Triativ

ATIVUS

Atualizado em 09/12/2014

Medicamento  Fitoterápico                             
Triativ  Hypericum perforatum L.                         

Forma Farmacêutica e Apresentação  comprimidos Revestidos de 300 Mg de Triativ

caixa com 30 comprimidos revestidos.  USO ADULTO   - COMPOSIÇÃO  Comprimidos Revestidos de 300 mg - cada comprimido revestido contém:  Extrato Seco de Hypericum perforatum L. a 0,3% de hipericina 300 mg  Excipiente: Dióxido de Silício, Cellactose, Estearato de Magnésio, Gluconato amido sódico, Talco BL 1 magnesita, Polietilenoglicol 6000, Dióxido de Titânio, Copolímero ácido metacrílico, Corante, Acetona, Água destilada.  Nomenclatura botânica e parte da planta utilizada: Hypericum perforatum L. (Hypericaceae), partes superiores.  

Informações ao Paciente   de Triativ

TRIATIV (Extrato seco de Hypericum perforatum L.) é um medicamento fitoterápico à base da planta Hypericum perforatum L da família das Hypericaceae. As partes das plantas utilizadas são as partes superiores, principalmente as flores que são secas e reunidas durante a época de floração onde encontramos a substância Hipericina, uma das responsáveis pela ação antidepressiva.  Cuidados na Conservação: O medicamento deve ser conservado ao abrigo da luz, calor e umidade, em temperatura entre 15 e 30°C.  Prazo de validade: 24 meses após a data de fabricação.  Verifique a data de fabricação no cartucho.  Não utilize medicamentos com o prazo de validade vencido.  Gravidez1 e Lactação2: Sabe-se que o uso de Hypericum perforatum L poderá inibir a secreção da prolactina3, porém não existem dados disponíveis a respeito dessa inibição. Informe seu médico da ocorrência da gravidez1, na vigência do tratamento, ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando.  
- Cuidados na Administração:
Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.  NÃO INTERROMPA O TRATAMENTO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO.  

Reações Adversas de Triativ

TRIATIV (Extrato seco de Hypericum perforatum L.) é bem tolerado em relação aos antidepressivos tricíclicos e aqueles que impedem a recaptação da serotonina. Raramente pacientes mais sensíveis podem apresentar irritações gastrintestinais, reações alérgicas, agitação e aumento da sensibilidade à luz. Informe o seu médico do aparecimento de quaisquer reações desagradáveis.  TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS  Ingestão Concomitante com outras substâncias: TRIATIV (Extrato seco de Hypericum perforatum L.) não deve ser usado em associação com substâncias que inibem a monoamino oxidase (MAO4) e que estão presentes em alguns medicamentos antidepressivos. Em estudos farmacológicos o extrato de Hypericum perforatum L. não demonstrou interação com o álcool. A interação com alimentos ricos em tiramina não foi considerada nos estudos realizados.  - Contra-indicações:
Não existem dados disponíveis a respeito da gravidez1 e lactação2, porém sabe-se que o extrato de Hypericum perforatum L. poderá inibir a secreção de prolactina3, logo seu uso nestas situações está contra-indicado. Em animais, foi observado aumento da fotossensibilidade. Estudos em cultura de queratinócitos5 demonstraram que as doses terapêuticas de Hypericum perforatum L. são aproximadamente 30 a 50 vezes abaixo do nível de fototoxicidade. Informar a seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento.  NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE6.  

