BulasMed - Referências completas de medicamentos

bulas.med.br
Buscar bulas Índice de tópicos

Resultados encontrados para Sarcoma:

Unhas fracas. Como fortalecê-las?

Leucemia : unha quebradiça, hiperqueratose (engrossamento) ou perda total da unha. AIDS : é frequente o acometimento da unha por infecções causadas por fungos, cândida, vírus e herpes e também a presença do sarcoma de Kaposi (tumor vascular) na unha. Outras alterações que devem ser avaliadas: Unheiro: é o edema da cutícula. - [Mais...]

OMS cogita introduzir a leishmaniose visceral como doença indicadora da Aids

A Aids é um desafio à saúde pública pelos danos que causa à saúde e também pela ocorrência de infecções oportunistas - que se desenvolvem paralelamente à Aids, agravando o quadro do paciente. Entre elas estão a pneumonia, a tuberculose, a citomegalovirose e o sarcoma de Kaposi. Recentemente, pesquisadores do Instituto Oswaldo Cruz (IOC) investigam a emergência da leishmaniose como uma importante infecção oportunista ao vírus HIV tipo 1 (HIV-1). - [Mais...]

NOLVADEX e NOLVADEX- D

- Incomum: catarata, retinopatia, miomas uterinos (que também podem ser vistos como desconforto pélvico ou sangramento vaginal), câncer de endométrio (revestimento interno da parede do útero), reações alérgicas, diminuição anormal do número de plaquetas no sangue, diminuição do número de leucócitos no sangue, diminuição anormal do número de neutrófilos no sangue, anemia, alterações nas taxas de enzimas do fígado e elevação de triglicérides. - Rara: alterações na córnea, doenças e inflamações do nervo óptico, sarcoma uterino (tumores malignos), endometriose, cistos ovarianos, pancreatite (inflamação do pâncreas), fígado gorduroso, diminuição do fluxo da bile, hepatite e elevação da quantidade de cálcio no sangue. - [Mais...]

Cloridrato de Doxorrubicina (Injetável 50 mg)

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO cloridrato de doxorrubicina Injetável 50 mg Medicamento genérico, lei n 9.787, de 1999. FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO: Pó liófilo injetável Embalagem com 1 frasco-ampola VIA DE ADMINISTRAÇÃO: INTRAVENOSA OU INTRAVESICAL USO ADULTO E PEDIÁTRICO CUIDADO: AGENTE CITOTÓXICO COMPOSIÇÃO: Cada frasco-ampola contém: cloridrato de doxorrubicina 50 mg excipiente q.s.p. 250 mg Excipientes: lactose INFORMAÇÕES AO PACIENTE PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO? ... - [Mais...]

VIRAZOLE

parainfluenza (tipos 1 e 3); rinovírus (mais de 15 tipos); estomatite vesicular; doença de Newcastle; vírus sincicial respiratório; sarcoma de Moloney; panencefalite esclerosante subaguda; febre amarela; encefalite japonesa; febre de Lassa; hepatites A e C. Vírus DNA: Herpes (tipos 1 e 2); varicela zóster; vacínia; mixoma; citomégalo; adeno (tipos 3, 5 e 9); doença de Marek. - [Mais...]

Tarvexol

Câncer de Não-pequenas Células do Pulmão : Tratamento de primeira linha em combinação com um composto de platina ou como agente único para o tratamento do câncer de não-pequenas células do pulmão em pacientes que não são candidatos a cirurgia e/ou radioterapia com potencial de cura . Sarcoma de Kaposi Tratamento de segunda linha no sarcoma de Kaposi relacionado à AIDS. - [Mais...]

Uxalun

Eficácia anti-neoplásica superior a Cisplatina foi descrita em modelos tumorais de murinos para carcinomas mamarios, sarcoma, leucemia L1210 e linfoma LGC, sendo que a eficácia é conservada em algumas linhagens resistentes a Cisplatina. - [Mais...]

Farmorubicina CS

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Farmorubicina CS cloridrato de epirrubicina Injetável 2 mg/mL FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO: Solução injetável estéri Embalagens contendo 1 frasco-ampola plástico (Cytosafe, CS) de 5 mL (10 mg), 25 mL (50 mg) ou 100 mL (200 mg). USO INJETÁVEL POR VIA INTRAVENOSA OU INTRAVESICAL (vide 6. Como devo usar este medicamento? ) USO ADULTO CUIDADO: AGENTE CITOTÓXICO COMPOSIÇÃO: Cada mL de Farmorubicina CS solução injetável contém: cloridrato de epirrubicina 2 mg ... - [Mais...]

Prednisolon

Procedimentos de imunização podem ser realizados em pacientes que estejam recebendo corticosteroides como terapia de reposição. Adultos recebendo tratamento com medicamentos imunossupressores e que não tenham contraído doenças como varicela e sarampo, devem ter cautela especial para evitar estas exposições. Em caso de exposição, procure seu médico. Foi relatado Sarcoma de Kaposi (tipo de tumor maligno) em pacientes recebendo tratamento com corticosteroides. A descontinuação dos corticosteroides pode resultar em debilitação clínica. - [Mais...]

BIORRUB

O produto não atravessa a barreira hematoencefálica. Indicações de Biorrub Este produto está indicado no tratamento do carcinomada mama; sarcoma de Ewing; leucemia linfocítica aguda; carcinoma de bexiga; sarcoma de Kaposi; sarcomas dos ossos e tecidos moles; linfoma de Hodgkin e não-Hodgkin; neoplasias sólidas das crianças; carcinoma broncogênico. - [Mais...]

Sulfato de Vincristina (Injetável 1 mg/mL)

O sulfato de vincristina pode ser utilizado como quimioterapia combinada no tratamento de: leucemia aguda (proliferação anormal de leucócitos), Doença de Hodgkin (tumor maligno que atinge os linfonodos), linfomas malignos não Hodgkin (tipos linfocíticos, de células mistas, histiocíticos, não diferenciados, nodulares e difusos), rabdomiossarcoma (tumor maligno formado de fibras musculares), neuroblastoma (tumor maligno formado por células precursoras dos neurônios), tumor de Wilms (tumor maligno presente nos rins), sarcoma osteogênico (tumor maligno com produção anormal de tecido ósseo), micose fungoide (tumores fungosos presentes na pele), sarcoma de Ewing (tumor maligno presente frequentemente em ossos), carcinoma de cervix uterino (câncer de colo do útero), câncer de mama, melanoma maligno (câncer de pele), carcinoma oat cell de pulmão (câncer de pulmão de pequenas células) e de tumores ginecológicos de infância (tumores localizados na genitália feminina). - [Mais...]

  • Entrar
  • Cadastrar