BulasMed - Referências completas de medicamentos

bulas.med.br
Buscar bulas Índice de tópicos

Resultados encontrados para Neuroblastoma:

Crianças e adolescentes que sobrevivem ao câncer apresentam risco aumentado para doenças cardiovasculares, segundo artigo do BMJ

O desenvolvimento de agentes cardioprotetores e medidas preventivas pode ajudar a atenuar estes riscos no futuro. Quanto ao infarto do miocárdio, o risco foi maior para os sobreviventes de linfoma Hodgking's e neuroblastoma, mas em uma dose de radiação mais baixa do que a observada anteriormente. Para as doenças do pericárdio, observou-se um risco 3 a 10 vezes maior em sobreviventes do câncer comparados ao grupo controle em relação a todos os tumores examinados, exceto em sobreviventes de câncer renal. - [Mais...]

Novas recomendações para suplementação vitamínica na gravidez do Royal College of Obstetricians and Gynaecologists

Esta suplementação previne defeitos do tubo neural como malformações do crânio, coluna e sistema nervoso, diminui o risco de anomalias congênitas, incluindo defeitos cardiovasculares, e reduz o risco de alguns tumores pediátricos como leucemia, tumores cerebrais e neuroblastoma. Vitamina A A suplementação de altas doses de vitamina A (maior que 700 mcg/dia) não está recomendada, pois está associada a efeitos teratogênicos potenciais. - [Mais...]

FENITAL 5%-50 ap. 5ml

Além disso, estes aspectos estão todos relacionados e freqüentemente associados com o desenvolvimento intra-uterino retardado por outras causas. Foram relatados casos isolados de malignidade, inclusive de neuroblastoma, em crianças de mães tratadas com fenitoína durante a gestação. Pode ocorrer um aumento na freqüência de crises convulsivas devido a alteração da absorção e metabolismo durante a gestação, necessitando, dessa forma, medição periódica do nível de fenitoína e adequação de dose nesse período. - [Mais...]

Fenital

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO FENITAL ORAL fenitoína APRESENTAÇÃO Embalagem de 100 mg com 200 comprimidos. USO ORAL USO ADULTO E PEDIÁTRICO COMPOSIÇÃO Cada comprimido contém 100 mg de fenitoína. Excipientes: amido, estearato de magnésio, lactose monoidratada, talco, croscarmelose sódica, e povidona. INFORMAÇÕES AO PACIENTE PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO? FENITAL ORAL (fenitoína) é destinado ao tratamento de: crises convulsivas (contrações súbitas e sem controle dos músculos devido a ... - [Mais...]

Cloridrato de Doxorrubicina (Injetável 50 mg)

Cloridrato de doxorrubicina pó liofilizado injetável tem sido usado para induzir regressão em várias neoplasias (tumores malignos cânceres), tais como carcinoma da mama, pulmão, bexiga, tireoide e ovário; sarcomas ósseos e de tecidos moles; linfomas de Hodgkin e não-Hodgkin; neuroblastoma; tumor de Wilms; leucemia linfoblástica aguda e leucemia mieloblástica aguda. - [Mais...]

VUMON

Doença de Hodgkin; Leucemia linfoblástica aguda, de alto risco, em adultos e crianças; Tumores intracranianos malignos, isto é, glioblastoma, ependimoma, astrocitoma; Carcinoma de bexiga; Neuroblastoma e outros tumores sólidos em crianças. Contra-Indicações de Vumon VUMON não deve ser administrado em indivíduos que tenham demonstrado hipersensibilidade prévia à droga ou a qualquer componente da formulação. - [Mais...]

BIORRUB

carcinoma de bexiga; sarcoma de Kaposi; sarcomas dos ossos e tecidos moles; linfoma de Hodgkin e não-Hodgkin; neoplasias sólidas das crianças; carcinoma broncogênico; carcinomas de ovário, da tireóide e do estômago; neuroblastoma e tumor de Wilms. Contra-Indicações de Biorrub O produto não deve ser usado em cardiopatas com insuficiência miocárdica, nem em pacientes com marcante mielossupressão induzida por tratamentos anteriores com outros agentes antitumorais ou . - [Mais...]

Sulfato de Vincristina (Injetável 1 mg/mL)

O sulfato de vincristina pode ser utilizado como quimioterapia combinada no tratamento de: leucemia aguda (proliferação anormal de leucócitos), Doença de Hodgkin (tumor maligno que atinge os linfonodos), linfomas malignos não Hodgkin (tipos linfocíticos, de células mistas, histiocíticos, não diferenciados, nodulares e difusos), rabdomiossarcoma (tumor maligno formado de fibras musculares), neuroblastoma (tumor maligno formado por células precursoras dos neurônios), tumor de Wilms (tumor maligno presente nos rins), sarcoma osteogênico (tumor maligno com produção anormal de tecido ósseo), micose fungoide (tumores fungosos presentes na pele), sarcoma de Ewing (tumor maligno presente frequentemente em ossos), carcinoma de cervix uterino (câncer de colo do útero), câncer de mama, melanoma maligno (câncer de pele), carcinoma oat cell de pulmão (câncer de pulmão de pequenas células) e de tumores ginecológicos de infância (tumores localizados na genitália feminina). - [Mais...]

VINCRISTINA

Pode ser utilizado como quimioterapia combinada na doença de Hodgkin, linfomas malignos não Hodgkin (tipos linfocíticos, de células mistas, histiocíticos, não diferenciados, nodulares e difusos), rabdomiossarcoma, neuroblastoma, tumor de Wilms, sarcoma osteogênico, micose fungóide, sarcoma de Ewing, carcinoma de cérvix uterino, câncer de mama, melanoma maligno, carcinoma de pulmão de células em grão de aveia e tumores ginecológicos de infância. - [Mais...]

Fauldvincri

Fauldvincri pode ser utilizado como quimioterapia combinada no tratamento de: leucemia aguda (proliferação anormal de leucócitos), Doença de Hodgkin (tumor maligno que atinge os linfonodos), linfomas malignos não Hodgkin (tipos linfocíticos, de células mistas, histiocíticos, não diferenciados, nodulares e difusos), rabdomiossarcoma (tumor maligno formado de fibras musculares), neuroblastoma (tumor maligno formado por células precursoras dos neurônios), tumor de Wilms (tumor maligno presente nos rins), sarcoma osteogênico (tumor maligno com produção anormal de tecido ósseo), micose fungoide (tumores fungosos presentes na pele), sarcoma de Ewing (tumor maligno presente frequentemente em ossos), carcinoma de cervix uterino (câncer de colo do útero), câncer de mama, melanoma maligno (câncer de pele), carcinoma oat cell de pulmão (câncer de pulmão de pequenas células) e de tumores ginecológicos de infância (tumores localizados na genitália feminina). - [Mais...]

VINCRISTINA

O produto tem-se revelado útil também, em combinação com outros agentes oncolíticos, na doença de Hodgkin, linfomas malignos não Hodgkin (tipos linfocíticos de células mistas, histiocísticos, não diferenciados, nodulares e difusos), rabdomiossarcoma, neuroblastoma, tumor de Wilms, carcinoma do cérvix uterino, câncer da mama. Apresentação da Vincristina embalagens contendo 1 frasco-ampola de pó liófilo com 1 mg do princípio ativo, acompanhado de 1 frasco-ampola com 10 ml de solução diluente. - [Mais...]

  • Entrar
  • Cadastrar