- INFORMAÇÕES TÉCNICAS  
TRIATIV
(Extrato seco de Hypericum perforatum L.) possui em sua formulação o Hypericum perforatum L., um arbusto perene pertencente à família das Hypericaceae, que atinge altura entre 30 e 40 cm. A parte da planta utilizada para extração de seus compostos ativos (tais como as naftodiantronas (hipericina e pseudohipericina), flavonóides (quercetina, quercitrina e amentoflavona), hiperforina, adhiperforina, óleo essencial e xantonas) são as partes superiores, principalmente as flores que são secas e reunidas durante a época de floração.  O mecanismo de ação do TRIATIV (Extrato seco de Hypericum perforatum L.) se faz pela inibição da monoamino oxidase (MAO4) e da catecol-o-metiltransferase (COMT), devido à presença dos Xantonas, Hiperforina e Quercetina, além de inibição da recaptação de Serotonina. Em trabalhos clínicos, o uso de extrato de Hipérico mostrou ter uma ação semelhante aos antidepressivos inibidores da recaptação da serotonina. Seu efeito sedativo se deve a presença de 2-metil-butenol.  
- FARMACOCINÉTICA:
Após doses de 300 mg de Hipérico, as concentrações do pico plasmático foram observadas, com a hipericina depois de 2 a 2,6 horas e com a Pseudohipericina entre 0,4 a 0,6 horas. Os picos das concentrações de Hipericina e Pseudohipericina são, respectivamente, 1,5 e 2,7ng/ml. A meia-vida de eliminação da pseudohipericina é de 16,3 a 22,8 horas.  
- Indicações:  
• Depressões leves e moderadas  •  Estados de Agitação  •  Distúrbios do sono  
- Contra-indicações:  
TRIATIV
(Extrato seco de Hypericum perforatum L.) está contra-indicado em casos de hipersensibilidade a quaisquer componentes do produto. Não existem dados disponíveis a respeito da gravidez1 e lactação2, porém sabe-se que o extrato de Hypericum perforatum L. poderá inibir a secreção de prolactina3, logo seu uso nestas situações, está contra-indicado. Em animais, foi observado aumento da fotossensibilidade. Estudos em cultura de queratinócitos5 demonstraram que as doses terapêuticas de Hypericum perforatum L. são aproximadamente 30 a 50 vezes abaixo do nível de fototoxicidade.  
- Precauções:  
Pacientes com quadros de depressão endógena grave, que apresentam idéias suicidas, associadas a sintomas7 depressivos ou psicóticos; devem ser criteriosamente avaliados antes do início do tratamento com TRIATIV (Extrato seco de Hypericum perforatum L.).  
- Interações medicamentosas  
TRIATIV
(Extrato seco de Hypericum perforatum L.) não deve ser usado em associação com substâncias que inibem a monoamino oxidase (MAO4) e que estão presentes em alguns medicamentos antidepressivos. Em estudos farmacológicos o extrato de Hypericum perforatum L. não demonstrou interação com o álcool. A interação com alimentos ricos em tiramina não foi considerada nos estudos realizados.  
- Reações adversas:  
TRIATIV
(Extrato seco de Hypericum perforatum L.) é bem tolerado, quando comparado aos antidepressivos tricíclicos e aqueles que impedem a recaptação da serotonina. Raramente pacientes mais sensíveis podem apresentar irritações gastrintestinais, reações alérgicas, agitação e aumento da sensibilidade à luz. Durante a utilização de TRIATIV (Extrato seco de Hypericum perforatum L.) é recomendável evitar exposição prolongada ao sol porque a hipericina pode provocar reação de fotossensibilidade, principalmente, em pacientes com pele8 sensível, quando expostas à intensa radiação UV. Em animais, foi observado aumento da fotossensibilidade. Estudos em cultura de queratinócitos5 demonstraram que as doses terapêuticas de Hypericum perforatum L. são aproximadamente 30 a 50 vezes abaixo do nível de fototoxicidade.  
- Posologia:  
A dose recomendada é de 1 a 3 comprimidos ao dia ou a critério médico.  SUPERDOSE:  Doses agudas de 5000mg/kg e crônicas de 900 e 2700mg/kg, em animais, foram bem toleradas; em casos de ingestão, acidental ou não, de altas doses de TRIATIV (Extrato seco de Hypericum perforatum L), aconselha-se o esvaziamento gástrico e medidas de suporte.  Advertências e recomendações para pacientes9 com idade superior a 65 anos:  Até o momento, não existem relatos de reações adversas em pacientes acima de 65 anos.  ATENÇÃO: Este é um medicamento novo e embora as pesquisas tenham indicado eficácia e segurança, quando corretamente indicado, podem ocorrer reações adversas imprevisíveis, ainda não descritas ou conhecidas. Em caso suspeito de reações adversas imprevisíveis, o médico responsável deve ser notificado.  VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

Triativ - Laboratório

ATIVUS
Rua Fonte Mécia, 2050 - São Pedro
Valinhos/SP - CEP: 13270-000
Tel: (19) 3849 8600
Site: http://www.ativus.com.br/

Ver outros medicamentos do laboratório "ATIVUS"

Antes de consumir qualquer medicamento, consulte seu médico (http://www.catalogo.med.br).

Complementos

1 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
2 Lactação: Fenômeno fisiológico neuro-endócrino (hormonal) de produção de leite materno pela puérpera no pós-parto; independente dela estar ou não amamentando.Toda mulher após o parto tem produção de leite - lactação; mas, infelizmente nem todas amamentam.
3 Prolactina: Hormônio secretado pela adeno-hipófise. Estimula a produção de leite pelas glândulas mamárias. O aumento de produção da prolactina provoca a hiperprolactinemia, podendo causar alteração menstrual e infertilidade nas mulheres. No homem, gera impotência sexual (por prejudicar a produção de testosterona) e ginecomastia (aumento das mamas).
4 Mão: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.
5 Queratinócitos: Queratinócitos ou ceratinócitos são células diferenciadas do tecido epitelial (pele) e invaginações da epiderme para a derme (como os cabelos e unhas) de animais terrestres responsáveis pela síntese da queratina.
6 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
7 Sintomas: Alterações da percepção normal que uma pessoa tem de seu próprio corpo, do seu metabolismo, de suas sensações, podendo ou não ser um indício de doença. Os sintomas são as queixas relatadas pelo paciente mas que só ele consegue perceber. Sintomas são subjetivos, sujeitos à interpretação pessoal. A variabilidade descritiva dos sintomas varia em função da cultura do indivíduo, assim como da valorização que cada pessoa dá às suas próprias percepções.
8 Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.
9 Para pacientes: Você pode utilizar este texto livremente com seus pacientes, inclusive alterando-o, de acordo com a sua prática e experiência. Conheça todos os materiais Para Pacientes disponíveis para auxiliar, educar e esclarecer seus pacientes, colaborando para a melhoria da relação médico-paciente, reunidos no canal Para Pacientes . As informações contidas neste texto são baseadas em uma compilação feita pela equipe médica da Centralx. Você deve checar e confirmar as informações e divulgá-las para seus pacientes de acordo com seus conhecimentos médicos.

Tem alguma dúvida sobre Triativ?

Pergunte diretamente a um especialista

Sua pergunta será enviada aos especialistas do CatalogoMed, veja as dúvidas já respondidas.