dos leucócitos granulócitos - neutrófilos, basófilos e eosinófilos - tipos de células brancas do sangue) alergia, reação anafilática (reação alérgica grave), perda no controle do diabetes, depleção de volume (desidratação), desbalanço eletrolítico (alteração dos eletrólitos no sangue sódio, potássio, por exemplo), anorexia (perda de apetite), hiperglicemia (aumento da glicose no sangue), hipercolesterolemia (aumento do colesterol no sangue), hipomagnesemia (diminuição do magnésio no sangue), hipercalcemia (aumento de cálcio no sangue), alcalose hipoclorêmica (deficiência ou perda extrema de cloreto), inquietação, tonteira, dor de cabeça, xantopsia (alteração visual na qual todos os objetos parecem ter a cor amarela), miopia aguda, glaucoma de ângulo fechado (alteração da pressão intra-ocular), angeíte necrotisante (doença com inflamação e necrose nos vasos sanguíneos), dores de estômago, pancreatite (inflamação no pâncreas), náusea, icterícia (cor amarelada da pele e no branco dos olhos causada por problemas no fígado) necrólise epidermal tóxica (lesão na pele com formações de bolhas,) reação cutânea como lúpus eritematoso, vasculite cutânea (inflamação dos vasos sanguíneos da pele) reações e fotossensibilidade (sensibilidade à luz), eritema multiforme ( lesão na pele avermelhada causada por reação alérgica ou imunológica geralmente devido a medicamentos), fraqueza, nefrite intersticial (inflamação nos rins), disfunção renal, glicosúria (açúcar na urina), febre, aumento nos triglicerídeos no sangue. - [Mais...]

Levoxin

O tratamento com levofloxacino deve ser descontinuado se você apresentar dor, inflamação ou ruptura de tendão. Você deve repousar e evitar exercícios até que o diagnóstico de tendinite ou ruptura de tendão tenha sido seguramente descartado. A ruptura de tendão pode ocorrer durante ou após a terapia com quinolonas, incluindo o levofloxacino. - [Mais...]

TEQUIN

TEQUIN deve ser descontinuado caso ocorra dor, inflamação ou ruptura de tendão. Os pacientes devem evitar ou diminuir os exercícios até que os diagnósticos de tendinite ou de ruptura de tendão tenham sido seguramente excluídos. A ruptura de tendão pode ocorrer durante ou após a terapia com quinolonas. - [Mais...]

Reumotec

osteoartrite; artrose; espondilite anquilosante; afecções extra-articulares, como tendinite, bursite, periartrite dos ombros (síndrome ombro-mão) ou dos quadris, distensões ligamentares e entorses; gota aguda; dor pós-operatória; dismenorreia primária. - [Mais...]

  • Entrar
  • Cadastrar